Quem disse que não pode piorar? Aécio Neves quer ser vice de Bolsonaro em 2022

DCM – Aécio Neves tem um plano ousado para voltar ao cenário nacional em 2022: ser vice de Bolsonaro. O deputado tucano tem dito a aliados que não vê político mais habilidoso que ele para compor a chapa presidencial. Ele já fez chegar ao ouvido do presidente sua intenção e que pode ajudar na campanha, exaltando seus próprios predicados.

A pessoas próximas, Aécio tem dito que Bolsonaro precisa dele se quiser vencer a eleição. Um dos motivos apontados pelo mineiro é que tem base forte no Sudeste, principalmente em Minas, estado-chave para a eleição. Neves também lembrou que foi o candidato mais competitivo ao enfrentar o PT antes do próprio presidente. E ele garante fidelidade que nenhum outro político poderia demonstrar, ao menos é o que promete.

Nos bastidores, os comentários são de que o tucano já começou a se movimentar. Dono de expressiva força nos bastidores do partido, ele cogita convencer a maioria do PSDB a investir nessa toada. A aposta dele é de que a candidatura de Doria ou de Leite não irá decolar e, assim, conseguirá convencer os caciques a apoiarem Bolsonaro.

De acordo com o DCM, em conversa com fontes ligadas ao PSDB, todas foram enfáticas em negar o apoio ao presidente. “O PSDB não estará com Bolsonaro nas eleições, não existe hipótese”, afirmou um assessor de um deputado. Mesmo assim, a mesma fonte garante que o desejo de Aécio não é tão estapafúrdio quanto pareça. Ele disse que o tucano tem levado a sério sua intenção.

“Ele quer ir com o PSDB, mas isso não é prioridade”, afirma. Isso significa que, se Bolsonaro der o aval para Aécio ser vice, esse será o caminho do deputado federal. Ele não teria problemas em mudar de sigla e migrar para o PP, desde que seja o nome indicado a vice. Entre amigos, Aécio tem sido enfático na defesa de Bolsonaro. “Só ele pode derrotar o PT e, comigo, a gente vence o Lula”, garante.(pensarpiaui)

Deixe uma resposta