Barra Grande: Suspeitos trocam tiros com a PM; submetralhadora é apreendida

Uma intensa troca de tiros entre a Polícia Militar e criminosos foi registrada nesta quarta-feira (01), durante rondas ostensivas da Operação Litoral II, realizada em Barra Grande, no município de Cajueiro da Praia, litoral do Piauí. Na ação, uma submetralhadora .40, 17 munições, 15 porções de crack e 8 trouxas de maconha, além de diversos outros objetos, foram apreendidos

Barra Grande: Suspeitos trocam tiros com a PM; submetralhadora é apreendida (Foto: Reprodução/ PM)

Barra Grande: Suspeitos trocam tiros com a PM; submetralhadora é apreendida (Foto: Reprodução/ PM)

De acordo com informações repassadas ao Meionorte.com pelo Tenente Erisvaldo Viana, Subcomandante do Policiamento do Litoral Meio Norte, o efetivo da operação estava realizando rondas ostensivas e abordagens no bairro  Borogodó, no povoado de Barra Grande, quando um grupo de indivíduos foi visto correndo em fuga para uma área de intenso matagal.

Diante disso, a Polícia Militar deu voz de parada, que não foi obedecida. Na sequência, os suspeitos efetuaram vários disparos de armas de fogos contra os policiais, que revidaram. Após a troca de tiros, os homens conseguiram empreender fuga.  Após varredura na região, a Polícia Militar localizou os seguintes itens: 

  • 01 submetralhadora .40
  • 17 munições .40
  • 08 trouxas de maconha 
  • 15 porções de crack 
  • 04 balanças de precisão 
  • 01 aparelho de celular azul dl
  • 01 carregador de celular 
  • 01 relógio dourado
  • 01 aparelho de som Philco
  • 01 faca

Piauí com 391 casos e cinco óbitos por Covid nas últimas 24 horas

Foram registrados, no Piauí391 casos confirmados e cinco óbitos por Covid-19, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta quarta-feira (01). Dos 391 casos confirmados da doença 212 são mulheres e 179 são homens, com idades entre sete e 99 anos.

Duas mulheres e três homens não resistiram às complicações da Covid-19. Elas eram de Santa Rosa do Piauí (84 anos) e Simplício Mendes (68 anos).Já eles eram de Alegrete (73 anos), Parnaíba (44 anos) e São Julião (83 anos).

Boletim epidemiológico- Foto: Divulgação/Sesapi

Boletim epidemiológico- Foto: Divulgação/Sesapi

Os casos confirmados no estado somam 332.003 em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam 7.199 casos e forma registrados em 223 municípios.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, 158 estão ocupados, sendo 80 leitos clínicos, 73 UTIS e 05 leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 23.796 até o dia primeiro de Dezembro de 2021.

A Sesapi estima que 324.646 pessoas  já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Crítico de Ciro, deputado requer na justiça que ministro devolva dinheiro gasto em avião particular

Por Rômulo Rocha – Do Blog Bastidores

O deputado Kim Kataguiri, do DEM de São Paulo, sustenta em ação encaminhada à Justiça que o ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira usou em sua aeronave particular recursos públicos gastos com combustível mas que pertencentes à cota parlamentar da senadora Eliane Nogueira, mãe do político piauiense, que passou a ocupar uma cadeira no Senado após o filho passar a integrar o poder Executivo. 

A ação popular foi impetrada junto à Justiça Federal em Brasília e tem como polo passivo além de Ciro Nogueira e Eliane Nogueira o primeiro-secretário do Senado, Irajá Silvestre Filho (PSD/TO). Há pedido de devolução dos valores usados de forma “ilegal”.

“Conforme apurado pela imprensa [jornal Folha de São Paulo], a senadora Eliane Nogueira, do Piauí, que é suplente do seu filho Ciro Nogueira, atualmente licenciado para exercer o cargo de ministro do Estado, destinou R$ 46.900,00 (quarenta e seis mil e novecentos reais) da CEAPS para a compra de combustível de aeronave”, traz a ação.

Em alguns dos exemplos citados na peça, de que Eliane Nogueira não seria a beneficiária do avião nem da cota parlamentar, estão o seguinte:

“(…) a senadora Eliane Nogueira apresentou uma nota fiscal de gasto com combustível de avião em Sorocaba, datada do dia 23 de agosto. Ocorre que a senadora Eliane Nogueira não viajou em avião particular; comprovantes de bilhetes de embarque apresentados por ela à primeira-secretaria do Senado mostram que a parlamentar viajou de Brasília para São Paulo, desembarcando no aeroporto de Congonhas por volta das 15h do dia 19 de agosto. Após, a senadora embarcou de volta de São Paulo para Brasília, em um voo saindo de Congonhas às 17h45 do dia 23 de agosto – mesma data do gasto com combustível de avião”, que estaria sendo usado realmente pelo ministro Ciro Nogueira.

“Diante de tal panorama, fica claro que o usuário do combustível é Ciro Nogueira, senador licenciado, e não, Eliane Nogueira, a senadora em exercício. Ambos, agindo em conluio, agiram para fraudar a vedação do uso da CEAPS por senadores licenciados. O primeiro-secretário do Senado, como autoridade responsável pela verificação da regularidade do uso da CEAPS, também é responsável pelo prejuízo aos cofres públicos. Por fim, a União deve figurar no polo passivo, por conta do art. 6º da Lei de Ação Popular”, sustenta o deputado Kim Kataguiri.

DOS PEDIDOS

O deputado pede na ação popular que “o juízo ordene aos réus a juntada de todas as notas fiscais, notas de empenho e documentos que autorizaram gastos e reembolsos de CEAPS de Ciro Nogueira e Eliane Nogueira no ano de 2021, bem como documentos comprobatórios sobre qual aeronave recebeu o combustível e de quem é a sua titularidade”.

Ainda “a anulação dos atos administrativos que autorizaram a despesa ou ressarcimento de despesa com combustível de aeronave usado pela senadora Eliane Nogueira” e a “condenação de Eliane Nogueira, Ciro Nogueira e Irajá Silvestre Filho, solidariamente, a fim de que ressarçam à União o valor de R$ 46.900,00, com juros e atualização monetária”.

Lei proíbe fogos de artifícios com barulho de alta intensidade no Piauí

Está proibido no Piauí o manuseio, a utilização, a queima e soltura de fogos de artifícios, assim como quaisquer artefatos pirotécnicos ruidosos, com exceção dos fogos visuais, com luzes e cores, mas que não produzem ruído de grande intensidade. A novidade, estabelecida pela Lei nº 7.643/21, de autoria da deputada Teresa Britto (PV), foi publicada no Diário Oficial dessa terça-feira (30/11), e deve passar por regulamentação do Governo do Estado.

Teresa Britto ressalta que a medida foi idealizada em benefício do bem-estar de pessoas idosas, bebês e crianças, e pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), além de animais. “Quem tem animal em casa é testemunha do horror que os fogos causam. Eles ficam estressados, chegam a se automutilar e se acidentar, na tentativa de fugir do barulho”, afirma. “A gente já vem há muito tempo lutando, porque para os animais é uma situação muito triste, porque eles têm uma audição muito mais sensível do que a nossa. Um estampido desses de fogos de artifício causa danos na audição, muitos saem correndo nas ruas e são atropelados, muitos caem em buracos, vários problemas são ocasionados”, afirmou a fundadora da Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (Apipa), Isabel Moura, ao comemorar a sanção da lei. 

MULTA – A proibição diz respeito a eventos em recintos fechados e abertos, áreas públicas e locais privados, com exceção de eventos religiosos. Os infratores estão sujeitos a multa de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) para pessoa física e R$ 2.000,00 (dois mil reais) para pessoa jurídica, valor que será dobrado na hipótese de reincidência. A fiscalização e aplicação de multas está sob a responsabilidade do Poder Executivo. O montante que vier a ser arrecadado deverá ser destinado ao custeio de programas voltadas à proteção de animais.

Efeito Bolsonaro:”Fábio Xavier diz a Wellington Dias que deixará PL”

Em conversa reservada com o governador Wellington Dias, o deputado estadual Fábio Xavier, presidente do PL no Piauí, confirmou que seguirá na base governista.

O parlamentar informou que migrará para sigla aliada ao governo estadual.  A definição partidária será resultado de orientação do governador Wellington Dias. (Elivaldo Barbosa)

GPM de Cajueiro da Praia é alvo de arrombamento

A ladroagem não dá trégua e por volta das 22hs 30 desta terça-feira(30), a equipe de serviço da CIPTUR foi acionada para atender ocorrência, e ao retornar à base, encontrou a janela com a grade arrebentada.

A Companhia Independente de Policiamento Turístico, confirmou o arrombamento. Porém, informou que foi levado apenas um aparelho celular de um militar. 

Mas de acordo com outras informações, foram levados também coletes balísticos e fardamento da polícia. 

Nesta manhã, foi solicitado perícia criminal de Parnaíba para Cajueiro da Praia, no sentido de apurar à causa deste arrombamento. (Portal do Catita)

Com a chegada da variante ômicron no Brasil, Sesapi reforça pedido por medidas sanitárias

Após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) confirmar que foram identificadas casos da variante ômicron no Brasil, a Secretaria Estadual de Saúde no Piauí (Sesapi) se pronunciou.

Segundo Herlon Guimarães, superintendente de atenção à saúde da Sesapi, o pedido é que as pessoas compram as medidas sanitárias já conhecidas, como o uso obrigatório de máscara, higienização das mãos, distanciamento social, entre outros.

“Com certeza irão existir mais variantes (do Covid-19) e nós temos que seguir com medidas sanitárias bem rígidas neste momento. Enquanto mantivermos, podemos fazer com que não cheguem ao nosso estado”, afirmou Herlon em entrevista à TV Cidade Verde, divulgada na manhã desta quarta-feira (1º/12).

No Piauí e em todo o Brasil pessoas que têm feito viagens para fora do Brasil estão sendo monitoradas. Nos casos confirmados, a Anvisa informou que foram enviadas para análise laboratorial confirmatória as amostras de dois brasileiros que, preliminarmente, apresentaram resultado laboratorial positivo para a variante ômicron do Sars-CoV-2, após testagem realizada pelo laboratório Albert Einstein.

Isso ocorreu após um passageiro, que desembarcou em Guarulhos no dia 23 de novembro, vindo da África do Sul , portando resultado de RT-PCR negativo, com vistas a se preparar para a viagem de regresso à África do Sul, procurar o laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos, no dia 25 de novembro, para, já na companhia de sua esposa, realizar o teste de RT-PCR requerido para o retorno.

Naquele momento, ambos testaram positivo para a Covid-19 e o fato foi comunicado ao Cievs -SP (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de São Paulo. Diante dos resultados positivos, o laboratório Albert Einstein adotou a iniciativa de realizar o sequenciamento genético das amostras.

O laboratório notificou a Anvisa sobre os resultados positivos dos testes e sobre o início dos procedimentos para sequenciamento genético no dia 29 de novembro e, nesta terça-feira (30) informou que, em análises prévias, foi identificada a variante ômicron do Sars-Cov-2.(OitoMeia)

Mandatos de pais para filhos

Ainda sem conseguir resolver os problemas da capital para a qual foi eleito prefeito, Doutor Pessoa (MDB) agora almeja mais uma proeza, eleger o filho – o Pessoinha – a alguma coisa. A questão é que em Teresina ficará difícil para Pessoinha concorrer ao almejado cargo de deputado estadual e disputar voto com o atual presidente da Câmara, vereador Jeová Alencar (MDB), que vai buscar uma cadeira no Alepi em 2022 e já conta com o apoio da Prefeitura. A solução seria o filho do prefeito disputar uma cadeira de deputado Federal, porém, para isso é preciso ainda mais trabalho da Prefeitura.  

Doutor Pessoa volta a Parnaíba em busca de aliança com Mão Santa. (foto: Instagram)

Mesmo estando apalavrado com Jeová, o prefeito Doutor Pessoa foi no último fim de semana ao Litoral visitar o prefeito de Parnaíba, Mão Santa. Na visita, o prefeito levou o assessor Lucas Pereira, o vereador Renato Beger e também o filho, Pessoinha. E segundo as conversas de bastidores, o que se fala é que o encontro foi sobre uma possível parceria entre os dois prefeitos que querem emplacar os filhos para cargos eletivos.

Em Parnaíba, Mão Santa deseja consolidar a pré-campanha da filha, Gracinha Sousa, para deputado Federal. Como Pessoa quer emplacar o filho Pessoinha como pré-candidato a alguma coisa e para deputado estadual seria bem mais fácil a eleição, o prefeito da capital estaria disposto a investir e apoiar na dobradinha Gracinha para deputado Federal e Pessoinha para deputado Estadual, com campanhas sólidas em Teresina e em Parnaíba.

Prefeito de Teresina voltou a visitar casa de praia do prefeito Mão Santa; última visita foi há dois meses (foto: Instagram)Prefeito de Teresina voltou a visitar casa de praia do prefeito Mão Santa; última visita foi há dois meses (foto: Instagram)

Porém, vale lembrar que se essa dobradinha se confirmar, Doutor Pessoa poderá perder seu mais importante aliado em Teresina, vereador Jeová Alencar, que comanda toda a Câmara e dá como certo o apoio do prefeito à sua candidatura. Já o prefeito de Parnaíba terá que conversar novamente com o senador Elmano Ferrer, que também já pediu o apoio da Prefeitura de Parnaíba. Além de inimizades, o certo é que a tentativa de emplacar o nome de Pessoinha a qualquer custo pode ter a conta alta para o prefeito da capital, que necessita do apoio político da Câmara que é comanda por Jeová, tendo em vista que o apoio popular vem caindo com a falta de ações da atual gestão municipal. O certo é que esses apelos da população, podem tardar, mas também irão chegar aos vereadores.(Politica Dinâmica)

Para Florentino, alta de casos e variante reforçam a continuidade do uso da máscara

O aparecimento da variante Ômicron e alta de casos de Covid-19 registrada em algumas regiões do Piauí reforçam para a continuidade da exigência do uso de máscara em todos os ambientes do estado, justificou o secretário de Saúde, Florentino Neto. A declaração acontece após o mais novo decreto estadual manter o uso do item de proteção e restringir eventos no final do ano

“Embora tenhamos a sensação de que a pandemia está arrefecendo, ainda estamos em um patamar alto de casos. Não podemos baixar a guarda e precisamos incentivar medidas restritivas. Só com isso vamos frear a transmissibilidade e esse ambiente favorável ao vírus e suas variantes”, disse o secretário.

As tratativas para a liberação do uso de máscara no Piauí ganharam força após o vizinho estado do Maranhão tornar facultativo o uso do equipamento de proteção em espaços abertos do estado. No Piauí, antes dos casos suspeitos da variante, o governador Wellington Dias já havia citado a possibilidade de desobrigar a máscara no Natal. 

“Temos que ter muita cautela nesse momento com o aparecimento da variante ômicron, que tem colocado em alerta as autoridades de saúde do mundo inteiro”, reforçou Florentino ao lembrar da necessidade do avanço da vacinação e do retorno para a segunda e doses de reforço. 

De acordo com dados da Fiocruz, o Piauí tem  240.376 pessoas que receberam a primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus, mas não retornaram aos postos para completar o ciclo vacinal. Desde o início da pandemia, o Piauí soma 7.185 mortes e 331.371 de casos confirmados. (Otávio Neto/ODIA)

Sesapi firma parceria com a FIEPI para levar atendimento especializado a todo Piauí

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) firmou uma parceria com a Federação da Indústria do Piauí (FIEPI) para levar serviços de saúde especializados a todas as regiões do estado. O acordo para o desenvolvimento de projetos integrados em prol da saúde foi acertado durante reunião entre o secretário de Saúde, Florentino Neto e o presidente da Fiepi, Antônio José Moraes Souza Filho, no início de novembro.

Nesta terça-feira(30) aconteceu a primeira reunião técnica entre membros da Sesapi e Fiepi para traçar estratégias e estabelecer as ações a serem implementadas conjuntamente. O convênio para execução da “parceria pela saúde” deverá ser assinado nos próximos dias.

O objetivo é atender a demanda reprimida de serviços especializados e descentralizar os atendimentos, como explica o diretor de Contratos Convênios e Assuntos Estratégicos da Sesapi, Neris Machado Júnior.“Esta parceria vai buscar levar saúde para todos os municípios do estado. Onde vamos entrar com atendimento especializado e a FIEPI com sua estrutura física de carretas e consultórios. Hoje nos reunimos para formatar o projeto e logo estaremos presentes em todas as cidades”.

A Sesapi pretende colocar este serviço à disposição da população até o início de 2022, após levantamento da demanda por saúde reprimida em cada região. “Vamos diagnosticar qual a necessidade de cada território de saúde, para podermos demandar os serviços àquela população e junto com a Fiepi elaborar o projeto específico de atendimento”, disse a diretora de Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar, da secretaria, Joselma Oliveira

Na parceria a Federação da Indústria do Piauí entrará com sua estrutura de carretas de saúde e de seus consultórios móveis e a Sesapi será fornecedora dos profissionais especializados em cada área. “Nosso intuito é levar ações de saúde contemplando aquelas comunidades menos assistidas, aproveitando todo nosso parque de unidades móveis e nossas unidades fixas, que estão espalhadas de em algumas cidades que vão desde Parnaíba na região Norte a Corrente no Sul do Piauí. E vamos avançar no desenho desse convênio para no início do próximo ano iniciarmos “, disse o diretor do Serviço Social da Indústria, Mardônio Neiva, que estava representando a FIEPI.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, participou de forma remota da reunião, pois está em Brasília resolvendo demanda da Sesapi, e pediu empenho e celeridade para que esta ação inicie de forma mais breve possível. “Esta parceria é de suma importância para atendermos ainda mais piauienses, e pedi que o mesmo seja executado o mais rápido possível, uma vez que queremos levar a saúde a cada canto do Piauí e mais perto da nossa população, já que a pandemia nos deixou com muita demanda reprimida e parcerias como esta só vem a somar”, destaca o gestor.

F

Deputados Carlos Augusto e Dr. Hélio acertam filiação ao PSD

Parlamentares decidem sair do PL após filiação do presidente Jair Bolsonaro.

Deputados acertaram com o PSD na tarde desta terça-feira

Os deputados estaduais Coronel Carlos Augusto e Dr. Hélio, ambos do PL, acertaram na tarde desta terça-feira (30) a filiação ao PSD. Os dois parlamentares decidem deixar o PL após o presidente da República Jair Bolsonaro ter se filiado ao partido hoje pela manhã

Aliados do governador Wellington Dias (PT) no Piauí, Carlos Augusto e Dr. Hélio não enxergaram possibilidade de ficar numa sigla que tem como membro o presidente Bolsonaro. Eles se reuniram com o deputado estadual Georgiano Neto e deram o sim para o PSD.

Com futuro partidário definido, eles agora só aguardam a janela partidária para assinarem a ficha. A tendência do PL no Piauí é se esvaziar com a chegada de Bolsonaro ao partido. Com a ida dos dois, o PSD passará a contar com pelo menos três deputados estaduais em 2022.(Gustavo Almeida/Lupa1)

Wellington deixa presidência do Consórcio Nordeste e faz balanço de sua gestão

 governador Wellington Dias esteve na manhã desta terça-feira (30/11), em Brasília, na sede do Consórcio Nordeste para Assembleia Geral com membros do grupo. Durante o encontro, o chefe do Executivo piauiense passou a presidência do Consórcio para o governador pernambucano Paulo Câmara. Dias aproveitou para agradecer e fazer um balanço do ano de 2021.

“Sucedi uma brilhante gestão do governador da Bahia, Rui Costa, e sou muito grato pela confiança dos meus pares, os governadores dos nove estados do Nordeste. Pelo Consórcio Nordeste foi possível uma integração com consórcios de outras regiões, como a Amazônia e Centro-oeste. Consolidamos a nossa sede na capital federal e fortalecemos ações para a saúde, principalmente com o desafio da Covid-19. Felizmente, muitas ações colocaram o Nordeste num nível menor de casos e óbitos”, disse.

    CCom

Dias destacou também o trabalho realizado para a área da segurança, social, educação. “Também tivemos uma boa relação com os outros estados brasileiros, com o setor privado, com o setor internacional, com as embaixadas dos diversos países, com os organismos internacionais como o Banco Mundial, Banco Interamericano e a Agência Francesa de Desenvolvimento. Houve um bom diálogo e integração também com o Congresso Nacional e os municípios”, afirmou.

O governador piauiense citou ainda que em 2021, o Consórcio Nordeste lançou o programa “Nordeste Acolhe”, voltado para os órfãos da Covid-19. O projeto foi idealizado através da Câmara Temática da Assistência Social e consiste no pagamento do benefício no valor de R$ 500 mensais a todas as crianças e adolescentes que ficaram órfãos devido à pandemia da Covid-19 até o alcance da maioridade civil (21 anos).

O Consórcio Nordeste trabalha suas ações através de suas Câmaras Temáticas. Atualmente 15 atuam nos nove estados, em breve 3 devem ser implantadas.

 

Valdeci já prepara material de possível candidatura a senador

Depois de anunciar sua disponibilidade em disputar o mandato de senador da República pelo PP, contando com apoio do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Ciro Nogueira, o vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio, Valdeci Cavalcante, apresentou a fotografia que ilustrará seu material de campanha, caso se confirme a indicação de seu nome para a disputa senatorial.

Valdeci Cavalcante, vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio

Reafirmando a disposição de entrar na disputa por um mandato eleitoral, Valdeci Cavalcante tem dito que o Piauí precisa eleger uma bancada afinada com o governo federal, para que “possam ter credibilidade e conseguir muitos recursos para alavancar o progresso no Estado do Piauí”.

Valdeci Cavalcante disse ainda que o convite para que saia candidato partiu do ministro Ciro Nogueira, que é o presidente do PP. “Não tenho interesse pessoal em ser candidato, mas estou à disposição do Piauí”, afirmou.

Fonte: Ascom

Oposição projeta cenário com Regina Sousa disputando governo estadual

Lideranças do Progressistas não apostam na candidatura do secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, ao governo do Estado.

Setores adversários ao PT e ao governo acreditam que dificilmente Regina Sousa, no poder e mais conhecida que Fonteles,  abrirá mão de concorrer à reeleição. No PT, no entanto, a questão está resolvida e o candidato a sucessor de Wellington Dias no Palácio de Karnak será Rafael Fonteles.(ElivaldoBarbosa)

Bolsonaro assina ficha de filiação ao PL para disputar reeleição 2022

Após dois anos sem partido e meses de tratativas, o presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, 30, sua filiação ao PL e, agora, já tem sigla para disputar a reeleição em 2022. A entrada na legenda comandada por Valdemar Costa Neto, ex-deputado federal condenado e preso no escândalo do mensalão, sela o casamento do presidente, eleito em 2018 na esteira da antipolítica, com o Centrão.

O ato de filiação ocorre no Dia do Evangélico, no Complexo Brasil 21, em Brasília, e conta com a presença de parlamentares e titulares da Esplanada. O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o senador Flávio Bolsonaro, filho “zero um” do presidente, também se filiaram hoje ao PL.

No discurso de posse, Bolsonaro agradeceu Costa Neto pela “confiança”, mas ponderou que a escolha do partido “não foi fácil”. “Obviamente isso nos deixa bastante felizes. Sinal de que somos queridos. Não podemos agradar a todos, mas fazemos o possível”, declarou o presidente. “Nenhum partido será esquecido por nós”, garantiu. “Queremos composição nos Estados”.

O presidente ainda voltou a elogiar o ministro do STF Kassio Nunes Marques, indicado por ele à Corte – “um ministro que tem feito o seu trabalho” – e reiterou elogios ao seu nome para a vaga em aberto, André Mendonça. “André conversou com todos os senadores”, afirmou. Em seguida, o chefe do Executivo declarou que nunca vai apresentar uma proposta para controlar a mídia ou as redes sociais.

Bolsonaro encerrou seu discurso entoando o lema de 2018: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”

Seduc abre matrículas para o ano letivo de 2022


As aulas da rede estadual de educação terão início dia 01 de fevereiro de 2022. Para realizar a matrícula em uma Escola da Rede Pública do Piauí, no ano letivo de 2022, basta seguir duas etapas: inscrição on-line e confirmação presencial. As matrículas iniciam nesta terça (30/11) e seguem até o dia 30 de dezembro.

A inscrição on-line deverá ser realizada pelos pais ou responsáveis (em caso de menores de 18 anos) ou o próprio aluno (maior de 18 anos) por meio da internet, no endereço eletrônico www.seduc.pi.gov.br/matricula, até o dia 30 de dezembro de 2021. Em casos de falta de acesso à internet, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) orienta que pais ou responsáveis busquem os laboratórios de informática das Escolas Estaduais da sua cidade.

Já a confirmação presencial deve ser feita na Unidade Escolar ou Centro de Ensino escolhido pelo estudante durante a matricula on-line e ocorrerá por meio de registro em livro de matrícula, ficha individual e com a entrega da documentação exigida no Edital.  Esta etapa acontecerá no período de 03 a 07 de janeiro de 2022, conforme agendamento da escola em atendimento ao Protocolo Sanitário. Para que o estudante tenha a opção de escolher a unidade que deseja estudar, as duas etapas devem ser feitas no período determinado pela Seduc.

Para os alunos que já estudavam em escolas públicas, a renovação da matricula será realizada automaticamente, no período de 01 a 15 de novembro de 2021, e não será necessário se deslocar até a escola para fazer renovação.

No ato da confirmação presencial deverão ser apresentados todos os documentos exigidos pelo edital, de acordo com cada nível/modalidade de ensino, bem como confirmação de informações prestadas pelos pais, responsáveis ou pelo próprio aluno, quando este for maior de idade. Para informações sobre transferência de escola e documentos exigidos para realização da matrícula, clique aqui e acesse o edital.


Fonte: SEDUC PI

Sesapi realiza força-tarefa em municípios do PI com altas de casos de Covid

A força-tarefa montada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) para monitorar a situação da Covid-19,nas cidades com alta incidência da doença, está essa semana no território Vale dos Rios Piauí e Itaueira, que compõe 19 municípios piauienses. Foram enviadas para a região equipes do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), Vigilância Sanitária do Estado (Divisa), Atenção Básica e FioCruz.

Secretário de Saúde diz que o foco é verificar as dificuldades enfrentadas para o controle da doença - Foto: Ascom

Secretário de Saúde diz que o foco é verificar as dificuldades enfrentadas para o controle da doença – Foto: Ascom

Os técnicos da Sesapi estão reunidos com os gestores municipais de saúde para discutir a situação epidemiológica e o índice de cobertura vacinal dos municípios. “O foco é verificar as dificuldades enfrentadas para controle da doença e a partir desses dados traçarem as estratégias para barrar a transmissibilidade da doença nas cidades com maior incidência de casos”, explica o secretário Florentino Neto.

De acordo com o gestor, o objetivo da Sesapi é apoiar as equipes municipais na aplicação de medidas de combate ao coronavírus e, assim, conter o avanço da doença na região. “Nossas equipes estão realizando o alinhamento das ações, prestando todo o apoio necessário para adoção de medidas sanitárias e de incentivo à vacinação”, destaca o secretário.

As reuniões realizadas pela força-tarefa acontecem, até esta quarta-feira (01), em Floriano e São José do Peixe. O secretário Florentino Neto destaca a importância do trabalho estratégico de orientação com o objetivo de ajudar o município a identificar e implementar ações eficazes contra o avanço do coronavírus. “ A nossa preocupação é que a alta de contágio e a resistência à vacinação são favoráveis ao aparecimento de novas variantes, como a Delta e Ômicron, por exemplo”, finaliza.

Hilder Monção, sem partido, continua no corpo-a-corpo de sua pré-campanha a deputado estadual

Já foram muitos bairros e povoados percorridos, atendendo convites e ouvindo as reclamações e demandas das pessoas; o que sentem e o que esperam da classe política com vistas às eleições de 2022. “Estamos na batalha como um nome novo, que nunca disputou um pleito mas que está pavimentando um caminho, com humildade, para conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa, caso conquiste primeiro a confiança da população”. É o que diz o jornalista e pré-candidato a deputado estadual Hilder Monção.

Hilder Monção

Ainda sem Partido, ele diz que a filiação do presidente Bolsonaro no PL provocou incertezas e indecisões temporárias dentro do Partido no Piauí. “Mas estas indefinições logo estarão superadas” – diz. Monção também afirma que ainda não se decidiu pelo nome do deputado federal com quem deverá fazer dobradinha, embora esteja construindo um diálogo neste sentido com o ex-deputado Paes Landim. “Mas ainda não há definições, é algo a ser construído com muita segurança” – pontua o jornalista.

Por outro lado, o crescimento do nome de Hilder Monção dentro de Parnaíba e região, nas pesquisas internas que os partidos vem realizando, tem provocado “ciumeira” nos diversos setores políticos locais, principalmente por se tratar de alguém que não anda à procura da sombra de velhas e carcomidas lideranças, que hoje representam o atraso. Monção disse que, independentemente da quantidade de votos que venha a ter, deseja creditá-los, não a padrinhos políticos, mas às pessoas às quais tem buscado e vai buscar apoio.(Ascom)

 

Presidente do AGIR 36 do Piauí recebido pelo vice-presidente Mourão

Presidente do AGIR 36 Piauí, Raimundo Viana, vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão e presidente nacional do AGIR, Daniel Tourinho

O Presidente Regional do Partido AGIR 36, Raimundo Viana, e o presidente nacional, Daniel Tourinho, foram recebidos ontem (29) em Brasília pelo vice-presidente da República Hamilton Mourão, onde trataram de diversos assuntos do interesse do partido e do país, bem como as perspectivas para o pleito do ano que vem.

Daniel Tourinho e Raimundo Viana

Com o presidente Nacional do Partido, Daniel Tourinho, Viana discutiu pontos ligados ao programa do partido em nível nacional, bem como  as metas a serem atingidas em 2022, com o objetivo de  aumentar o número de filiados em todo o país.

Raimundo Viana, que é vereador no Sul do Piauí (Monte Alegre) vem demonstrando um grande poder de articulação, inclusive em Brasília, com o objetivo de tornar real seu desejo de transformar o AGIR 36 num partido competitivo que abrigue grandes nomes do cenário político estadual. No Piauí, Viana  tem se articulado com políticos de vários segmentos, preparando sua legenda partidária para colocar em prática a nova política, onde os interesses coletivos estejam acima de quaisquer outros planos.