Petrobras abusa nos postos de combustíveis e até na conta de luz

São eles: Silva Jardim (RJ), Santa Maria Madalena (RJ), Pedra do Anta (MG), Campo Grande (AL) e Gado Bravo (PB) Foto: Elza Fiuza/ABr

Dona do monopólio do setor no Brasil e responsável por fixar aumentos escandalosos nos preços dos seus produtos, a Petrobras também contribui para outro tormento dos brasileiros: o alto valor da conta mensal de luz. A estatal é, hoje, um dos maiores investidores em termelétricas, com unidades espalhadas no País, gerando energia suja e muito cara, dez vezes mais cara que a energia gerada em hidrelétricas. As bandeiras tarifárias foram inventadas exatamente para remunerar as termelétricas.

Máquina de poder

Termelétricas apareceram na matriz energética no apagão de FHC. Deveriam ser extintas cinco anos depois, mas ficaram ricas e poderosas.

Negócio da China

As termelétricas são negócio da China: custam ao governo mais de R$20 bilhões por ano, ainda que não sejam acionadas.

O xis do problema

Com seus bilhões, o setor de termelétricas é acusado de lobby contra investimentos ou incentivos à geração de energia limpa e renovável.

Estratégia do atraso

Quem poderia investir em projetos de geração limpa (hidrelétrica, solar e eólica, por exemplo), acabou atraído pelos ganhos das termelétricas.(Cláudio Humberto)

Deixe uma resposta