Jefferson insinua que mulher de Alexandre de Morares compra sentença no STF

Roberto Jefersson e Alexandre de Moraes

O ex-deputado Roberto Jefferson atacou novamente o ministro Alexandre de Moraes, que ordenou sua prisão em agosto. Em carta assinada na última sexta-feira (22/10) e obtida pela coluna, Jefferson citou a mulher do ministro, a advogada Viviane de Moraes, criticou o STF e voltou a pregar uma “maldição sobre os perversos” contra o ministro, referindo-se a um trecho da Bíblia. Neste sábado (23/10), Jefferson foi internado no hospital da prisão Bangu 8, no Rio de Janeiro.

“Perdi mais uma no Esseteefe (sic). Rapaz, está feia a coisa para mim! Farei uma campanha nacional na internet para arrecadar 3 milhões de reais. Contratarei o escritório de dona Vivi, esposa do Xandão, pois é a única maneira de virar o jogo naquela caverna. Ela é especialista em tribunais superiores, conhece as manhas daquela patota. Vou iniciar a campanha de arrecadação com um saco de filó nas ruas, igual fazia a turma do Lula antigamente. Um dinheiro por favor. Me ajuda!”, escreveu Jefferson em uma carta enviada a aliados.

Neste ano, o ex-deputado já foi condenado pela Justiça de São Paulo a indenizar o ministro e sua mulher por danos morais.

Na semana passada, Jefferson enviou um vídeo a aliados. Ele diz orar em “desfavor” de Alexandre de Moraes. “Oro em desfavor do Xandão”, disse ele. O bolsonarista usa o apelido para atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ele repete o Salmos 109 e afirma: “Cantado e orado em desfavor dos perversos e dos ímpios”. Durante a leitura, diz que “Xandão não tem misericórdia da família de ninguém”. “Estejam os seus pecados sempre, Xandão, perante o Senhor”, prossegue. “Seja o meu acusador Xandão vestido de desonra, que a vergonha o cubra como um manto, Pai”, completa a leitura.

Deixe uma resposta