Opinião: “A quem serve o Ministério Público do Piauí?”

Após uma extensa lista de crimes levados ao Ministério Público e que foram deliberadamente jogados para debaixo do tapete, fica a pergunta: A quem serve o Ministério Público do Piauí?

Certamente, o Ministério Público não serve a sociedade piauiense. O Procurador Geral de Justiça, Cleandro Moura, já foi escolhido em duas ocasiões pelo Governador Wellington Dias – e essa escolha não se deu porque Cleandro é agressivo no combate à corrupção.

Wellington Dias e Cleandro Moura, Procurador Geral do Ministério Público

Provavelmente, o contrário é a verdade: Cleandro é omisso diante dos inúmeros casos de corrupção que ocorrem no Piauí.

Ele não viu a falta de transparência na Assembleia Legislativa, como não se importa com as compras superfaturadas, não viu nada de errado na eleição fraudulenta de Flora Izabel, nos contratos ilegais com Araujinho.

Cleandro foi escolhido a dedo por Wellington Dias porque ele faz com que o Ministério Público funcione de acordo com os interesses do governador: tornando-se uma instituição irrelevante, que faz vistas grossas ao que acontece no Piauí.

O Ministério Público tem servido a interesses obscuros e estranhos ao que espera a sociedade piauiense. O órgão que é responsável por vigiar e fazer valer a lei, é o primeiro que desaparece quando acontece algo grave.

Se a situação do Piauí se agravou tanto, podemos sem sombra de dúvidas entender que um dos grandes responsáveis é o Ministério Público, que mesmo sabendo de diversas irregularidades, fecha os olhos e finge que não vê nada.

Estamos sozinhos nessa luta e todos os órgãos públicos são cúmplices do que acontece no Piauí.(Fonte:O Piauiense)

Deixe uma resposta