Pesquisa GP1: Iracema Portella é a pré-candidata mais rejeitada para o Governo do Piauí

A deputada federal Iracema Portella (PP), pré-candidata ao Governo do Piauí em 2022, é a mais rejeitada segundo pesquisa realizada pelo Instituto GP1, e divulgada pelo portal nesta terça-feira (22/11).

Ela tem 14,88% de rejeição,  seguida por Rafaell Fontelles, com 13,30%. Sílvio Mendes (PSDB), com 9,83% de rejeição. Washington Bonfim tem 7,74%, Romualdo Seno (DC) com 6,43% e Gessy Fonseca (PSC) com 5,91%.

Os entrevistados que disseram votar em nenhum/nulo/branco somou 26,87%. Já 15,04% afirmaram que não sabiam ou preferiram não responder em quem não votariam de jeito nenhum.

Considerando apenas os votos válidos, quando são excluídos da pesquisa os votos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, a rejeição de Iracema sobe para 25,60%, Rafael vai para 22,90%, seguido de Sílvio com 16,92%, Washington 13,32%, Romualdo 11,08% e Gessy 10,18%.

Ficha Técnica
A pesquisa foi realizada nos dias 16, 17, 18 e 19 de novembro, e está sob responsabilidade da estatística Thaynara Thalessa Araújo. Ao todo, foram entrevistados 1.150 eleitores distribuídos em 56 municípios do Piauí, contemplando todas as regiões do estado.

As entrevistas foram feitas de forma presencial em domicílios dos eleitores com idade a partir dos 16 anos, observando os critérios de sexo, faixa etária, grau de instrução e renda familiar.

A margem de erro da pesquisa é de 2,89% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Deixe uma resposta