Tererê quer ir para Brasília: candidato a deputado federal

O político Deusimar Do Socorro Brito de Farias, mais conhecido como Tererê, buscará ‘voos’ mais altos nas eleições de 2022 e ao invés de se candidatar para uma cadeira na Alepi, como fez nos últimos três pleitos, agora quer uma vaga na Câmara em Brasília. Para isso, o político aposta na sua popularidade e numa pré-campanha “abraçada com o povo”.

“A minha Parnaíba precisa de um deputado Federal que saiba dos problemas da cidade e como resolvê-los. Já fui o mais votado na cidade por diversas vezes e vou ser novamente, agora em busca de uma vaga para deputado Federal pelo MDB”, revelou Deusimar.

Em Parnaíba, além do nome de Tererê, devem protagonizar a disputa pelo voto dos eleitores da cidade a secretária municipal de Parnaíba, Gracinha Moraes Sousa, filha do prefeito Mão Santa, e o Secretário de Saúde do Piauí, Florentino Neto. Ambos são colocados como pré-candidatos ao cargo de Deputado Federal.

Gracinha Moraes Sousa tem como base a Prefeitura de Parnaíba e pode usar desse privilégio para dar solidez às suas bases eleitorais. Já Florentino Neto tem a secretaria nas mãos e pode realizar diversas melhorias no setor da Saúde do Estado, além disso foi prefeito da cidade de Parnaíba tendo suas bases ativas no município e na região Norte do Estado.  

Questionado sobre qual estratégia iria usar para conseguir mais votos que os seus adversários na cidade, Deusimar disse que sua aliança é com o povo. “Eu já faço pré-campanha há muito tempo abraçado com o povo nas ruas, esta é a minha base. Sobre a Gracinha, é minha amiga e não tenho nada contra ela, mas acho que ela não vai ser candidata a nada visto que se ela quisesse já estaria fortalecendo suas bases. O Florentino vem muito forte e tem um trabalho para mostrar, mas o Tererê também é forte e vai ser o mais votado de Parnaíba”, garantiu.

O pré-candidato, que agora faz parte do MDB, partido da base do governo Wellington Dias (PT), aproveitou para fazer críticas ao Governo Federal. Vale lembra que na época que ocupou a Assembleia como deputado estadual, ele era do ninho tucano e utilizou-se por diversas vezes da tribuna para “esbravejar”, quase que sozinho, críticas ao governo petista que já era comandado por Wellington. Mas agora o jogo mudou e Tererê segue a linha da base de críticas à atual Presidência da República e diz ainda que “a oposição morreu e não há ninguém capaz de derrotar Rafael e Wellington”.

Tererê afirmou ainda que apesar do presidente Bolsonaro ser amigo do prefeito Mão Santa e já ter visitado Parnaíba algumas vezes durante o mandato de presidente, pouco foi feito pela cidade. “O Governo Federal precisar liberar as emendas dos parlamentares para construção da Orla da Pedra do Sal e também intervir na construção do Porto. Precisamos de um hangar cargueiro para o escoamento da produção da ZPE agrícola de Parnaíba, precisamos gerar mais emprego e renda para população. Porém, o Governo Federal não tem esse compromisso com a nossa cidade e estamos abandonados”, reclamou. (Gil Rodrigues/politicadinamica)

Deixe uma resposta