Travesti que foi presa por roubo é solta e zomba da justiça: meu advogado é forte

Uma travesti mais conhecida como Amaral, que mora na região do bairro São Joaquim, zona norte de Teresina, foi filmada sendo agredida e colocada em um porta-malas de um veículo, com os pés amarrados, nesta terça-feira (21).

O caso ganhou repercussão nacional com a divulgação das imagens pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), que considerou a ação como racismo e transfobia.

De acordo com informações de moradores, as agressões aconteceram após constantes roubos e furtos praticados por Amaral na região. Por conta da frequência dos crimes, a população estaria cansada e decidiu fazer justiça com as próprias mãos.

Nas imagens aparecem policiais da Guarda Civil Municipal de Teresina que, de acordo com nota emitida pela instituição, encaminhou todos os envolvidos para a Central de Flagrantes.

Após o ocorrido, Amaral foi solta no mesmo dia, e aparece em um vídeo afirmando que roubou para “gastar e charlar com os novim”. Diz ainda que seu advogado é forte, relacionando com sua soltura que foi rápida.

Deixe uma resposta