Candidato a reitor da UESPI, Raimundo Dutra, defende mais autonomia aos campi.

Os professores Raimundo Dutra e Patrícia Caldas, candidatos a reitor e a vice da Universidade Estadual do Piauí pela chapa 2, estiveram nessa semana visitando às regiões sul e centro sul, defenderam mudanças na relação de gestão com os campi e propuseram a descentralização administrativa da universidade.


Dutra declarou que pretende criar mecanismos de assessoria direto aos atendimentos nos campi dando condições de uma maior resolução nas necessidades locais. “Vamos realizar a descentralização administrativa da UESPI, otimizando o fluxo dos processos e reduzindo a burocracia excessiva”, adiantou.
Na sua opinião esse procedimento vai provocar mais rapidez no atendimento das demandas dos campi, principalmente aqueles situados em regiões mais distantes, sempre considerando suas especifidades de forma igualitária.
Na ocasião foram visitados pelos candidatos da chapa 2, “Mudar e Reconstruir a UESPI”, os campi de Bom Jesus, Corrente, Uruçuí, Floriano, Picos e Oeiras. A consulta à comunidade acadêmica com votação eletrônica será no dia 30 de novembro.
Raimundo Dutra é ex-aluno do curso de Pedagogia da UESPI. Possui mestrado, doutorado e pós-doutorado em Educação. Foi coordenador do curso de Pedagogia, coordenador de pós-graduação em Docência do Ensino Superior e coordenador geral do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica.
Patrícia Caldas é professora do curso de Direito desde 2006. Foi coordenadora do mesmo curso em 2011 e de 2016 a 2019 além de diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas. Possui mestrado em Direito pela Universidade Católica de Brasília e especialista em Direito Processual pela UFPI e pela Escola Superior de Advocacia, ESA. Nessa quarta-feira dia 24 de novembro os candidatos estarão em Parnaíba em visita ao campus da UESPI ás 17h.
Fonte:Ascom/Magella. Foto: ODia. Edição: APM Notícias.

Deixe uma resposta