Onde está a assessora de Ciro Nogueira demitida após vídeo pornô?

Provável novo ministro da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) se viu em meio a uma fofoca em 2012 durante a CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) do Cachoeira. A comissão investigou a atuação de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e políticos em um esquema de jogos ilegais. Durante os trabalhos, sua então assessora parlamentar, Denise Leitão Rocha, apareceu em vídeo pornográfico vazado e que circulou na comissão.

Denise Rocha é atualmente empresária e influenciadora nas redes sociais; em 2013, participou de A Fazenda

De acordo com reportagens da época, a gravação foi vista nas telas de laptops de alguns congressistas durante sessão que ouviu o depoimento do ex-prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). Denise trabalhava assessorando Ciro na CPMI e em outros colegiados.

Conhecida como “Furacão da CPI”, Denise acabou demitida pelo senador por causa do vídeo. Na época, ela classificou a exoneração como uma atitude “desumana” e “machista” porque o caso não tinha qualquer relação com o seu trabalho no Senado.

“​​A CPI é para investigar o quê? É para investigar a minha relação sexual ou o Carlinhos Cachoeira?”, disse ao G1 em 2012. Ela afirmou também que teria dificuldades de prosseguir na carreira de advogada. Devido à fama advinda com o episódio, Denise passou a dar entrevistas a programas de televisão e fechou contrato com a revista Playboy.

Em entrevista ao Programa do Jô, na Rede Globo, a ex-assessora disse que decidiu posar nua para poder pagar o processo contra um ex-namorado que, de acordo com ela, seria o responsável pela divulgação do vídeo com as cenas de sexo. A edição em que foi capa foi publicada em setembro de 2012. O ensaio foi feito pelo fotógrafo J.R. Duran e teve inspiração sadomasoquista.

Em 2013, ela participou da 6ª edição do reality show A Fazenda, exibido pela Record, e ficou em 2º lugar na competição. No programa, protagonizou brigas permeadas por xingamentos, empurrões e cuspes com Andressa Urach. Dois anos depois, em 2015, as duas fizeram as pazes em um encontro em Brasília.

Em 2014, ela tentou disputar uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal pelo DEM, mas desistiu da candidatura ao cargo de deputada distrital porque alegou não ter recebido o apoio combinado com o partido.

Atualmente, Denise é empresária e modelo, e seu registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) consta como cancelado. Ela também é influenciadora nas redes sociais com 644 mil seguidores no Instagram e 141,2 mil no Twitter.(pensarpiaui)

Deixe uma resposta