Flávio Júnior nega mágoa, mas diz esperar conversa com o governador

O deputado Flávio Júnior (PDT) ainda não retornou à Secretaria de Turismo. Ele pediu afastamento da pasta para voltar à Assembleia Legislativa do Estado para concorrer à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Momento antes da eleição, o deputado retirou a candidatura. Apesar da tensão provocada pela eleição, o deputado nega qualquer magoa e diz que vai conversar com o governador Wellington Dias (PT) para definir o retorno à secretaria. 

“Preciso conversar com o governador. Após essa conversa certamente direi se retorno ou permaneço na Casa. A eleição passou. Era uma disputa. Embora tivéssemos 10 candidatos, quatro eram postulantes da Casa, colegas e amigo e  embora sabemos que 1 foi vencedor, mas quatro eram candidatos.  Alguns pensavam que venceriam, mas só cabe 1. Já passou. Foi superado. Agora é focar em 2022. Não  tem nada impossibilitando o nosso retorno. É só uma conversa. Não tem qualquer problema na base aliada”, destaca. 

Apesar de Flávio negar crise na baixa, o deputado Wilson Brandão (Progressistas) é dúvida na base. Ele chegou a afirmar que a “pressão e opressão” resultou na vitória de Flora Izabel na disputa pela vaga de conselheiro.  Wilson era secretário de Mineração e, também, ainda não retornou para a pasta. (Lídia Brito)

Deixe uma resposta