Quem “emporcalha” o centro de Parnaíba? Isso é atrativo turístico?

RECEBEMOS DO AMIGO, JORNALISTA REGINALDO JR., PRESIDENTE DO INSTITUTO HISTÓRICO, GEOGRÁFICO E GENEALÓGICO DE PARNAÍBA,  A SEGUINTE DENÚNCIA:
Reginaldo Jr.
Bom dia, meu caro e amigo jornalista,
Parnaíba precisa Gritar.
É assim que encontro todos os dias as calçadas do Centro Histórico de Parnaiba, nas imediações do Centro POP:
A fedentina é alarmante, fezes aos montinhos, espalhadas nos principais corredores do centro da cidade.
Como podemos atrair a economia através do turismo se nossas atrações estão arruinadas pelo descaso? O comércio, como vai sobreviver se não consegue ficar com as portas abertas? Os clientes já não vão a esses locais devido a essas mazelas que ameaçam a liberdade e o direito das pessoas de circularem livremente, sem correr o risco de serem abordadas ou de terem um bem tomado ou riscado por estas almas que circulam diuturnamente no centro de Parnaíba, precisando de amparo e de um lugar digno para passarem a noite e dormirem tranquilos, com a certeza de que continuarão a vida no dia seguinte.
Os governos precisam estar unificados para oferecerem o necessário, para que esses nossos irmãos tenham dias melhores e oportunidades, um sonho a realizar.  Parnaíba precisa ter o seu Centro Histórico revitalizado, em condições de atrair o turismo histórico, religioso, paisagístico e natural. São oportunidades de reconhecimento e crescimento que a Parnaíba e as pessoas precisam de seus governantes.
Do jeito que vai, desrespeitando o aspecto religioso, artistico, cultural, histórico e natural, jamais conseguiremos fazer que a Parnaíba tenha o reconhecimento que merece do mundo. As mentalidades provicianas é que são os entraves para que possamos conquistar o Brasil e o mundo. Cidades bem menores e com apenas vinte anos de existência, são exemplos para nós. Parnaíba com 310 anos, ainda engatinha o futuro.

Deixe uma resposta