Renan “jogou a gente aos leões”, diz senador Omar Aziz

Apesar das diversas reuniões em busca de entendimento nos últimos dias, o grupo majoritário da CPI da Covid-19, o G7, chegou à votação do relatório final nesta terça-feira (26/10) ainda em atrito.

Omar e Renan

O presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou na manhã desta terça que o relator do colegiado, Renan Calheiros (MDB-AL), jogou integrantes do G7 “aos leões”.

“Tem divergência. Não tem acordo para votar o relatório. Tem fatos. Agora não dá é para criar fato para indiciar uma pessoa. Não existe fato para genocídio. Mas o relator insistiu e jogou a gente aos leões”, disse Aziz.

Ao mencionar genocídio, o presidente da CPI se referia ao embate no G7 para pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro pelo crime. Renan chegou a incluir a tipificação, mas retirou, após pedido de senadores do grupo.

A avaliação no G7 é de que Renan colocou senadores independentes e da oposição em uma saia justa perante seus eleitores, por terem de vir a público defender que o relator “aliviasse” para Bolsonaro no parecer.

Nos últimos dias, integrantes do grupo majoritário da CPI também entraram em divergência sobre o pedido de indiciamento de governadores, entre eles, o do Amazonas, Wilson Lima (PSC).(pensarpiaui)

Deixe uma resposta