Hospitais de Picos e Parnaíba terão serviço de neurocirurgia

O setor já funciona no Hospital de Floriano há quatro anos e virou referência na região 
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), através da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), aprovou a implantação do serviço de neurocirurgia no Hospital Regional Justino Luz, no município de Picos e no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba. O setor já funciona há quatro anos no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano e virou referência na região.
O Secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto ressalta a importância de mais duas regiões do Piauí serem contempladas com esse serviço. “Já temos a comprovação da excelência do trabalho que é feito no setor em Floriano, descentralizando essa especialidade médica da capital piauiense e garantindo atendimento de qualidade para a população da região”, afirma o gestor.
O serviço especializado foi implantado no hospital de Floriano em 19 de fevereiro de 2017. Em quatro anos de funcionamento já foram realizados 16.462 procedimentos de neurocirurgia, sendo 930 neurocirurgias; 10.517 atendimentos no pronto socorro e 4.961 atendimentos ambulatoriais. Pelo menos 10.527 transferências de pacientes para Teresina foram evitadas com o serviço funcionando lá mesmo na região, o que representa mais conforto para os pacientes que são atendidos perto de casa.
A neurocirurgia é um procedimento realizado para tratar situações geradas por doenças do sistema nervoso central e periférico, tais como hidrocefalia, tumores, doenças vasculares, degenerativas, traumas crânio-encefálicos e lesões raqui-medulares passíveis que necessitem de uma abordagem cirúrgica. No HRTN, o atendimento ocorre em situações de traumas, hidrocefalia e cirurgias vasculares não aneurismáticas. Os outros casos são encaminhados para hospitais de referência na capital.
O secretário Florentino Neto afirma que o trabalho realizado em Floriano é um exemplo de descentralização de serviço no Piauí. “Em Floriano, temos conseguido reduzir as taxas de mortalidade e as sequelas nos pacientes. O mesmo vai acontecer nas regiões de Picos e Parnaíba, onde a população vai contar também com um serviço de excelência em neurocirurgia”, comemora Florentino.

Deixe uma resposta