História: Colocaram no depósito da ALEPI cadeira onde sentou deputado Moraes Sousa

Tem sido corriqueiro na Assembleia Legisativa do Estado do Piauí (Alepi) deputados saírem do Legislativo Estadual e entregarem a seus filhos a função de sucedê-los. Não foi diferente com o ex-deputado estadual Antônjo José de Moraes Sousa que, em 2002, candidato a deputado federal e eleito, passou o bastão para Moraes Sousa Filho que se elegeu  para o 1º mandato de deputado estadual naquele ano. Zé Filho foi reeleito em 2006. Em 2010, foi eleito vice-governador do Piauí na chapa de Wilson Martins, a quem substituiu em 4 de abril de 2014. Candidatou-se à reeleição e perdeu.

Com a saída de Zé Filho da Assembleia para ser candidato a vice-governador, em 2010, a cadeira que um dia foi ocupada pelo velho Antônio José, passou a ser ocupada pela então esposa de Zé Filho, Juliana Falcão, que chegou a dois mandatos.

Em 2018 Zé Filho candidatou-se a deputado estadual e Juliana, que mantinha sua cadeira na Assembleia, foi a federal. Ambos não lograram êxito. Agora, com a notável possibiliadde de Zé Filho não ser candidato novamente a uma caddeira na Alepi, pode-se dizer que  a cadeira conquistada por Antônio José 1982 foi jogada no depósito. Retirada do plenário.

Antônio José de Moraes Sousa teve sua vida política iniciada na ARENA e após migrar para partidos como PDSPFL e PMDB, foi eleito deputado estadual pelo Piauí em 1982, 86, 1990, 1994 e 1998. Foi eleito deputado federal em 2002. (POR:B. Silva)

Deixe uma resposta