Opinião: Barco do grupo político de Ciro Nogueira segue sem rumo

Nada pode representar mais a situação da oposição ao Rafael Fonteles do que uma navio velho em chamas, enfrentando um mar agitado e naufragando.
Depois da posse de Ciro Nogueira como Ministro da Casa Civil, as chances da oposição ter um candidato competitivo está cada vez mais distante.
Olhando rapidamente as redes sociais de Sílvio Mendes, vemos um político que não é pré-candidato a NADA. No máximo sua única disposição é ser candidato a uma nova pescaria.
João Vicente Claudino não tem nem redes sociais e, assim como Sílvio, deveriam estar discutindo os problemas do estado diária e consistentemente.
Com a partida precoce de Firmino, o navio de Ciro Nogueira está sem norte. Talvez esse tenha sido o maior motivo que levou o senador a assumir a Casa Civil e ser alvo constante de críticas da mídia nacional.
Se por um lado o senador piauiense fica forte nacionalmente, por outro, vê seu partido afundando em águas locais e uma oposição com um trabalho difícil em relação ao candidato governista.
O presidente dos Progressistas ficou a ver navios com a pouca desenvoltura de seus aliados locais em se mostrarem oponentes combativos e isso mostra mais uma vez que Ciro não está muito preocupado com a eleição de Rafael.
Enquanto isso a poderosa embarcação de Rafael Fonteles e Wellington Dias segue de vento em popa. (Fonte:O Piauiense)

Deixe uma resposta