Projeto de hotéis-escola deve ser implementado ainda este ano no Piauí

O governador Wellington Dias discutiu nesta terça-feira (06), no Palácio de Karnak, sobre a implantação do projeto de hotéis-escola nos pontos turísticos do estado. O projeto embrião das escolas de turismo e ambiental deve ser entregue ainda neste mês e integra turismo e educação para a profissionalização de estudantes da rede estadual de ensino.

A proposta do projeto é oferecer instrução profissional técnica conectada ao potencial econômico do município - Foto: Ccom

 A proposta do projeto é oferecer instrução profissional técnica conectada ao potencial econômico do município – Foto: Ccom

proposta do projeto é oferecer instrução profissional técnica conectada ao potencial econômico do município, com cursos que priorizem qualificações nas áreas de meio ambiente, turismo ou agricultura, por exemplo, garantindo maior empregabilidade.

“Se temos uma escola técnica em Castelo, ela tem que ter uma integração com área do turismo no Cânion do Poty, na Pedra de Castelo. Ao mesmo tempo, na região de Parnaíba, a integração com o turismo na Lagoa do Portinho; em Bom Jesus, Redenção, Cristino Castro, uma integração com o Cânion dos Vianas, Parque do Rangel, Parque Serra das Confusões e assim, na região de Cristalândia e Corrente, uma integração com o Parque das Nascentes do Rio Parnaíba. E não apenas nas áreas do turismo e ambiental, mas também voltado para outras profissões, como a área de energia eólica, solar, fruticultura, agronegócio, outras formas de produção e indústria. Esse caminho oferece uma formação de muita qualidade e ainda com o preparo com laboratórios práticos”, ressaltou o chefe do Executivo estadual.

De acordo com a superintendente da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Carina Câmara, a partir da aprovação do projeto de construção dos hotéis-escola, poderá seguir para licitação e iniciar as obras. “A Secretaria de Turismo ficou responsável pelo conceito dessa parte de pousada de charme, que serão os laboratórios das aulas práticas. Então, iremos fazer essa integração da parte de turismo e educação. A Setur irá viabilizar os hotéis e a Seduc ficará com toda a parte curricular. Iremos entregar neste mês o embrião do projeto para, em setembro, licitar e começar, este ano ainda, as obras”, frisou.

As Unidades de Conservação da Lagoa do Portinho, do Cânion do Poti e do Cânion dos Vianas, estão sendo cotadas para serem um dos primeiros laboratórios desse projeto. “A princípio trabalhamos com o Cânion do Poti, a Lagoa do Portinho e o Cânion dos Vianas, esses são as primeiras áreas que estamos estudando”, completou Carina.

Deixe uma resposta