Enfermeiros e técnicos de enfermagem em greve por tempo indeterminado

Enfermeiros e técnicos de enfermagem concursados da Prefeitura Municipal de Parnaíba DECLARAMA ESTADO GREVE nesta última quarta-feira, dia 10 de novembro, com prazo indeterminado, após várias tentativas fracassadas de negociação com a gestão municipal. Destaca-se que a categoria, obedecendo os prazos e normas, realizou Assembleia no ultimo dia 05 de novembro, e por unanimidade decidiu-se pela GREVE que foi imediatamente informada e com a antecedência necessária ao Prefeito Municipal.
A categoria reivindica dentre outros direitos, recomposição salarial,  pois há 20 anos recebem o mesmo salário sem reajuste anual; solicitam revisão do plano de cargo e carreira de salários que hoje só acrescenta, por exemplo, no salário do servidor, aproximadamente R$70,00 para uma especialização e R$140,00 no mestrado, desrespeitando a qualificação dos profissionais; e o restabelecimento da gratificação de combate a COVID, referente ao trabalho realizado de linha de frente no combate a pandemia desde seu início, e agora mais que nunca, no processo de vacinação, bem como a melhoria das condições de trabalho, sempre pensando no melhor para a população parnaibana.
Com encontros diários em diferentes locais da cidade, os profissionais se reúnem com sindicato em ato de protesto e de chamada da Gestão Municipal para negociação. No entanto, até o momento, nenhuma proposta foi apresentada e os profissionais seguem aguardando por uma posição! Uma vez que servidores tão essenciais à saúde somente foram ofertadas “desculpas” e impossibilidade de atender quaisquer dos pleitos.
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais – SINDSERM informa que o Estado de Greve obedeceu todos o prazos e ditames legais, sendo portanto legítima, e ainda justo todos os motivos dos profissionais para tal ato. Ressalta-se ainda que pelo menos 30% dos profissionais encontram-se em exercício da profissão, conforme estabelece a legislação, minimizando assim os eventuais entraves à população. 
Os enfermeiros e técnicos de enfermagem exigem respeito e diálogo com a gestão municipal para resolver todas as situações que motivaram o presente Estado de Greve, uma vez que infelizmente, muitas das reivindicações atuais foram pautas da última GREVE em 2019 e nada até o momento foi conquistado pelos trabalhadores. 
Decepcionados, os profissionais estão cansados e se sentindo desvalorizados! Algo a se lamentar,  uma vez que enquanto todos se resguardavam em suas casas durante a pandemia, foram esses profissionais que deixaram seus lares e suas famílias e acolheram as pessoas acometidas pela COVID nos serviços de saúde. Foram essas pessoas que levaram a vacina até o seu braço realizando um trabalho exaustivo de vacinação, que ainda está longe acabar! 
São profissionais com famílias, despesas domésticas altas, e que estão com um salário defasado engolido pela inflação. Portanto, a enfermagem pede o apoio da população, dos gestores e vereadores para ter seus diretos reconhecidos e concedidos. Espera-se ansiosamente por uma resposta positiva da GESTÃO, em especial do Prefeito Municipal, para que assim possam retornar o quanto antes aos seus postos de trabalho, voltando a exercer aquilo se qualificaram a fazer: o cuidar de pessoas.
O SINDSERM ainda avisa que a próximo encontro da categoria para manifestação será amanhã 12/11 na praça Santo Antônio no Centro de cidade, as 8h da manhã.

Deixe uma resposta