MDB e PSD acirram a disputa pela vaga de vice na chapa de Rafael Fonteles

Está acirrada a disputa pela vaga de vice na chapa de Rafael Fonteles (PT) ao cargo de governador do Piauí. O candidato do governador Wellington Dias (PT), Rafael ainda analisa o cenário político para a escolha do vice em sua chapa. Para ocupar a cadeira maior do Palácio de Karnak são necessárias muitas alianças entre os partidos, que podem ser fortalecidas com a vaga de vice.

Dois partidos já demonstraram publicamente interesse em concorrer a vaga. O MDB, onde o nome de Themístocles Filho, atual presidente da Assembleia Legislativa é o mais cotado, ao lado do PSD, do deputado Júlio César.

“Qualquer partido pode ter essa pretensão, que eu acho ser mais do que natural. No lugar que só tem um, só pode colocar um. Nenhum partido pode lançar dois candidatos a governador ou dois candidatos a vice, só se essa regra mudar agora”, explicou Themístocles.

Themístocles aposta na força das bancadas estadual e federal para conseguir vencer a disputar de vice na chapa majoritária. Já o PSD tem defendido a força nos municípios.

O presidente estadual do PSD no Piauí, Júlio César, também comentou sobre o embate e afirmou que a situação sobre a definição do vice seria a de “litígio”.(piauihoje)

Deixe uma resposta