Pela 1ª vez, Fiocruz aponta presença da variante Delta no Piauí

Estudos da Fiocruz já apontam para a presença da variante Delta do novo coronavírus no estado do Piauí. A informação foi confirmada pelo professor doutor Emidio Matos, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), que explica que essa é a primeira vez que a Fiocruz coloca a variante como presente no Estado. 

Ainda segundo o professor, a informação ainda está sendo checada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), que vai confirmar se a amostra apresentada pela Fiocruz foi realmente coletada no Piauí. 

“Essa informação ainda está sendo checada pela Sesapi porque ainda não há a confirmação de onde é essa amostra, se ela foi enviada do Piauí. A gente também precisa considerar que pode ser de um paciente piauiense, mas que a amostra foi coletada em outro estado. Uma série de confirmações com cautelas precisam ser feitas”, destacou o professor. 

 Emidio Matos ainda ressalta que nos próximos meses a tendência é que a variante Delta se torne predominante em todo o Brasil. “Na verdade, há uma expectativa que ela se torne predominante no Brasil muito em breve, que ela cresça muito no mês de setembro. A gente precisa se manter vigilante, pela maior transmissibilidade dela”, alertou. 

Caso suspeito 

As autoridades de saúde do Piauí ainda não têm a confirmação de que o paciente de 72 anos que morreu no último sábado no Hospital Justino Luz, em Picos, estava com a variante Delta do novo coronavírus. O resultado das amostras coletadas ainda deve ser divulgado nas próximas semanas. (Natanael Souza)

Deixe uma resposta