Deputado Franzé quer combater violência política contra mulheres no Piauí

Franzé diz que violência tem sido usada para atingir fins específicos (Thiago Amaral)

Franzé diz que violência tem sido usada para atingir fins específicos (Thiago Amaral)

deputado Franzé Silva (PT) apresentou o Projeto de Lei (PL) 221/2021, que institui o dia 14 de março como Dia de Enfrentamento à Violência Política contra as Mulheres. A data foi escolhida em referência ao dia em que a vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) foi assassinada, em 2018.

Violência política contra mulheres, de acordo com o Projeto, compreende atos físicos, ameaças ou intimidação psicológica e/ou discriminatória praticados com o objetivo de tirar a vida, agredir, ameaçar, ofender ou limitar ilegitimamente o pleno desenvolvimento e participação feminina na política.

Segundo Franzé, a violência tem sido usada para atingir objetivos específicos, tendo como alvos os grupos historicamente excluídos da política, entre os quais, em grande parte, as mulheres, intimidando-as, denegrindo-as e censurando-as, de modo a impedir ou interromper sua participação ativa e plena na política.

Elevado custo à democracia

O parlamentar pontua, ainda, que excluir as mulheres da política gera um elevado custo à democracia. “A violência no ambiente político tem crescido, continuamente. As mulheres, embora sejam mais da metade da população brasileira, estão sub-representadas na política, sendo vítimas preferenciais de violências e agressões”.

Deixe uma resposta