Wellington deve disputar Senado e coordenar campanha de Lula, diz Merlong

O deputado federal Merlong Solano (PT) acha improvável que o governador Wellington Dias (PT-PI) deixe de ser candidato ao Senado Federal em 2022 para coordenar a campanha de Lula para presidência da República no ano que vem, caso seja acionado. Na avaliação do parlamentar, diante da experiência de Dias, é totalmente viável que o chefe do Palácio de Karnak desempenhe as duas missões concomitantemente.

Merlong Solano

Durante entrevista ao GP1 no último sábado (31), Merlong afirmou que tem percebido que uma das prioridades do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores é trabalhar o fortalecimento da sigla na Câmara Federal.

“O que percebi na direção nacional é uma certa priorização da candidatura de deputado federal. Nunca vi nenhum pedido em particular para o govenador Wellington Dias, no que diz respeito a abrir mão de uma das possibilidades [de concorrer ao Senado]”, declarou Solano.

“Eu não vejo contradição em ele ser candidato ao Senado e participar da condução da campanha do [ex] presidente Lula. Wellington já tem experiência suficiente para isso. Eu não participei de nenhuma reunião discutindo esse assunto, mas não vejo que ele prospere”, avaliou o deputado federal.(Germana Chaves)

Deixe uma resposta