Regina Sousa sobre Margarete Coelho: “finalmente ela se decidiu”

“Finalmente ela se decidiu”, declarou a vice-governadora Regina Sousa (PT) sobre a saída da deputada federal Margarete Coelho (progressistas) da base do Governo Wellington Dias (PT). No fim de semana o governador emitiu uma nota confirmando a saída de Margarete e Sádia Castro do Governo.

Vice-governadora Regina Sousa

Vice-governadora Regina Sousa

Regina Sousa destacou que é o governador Wellington Dias quem comanda a base e quem faz a estratégia para as eleições de 2022. “Quem está fazendo a condução política é o governador Wellington Dias, foi sempre ele. Ele é quem é o estrategista e discute com a equipe quando precisa. Mas ele tem toda essa autonomia. A discussão com a Margarete já vem de muito tempo e finalmente ela se decidiu, é natural”, declarou a vice-governadora.

Ao ser questionada se o governador Wellington Dias deveria chamar os membros do Progressistas que fazem parte do Governo para decidir em qual palanque vão ficar, Regina defendeu que é o próprio Progressistas que deve fazer essa cobrança.

“Não sei, é o governador quem comanda isso. Eu não estou entrando muito nessa discussão. Eu acho que quem chama mesmo é o partido de origem, o PP é quem deve estar chamando para discutir. É o partido dele, ele certamente vai querer resgatar seu povo. Então é a hora dele fazer isso e dizer onde fica”, finalizou a petista.

Margarete deixa a base

A deputada federal anunciou no sábado (9) que estava deixando a base de Wellington e iria marchar na oposição ao lado do ministro Ciro Nogueira em 2022. A irmã de Margarete, Sádia Castro, que comandava a Secretaria de Meio Ambiente, deixou a pasta e entregou os cargos que indicava.

Deixe uma resposta