Câmara aprova benefício que desconta 50% do valor do gás de cozinha

Em votação na quarta-feira, 29 de setembro, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que concede um novo auxílio, batizado de Gás Social, para as famílias de baixa renda do país. Se conseguir a aprovação também do Senado, o programa dá desconto de até 50% no valor do gás de cozinha de 13kg para os beneficiários. 

Rejane Dias é uma das coautoras da proposta do Vale Gás (Foto: Agência Câmara)Rejane Dias é uma das coautoras da proposta do Vale Gás (Foto: Agência Câmara)

O impacto estimado do projeto é de R$ 6 bilhões; a deputada federal Rejane Dias (PT) uma das coautoras da proposta, comemorou o resultado. “Acabamos de aprovar na Câmara o nosso Projeto que reduz o preço do gás de cozinha em até 50% para as famílias de baixa renda. Também conseguimos incluir nos critérios de acesso ao benefício, além do BPC e inscrição no Cad-Único, mulheres em situação de violência doméstica.”, afirmou. 

petista Merlong Solano também foi um dos coautores e descreveu a importância do auxílio para as famílias brasileiras que atualmente enfrentam uma série de dificuldades. “Votei agora pela aprovação do PL 1374/21, elaborado pelo deputado Carlos Zarattini (PT/SP) e do qual sou coautor. Projeto cria o AUXÍLIO GÁS  para famílias que tenham renda por pessoa inferior a meio salário mínimo. 

Trata-se de medida de grande importância com o fim de aliviar as famílias mais pobres dos efeitos nefastos da enorme elevação do preço do gás de cozinha, que já chega a custar R$ 120,00 o botijão de 13 kg”, sinalizou. 

Já o deputado Paulão (PT), que também é coautor do projeto, indicou para uma ‘imensa alegria’ com a anuência dos parlamentares ao benefício. “Um PL muito importante, pois com a inflacão galopante e o dólar em constante alta, a população de baixa renda tem sofrido com os preços altos do gás de cozinha. E é preciso cuidar do povo“, pontuou.

Deixe uma resposta