Água de esgoto incomoda população na rua Melvin Jones

Deixar água parada permite ambiente propício para a proliferação de mosquitos, inclusive o mosquito da febre amarela, dengue, chikungunya e zika. A equipe de Jornalismo do site Opiauies.com, foi até o local conferir a reclamação da Avenida Armando Cajubá, antiga Três de Maio com a rua Melvin Jones.

A Vigilância Sanitária alegou que os vizinhos que teriam que solucionar.

Maria do Socorro, moradora da Rua Melvin Jones, reclama que há três anos a água encontra-se parada em frente a sua casa. Segundo ela, a Vigilância Sanitária já foi comunicada para resolver a celeuma. De acordo com a alegação da vigilância, os vizinhos disseram que não iriam consertar.

A preocupação da moradora, é a proliferação das doenças. “o mau cheiro da água é ruím, ele não deixa a gente ficar na porta de casa, várias vezes, têm dias que está cheio de insetos, a gente fica com medo de dengue, dessas doenças que tão (sic) aí já ressurgindo, e a gente fica com medo sim, da água suja, água poluída e não tem como a gente ficar aqui tranquilo vendo essa situação na porta de casa. Ela conta, que em dias de chuva, a água entra em sua residência. (Naã Furtado/opiauies)

Deixe uma resposta