No vácuo de Zé Filho Gracinha M.Sousa deverá ser candidata a uma cadeira na Assembleia Legislativa

Depois de ser lançada como possível candidata a vice-governadora, numa chapa que seria encabeçada pelo ministro da Casa Civil do governo federal, Senador Ciro Nogueira, Gracinha Moraes Sousa, filha do prefeito Mão santa, foi citada várias vezes, por um bloco de comissionados que querem mostrar serviço puxando o saco,  como candidata a deputada federal, fazendo dobradinha com o primo Zé Filho e depois com Carlson Pessoa, que, na desistência de Zé Filho disputar eleição para a Assembleia Legislativa, seria candidato a deputado.

A mais recente informação, desta sexta-feira, dá conta que  o grupo político liderado pelo prefeito Mão Santa (DEM) decidiu outro plano para Gracinha Moraes Souza: ela será candidata a deputada estadual. E neste sentido Mão Santa já teria batido o martelo.

Muito bom que ela se candidate. Servirá para saber se na família, além de Mão Santa, uma outra pessoa tem votos. Já foi testado o Jr. Mão Santa, que se candidatou a prefeito em 2004 e perdeu a eleição para o ex-prefeito José Hamilton; depois, a esposa de Mão Santa, Adalgisa, também se candidatou à prefeitura, igualmente derrotada pelo Hamilton. E, por último, em 2018, a filha delegada Cassandra Moraes Sousa foi lançada candidata a vice-governadora de Luciano Nunes Filho. Sua votação não foi relevante, tanto é que sequer Luciano foi ao segundo turno, derrotado de primeira pelo Wellington Dias. Vamos aguardar.

Deixe uma resposta