“Mais fácil eu ir para o PT do que a Margarete”, afirma Ciro Nogueira

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional, reagiu à declaração do governador Wellington Dias (PT-PI) de que iria trabalhar para manter a deputada federal Margarete Coelho (Progressistas) em seu grupo político em 2022. Em resposta às intenções do ex-aliado, o senador garantiu que é mais fácil ele se filiar ao PT do que a parlamentar de seu partido.

 Ciro Nogueira e Margarete Coelho

“É mais fácil eu sair do Progressistas e ir para o PT do que a Margarete, daí vocês tiram”, afirmou o senador. A declaração do senador ocorreu logo depois que Margarete se esquivou dos questionamentos do GP1 acerca de sua continuidade no Progressistas e consequente ida para a oposição no ano que vem.

Segue no Governo

A deputada federal se mantém no Governo Wellington, inclusive, com indicação de cargos. A irmão da parlamentar, Sádia Castro, segue titular da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, mesmo depois do rompimento político entre Ciro o governador.

Rompimento

Os dois líderes, Ciro e Wellington, romperam a aliança política no ano passado. A relação entre eles começou a estremecer publicamente depois que o senador tornou público o projeto de ser candidato ao Governo em 2022.(Germana Chaves/Gp1)

Deixe uma resposta