Secretaria de Estado da Saúde realiza em Parnaíba triagem para Cirurgias de Catarata

Tiveram início na Promédica (Anexo I do Hospital Dirceu Arcoverde), na manhã desta quinta-feira(29), indo até domingo (1º/08), as consultas para a triagem dos pacientes que, na próxima semana, do dia 5 ao dia 8, se submeter às cirurgias de carata realizadas em regime de mutirão nos municípios de Parnaíba, Cocal e Piripiri. Mais uma ação do Governo do Estado, na região da Planícia Litorânea, através da Secretaria da Saúde, contemplando os municípios de Parnaíba, Ilha Grande, Bom Princípio, Cajueiro da Praia e Luiz Correia. Serão realizados mutirões também em Cocal e Piripiri.

Para o deputado Dr. Hélio, que esteve no local hoje pela manhã, trata-se de uma ação de grande  importância. “Primeiro, o trabalho que foi feito no controle da pandemia, que já é um êxito muto reconhecido, da ação do governo estadual e, naturalmente, do secretário Florentino Neto.  Passado esse momento em que a pandemia está sob controle, iniciamos os mutirões. Vamos ter mutirões de cirurgia geral, pediátrica, ginecológica, urológica e hoje iniciamos com o mutirão de caratata”, disse.

Segundo o deputado, a  demanda é muito grande, porque à medida que a idada avança as pessoas vão ter o problema da catarata. “É uma cirurgia cara que não cabe no orçamento da maioria das familias piauienses, daí  a importância social e de relevância dessa ação, que vai possibilitar uma melhor qualdiade de vida para uma quantidadde enorme de piauienses.É uma cirugua cara mas que o Estado está oferecendo gratuitamente- pontuou Dr. Hélio.

O trabalho que está sendo realizado é uma articulação que envolve governo do Estado, SESAPI, secretarias municipais de saúde e a sociedade, para que uma maior quantidade de pessoas seja contemplada. “É um trabalho feito por uma equipe experiente, da H. Visão, que tem o reconhecimento do Piaui e do Brasil, que tem tido um êxito extraordinário em todos os procedimentos voltados para  esse objetivo”- frisou.

Disse ainda Dr. Hélio que esses mutirões só se tornaram possíveis após uma melhorada na situação da pandemia, que foi quem fez também com que as ciriiurgia eletivas fossem suspensas. “Agora, com a participação da sociedade, as medidas preventivas e o avanço da vacinação, observamos que a pandemia deu uma equilibrada. “Por isso reunimos as condições para a retomada das cirigias eletivas. Como ficou  muita cirurgia represada,  por causa da parada que tivemos,  é de suma importância que a Scretaria da Saúde, o secretário Florentino, esteja dando prioridade para os mutirões que irão desafogar todos os procedimentos cirúrgicos”.

Deixe uma resposta