Agora é lei:a galinha caipira da raça “canela-preta” é Patrimônio Histórico, Cultural e Genético do Piauí

O governador Wellington Dias (PT) sancionou nesta quinta-feira (27) a lei de que declara como Patrimônio Histórico, Cultural e Genético do estado do Piauí a galinha caipira da raça “canela-preta”. O projeto é de autoria da deputada estadual Elisângela Moura (PCdoB).

Conforme o texto, o município de Queimada Nova, na região sudeste do estado, passa a ser considerado a capital da galinha caipira raça canela-preta. A motivação, ainda de acordo com a lei, é porque Queimada Nova foi o município de origem das pesquisas.

Galinha da canela-preta passa a ser patrimônio do Piauí

O projeto de lei foi aprovado no plenário da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) em agosto e foi alvo de críticas. Na época da tramitação do projeto na Alepi, Elisângela defendeu que a aprovação do dia da galinha canela-preta fortalece a agricultura familiar.

“Nós vivemos um momento democrático. Todos têm o direito de se manifestar, de colocar o seu ponto de vista. Mas entendemos que isso não vai trazer nenhum prejuízo para o estado do Piauí e sim dar mais visibilidade e fortalecer nossa agricultura familiar com esse reconhecimento. Entendemos que é de suma importância”, afirmou Elisângela na época.(Gp1)

Deixe uma resposta