Golpistas aproveitam pandemia do coronavírus para aplicar fraudes na internet

Criminosos estão aproveitando o clima emergencial da pandemia de Covid-19 para aplicar golpes na internet. Para isso, oferecem doação de máscaras e álcool em gel, testes rápidos, TV a cabo e outras vantagens falsas para extorquir suas vítimas.

O delegado de Polícia Civil, Matheus Zanatta, alerta que a prática é mais frequente do que se imagina e engana muitas pessoas

“Rotineiramente estão sendo aplicados golpes pela internet. Esses golpistas usam temas atuais. Então é tomar cuidado com esses golpes. Sempre desconfiar de links. Na dúvida, vá no site do governo estadual, municipal para conferir”, explicou. 

Confira abaixo os principais golpes que circulam atualmente. Os golpes geralmente funcionam por meio de links e apresentam vantagens em produtos e serviços.

  • Agende teste do cornavírus: os golpistas oferecem teste para a Covid-19, serviço que apenas os hospitais públicos e da rede privada, após internação, podem oferecer;
  • Kit gratuito de máscara e álcool em gel dado pelo governo: apenas os profissionais da saúde e os servidores públicos em serviço estão recebendo os equipamentos pelo governo, a distribuição não é universal;
  • Álcool gel doado por uma cervejaria. Registre-se: o link é falso e não é o da cervejaria que anunciou a produção de álcool em gel. A empresa informou que a prioridade é para unidades de saúde.
  • Liberação gratuita de TV a cabo e streaming: não acessar o link compartilhado. Para conferir se a TV está oferecendo alguma vantagem nesse período, acesse o site oficial.
  • Formulário de auxílio emergencial: o auxílio é federal e deve estar ligado ao governo federal. Na dúvida, busque diretamente nos sites oficiais do governo.
  • E-mails com links falsos em nomes de hospitais e bancos: não acessar links enviados por e-mail sem ter a certeza de que são enviados pelo banco ou hospital. 

Medidas de proteção

Dentre as principais medidas de proteção estão: evitar aplicativos e programas que você não conhece, não abrir links desconhecidos enviados através de e-mail ou whats app e não enviar dinheiro para contas enviadas por mensagem ou por links em redes sociais. Outra medida é configurar a segurança dos aplicativos habilitando a verificação em duas etapas em aplicativos como Facebook, WhatsApp e e-mail.

Valmir Macêdo (Com informações do Notícias da Manhã)

Sinte não participa da audiência pública na Assembleia Legislativa

Sinte Piauí não participou da audiência virtual que, nesta quarta-feira (1º de abril), debateu na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) o Projeto de Lei do governo Wellington Dias que reajusta os salários dos/as professores/as da rede estadual de ensino. Entendendo que, em função da Covid-19, é inviável a realização de uma audiência pública presencial, e, visto que toda a sociedade está concentrada no enfrentamento a pandemia, a percepção da entidade era de que a audiência pública seria adiada.

Conceitualmente, uma audiência pública é uma reunião transparente, envolvendo ampla discussão, permitindo  a comunicação entre distintos setores da sociedade e os/as legisladores/as. Nesta perspectiva, promove a participação popular, atribuindo a sociedade o poder de influenciar na decisão sobre suas demandas.

Considerando que este poder emanaria, fundamentalmente, do calor da presença e da mobilização dos/as trabalhadores/as em educação básica do Piauí, em greve há 50 dias, o Sinte Piauí manifesta a sua discordância com a realização de uma audiência “pública” de fachada, virtual, sem público, visto que o apoio popular é vital na exposição e nas demonstrações no que tange a receptividade aos argumentos em uma audiência pública de verdade.

Este arremedo de audiência pública esvazia o poder de pressão da categoria na defesa de sua valorização profissional.  Portanto, em função do exposto o Sinte Piauí não participou desta audiência virtual, por respeito a luta e a mobilização da categoria, sublinhando que, neste formato, a audiência minimiza a legitimidade e a transparência da decisão legislativa, elimina a sua essência plural, norteada pelo sentido contemporâneo de democracia representativa, mais participativo e deliberativo, estabelecendo uma honesta relação dialógica entre a sociedade civil e os/as nobres deputados/as estaduais.

Direção do Sinte-PI

RESPEITAR A QUARENTENA É UM ATO DE CIDADANIA E UMA EXPRESSÃO DE AMOR AO PRÓXIMO!

Isolado, Kairo Amaral posta mensagem emocionante nas redes sociais

Reprodução: TV Meio Norte

O jornalista Kairo Amaral já recebeu alta da UTI e até a data de hoje(01) segue se recuperando em casa e isolado. Já que imunidade do jornalista etá baixa e devido ao coronavírus, o comunicador precisa de cuidados especiais para evitar ser infectado.

Kairo teve complicações por conta do efeito colateral que sofre pelo tratamento contra um câncer que o jornalista enfrenta. A boa notícia é que ele se recupera bem, inclusive, publicou uma mensagem em seu facebook agradecendo as orações e a torcida para sua recuperação.

Fonte:Meio Norte

Adapi garante qualidade do leite comercializado no Piauí

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), reitera a nota técnica da Agencia de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi) sobre a qualidade do leite comercializado no estado.

O documento, emitido pela Adapi, nessa segunda-feira (30), garante, para a população, a segurança no consumo do leite e derivados deste, oriundos de empresas que passam pelo crivo dos Serviços de Inspeção Municipal (SIM), Estadual (SIE) e Federal (SIF).

A nota técnica evidencia que, tanto o leite, quanto seus derivados, estão isentos de qualquer risco de contaminação por qualquer microorganismo, incluindo o novo coronavírus causador da Covid-19, visto que a possibilidade de contaminação é eliminada no processo de pasteurização, sob altas temperaturas, pelo qual o leite passa.

Confira aqui a Nota Técnica – Consumo de Leite e Derivados. Elizabeth Sá)

Idosos com mobilidade reduzida são vacinados dentro de carros em Parnaíba

Para atender ao maior número de pessoas imunizadas na campanha de vacinação da Influenza/gripe H1N1 em Parnaíba, a Secretaria Municipal da Saúde (SESA) adotou a vacinação de idosos com dificuldade de locomoção dentro de carros. A ação ocorreu na Unidade Básica de Saúde Iracema Feitosa de Brito, conhecida “UBS Chico Berto”, e contou com o trabalho de vários profissionais durante o atendimento especial que se assemelha ao modelo “Drive Thru”. 
Em relação a idosos sem dificuldade de locomoção, a vacinação contra a gripe segue com as mesmas medidas de segurança adotadas em outras unidades municipais de saúde, obedecendo à risca as orientações do Ministério da Saúde. 

A Secretária Municipal de Saúde, Rejane Moreira, informa que toda a metodologia de atendimento tem como objetivo principal evitar que o grupo de risco, formado por idosos e pessoas com doenças crônicas, fique exposto e em contato direto com outros pacientes das UBS’s, evitando a possibilidade de contaminação em espaços fechados.
Como a procura pelas doses nos primeiros dias da campanha foi muito grande na primeira etapa, e ainda se mantém no mesmo ritmo para a vacinação de idosos, a Secretaria Municipal de Saúde solicitou uma nova remessa de vacinas ao órgão estadual responsável pela distribuição. Como exemplo, apenas na UBS do Chico Berto, uma das mais procuradas de Parnaíba, foram realizadas centenas de atendimentos de idosos em um curto espaço de tempo, surpreendendo a equipe de profissionais da unidade de saúde.
DADOS ATUALIZADOS
De acordo com informações da Secretária Rejane Moreira, da Saúde, fornecidos nesta quarta-feira(1º), “já foram vacinados 13 mil  idosos e 2.000 profissionais de saúde, num total de 15.000 vacinados. Estão faltando 18% de vacinas que ainda não sabemos quando o Ministério da Saúde vai nos enviar”- destacou a secretária.

SESI-PI inicia campanha de vacinação na indústria contra a gripe

O Serviço Social da Indústria (SESI-PI) iniciou a campanha de vacinação na indústria contra a gripe (H1N1). A adesão pode ser feita até o dia 15 de abril e tem como meta imunizar até 8  mil trabalhadores no Piauí.
O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), Zé Filho, explica que a vacina é muito importante para trabalhador e para o empresário industrial, pois além de ajudar a preservar a saúde do colaborador, reduz afastamentos e consequentemente custos assistenciais, ao mesmo tempo que colabora para não haver sobrecarga nos hospitais, que já estão enfrentando dificuldades com a Covid-19.
“É muito importante a adesão à campanha de vacinação da gripe. Os parceiros que já fazem essa imunização todos os anos e que ainda não procuraram o SESI, podem entrar em contato a partir de agora. Aqueles que ainda não são parceiros podem nos procurar para que possamos iniciar esse trabalho em 2020”, reforça Zé Filho.
Benefícios da vacinação na indústria contra a gripe:
-Melhora da imunidade coletiva, contribuindo para a saúde da comunidade;
-Redução dos afastamentos e atestados de trabalhadores motivados pela gripe e suas complicações;
-Redução de custos assistenciais com planos de saúde;
-Evita uma potencial epidemia de gripe
Para aderir ou saber mais detalhes da campanha de vacinação do SESI para os trabalhadores entre em contato por meio do whatsapp (86) 99451-8751 ou  e-mail para [email protected]

Prefeito Mão Santa verifica “in loco” funcionamento do Restaurante Popular

Na manhã desta quarta-feira (1º), o Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, fez uma visita ao Restaurante Popular de Parnaíba, que funciona atualmente com entrega de refeições no sistema ‘delivery’, onde o usuário compra a ficha e já leva a ‘quentinha’ para casa ou trabalho. Com essa medida, o espaço interno do restaurante não é utilizado para o consumo do alimento, evitando a eventual possibilidade de contágio do novo Coronavírus.

Mão Santa falou com as pessoas que estavam na fila de espera para a compra da refeição, que custa R$ 2,00  e garantiu a todos que o local vai continuar em pleno funcionamento durante o período de quarentena do Coronavírus na cidade. O Prefeito de Parnaíba sabe da importância do projeto de segurança alimentar para quem dispõe de pouco recurso para a compra de comida. 

Como exemplo, o Prefeito Mão Santa citou que o preço de uma refeição “prato feito (PF)” nos restaurantes tradicionais, custa em média R$ 10, enquanto no Restaurante Popular, subsidiado com recursos do Governo Federal e da Prefeitura de Parnaíba, o almoço sai por um valor muito abaixo disso, sendo acessível para grande parte da população. Em resumo, o que se gasta com a compra de um “PF” vale por cinco refeições no Restaurante Popular, ou seja, o usuário passa a semana quase toda se alimentando usando o mesmo valor. A economia é bastante considerável e atende principalmente a pessoas de baixa renda, trabalhadores do comércio, estudantes, vendedores ambulantes. 

“Estamos garantindo o almoço de quem só possui R$ 2,00 no bolso. Muita gente vem aqui porque sabe que a refeição é de boa qualidade e com um preço baixo. Temos que manter esse serviço em funcionamento, da mesma forma que fazemos com os beneficiados do projeto social Centro Pop. Lá, os moradores de rua também estão recebendo as ‘quentinhas’ nesse sistema”, disse o Prefeito Mão Santa, que ainda agradeceu a todos os funcionários do Restaurante Popular pela forma atenciosa como estão conduzindo os serviços nesse período emergencial. 

Família Ibiapina cede hospital para tratamento do coronavírus no litoral do Piauí

O médico e empresário Ariosto Ibiapina, em nome da família, cedeu o Hospital Promédica, em Parnaíba,  para tratamento do coronavírus sem cobrar ao Governo do Estado.

Ariosto também é dono da Pousada BGK, em Barra Grande. Seu hospital estava fechado há seis anos e tem 62 leitos. A Secretaria Estadual de Saúde irá realizar uma pequena reforma para início do funcionamento, para que possa atender pacientes da região.

Ariosto Ibiapina
Ariosto Ibiapina     Reprodução Barra Grande News

“A Família Ibiapina acaba de colocar à disposição do senhor secretário de Estado da Saúde do Piauí, Dr Florentino Véras, a Promédica – Hospital, com todos os seus equipamentos e estrutura, sem qualquer custo para o poder público e por tempo indeterminado. Tal atitude tem o intuito de ajudar a minimizar as consequências que a pandemia de COVID-19 pode trazer à nossa comunidade. Parnaíba precisa de todos”, postou a família.

 

Mateus Supermercado:Estrutura totalmente erguida para funcionamento

Estrutura física do supermercado Mateus em Parnaíba-PI, está totalmente concluída. 

A data de funcionamento deste estabelecimento está prevista para o mês de abril do corrente ano. 

Mateus fica localizado na Avenida São Sebastião ao lado do Parnaíba Shopping, no Reis Veloso.  Fica entre os 10 do ranking nacional de supermercados. (Portal do Catita)

Residência da família Silva na Pedra do Sal hoje é tapera

Casarão em ruína em cima das pedras na praia de Pedra do Sal em Parnaíba, litoral do Piauí. O imóvel pertencente à família Silva já serviu de cartão postal e foi destaque na mídia nacional e mundial. 

Pela imagem observa-se que a estrutura arquitetônica do imóvel ficou completamente destruída.

Já diz o provérbio popular, ‘onde foi casa, hoje é tapera’!(Com informações do Portal do Catita)

Florentino Neto não tem informações sobre contratação de hospital pacientes de Coronavírus

Florentino Neto não sabe de nada sobre novo hospital de campanha que será instalado no Verdão; SESAPI vai “entrar com o corpo clínico” apenas (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Vamos falar de saúde. Vamos falar de recursos públicos. Vamos falar de transparência. Há dez dias, o governador do Piauí, o senhor Wellington Dias (PT) decidiu que iria instalar no ginásio Verdão um hospital de campanha. A princípio, ok!, grande idéia!

Mas vamos respirar e observar os detalhes, afinal, o histórico da gestão de Wellington Dias recomenda cautela e fiscalização.

Nesse tempo de crise em que todo centavo vai fazer falta, o Grupo Claudino cedeu à Prefeitura de Teresina um dos imóveis mais caros da capital, onde funcionava um supermercado no meio da Avenida Frei Serafim. A Universidade Federal do Piauí cedeu o novíssimo Ginásio de Badminton também para a PMT. Tudo custo zero.

Aí vem o Governo do Estado e quer instalar um hospital num imóvel que era seu, mas pagando o aluguel??? 

A contratação do hospital de campanha vai ser feita pela rainha das PPPs, Viviane Moura. Suspeito? (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)A contratação do hospital de campanha vai ser feita pela rainha das PPPs, Viviane Moura. Suspeito? (foto: Jailson Soares | politicaDinamica.com)

Tá muito suspeito tudo isso. A contratação do hospital não vai ser feita pela Secretaria de Saúde. Quem vai fazer isso é a superintendente das PPPs, a senhora Viviane Moura.

Com que fonte de recursos? Com que critérios?

Ninguém sabe. Só se sabe que ela vai contratar a empresa que venceu uma licitação que ela comandou.

Suspeito é o mínimo e a gente explica no vídeo! Clica aí!

Por:Marcos Melo

Escolas dispensadas dos 200 dias letivos

O governo federal publicou nesta quarta-feira (1º) a Medida Provisória 934/2020. A MP dispensa as escolas de educação básica e as instituições de ensino superior do cumprimento do mínimo de 200 dias letivos anuais previstos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação do País.

A medida é excepcional e vale só para este ano por causa da crise vivida no Brasil decorrente do novo coronavírus. Escolas e universidades em vários Estados estão com aulas presenciais suspensas para evitar aglomerações de pessoas e diminuir o risco de propagação da doença.

Para as escolas de ensino fundamental e médio, a Medida Provisória desobriga os estabelecimentos do total de 200 dias letivos, desde que cumpram a carga horária mínima anual exigida na lei, que são 800 horas de aula por ano.

Para as universidades, na hipótese de adotarem uma quantidade menor do que os 200 dias letivos, elas poderão abreviar a duração dos cursos de Medicina, Farmácia, Enfermagem e Fisioterapia, mas, para isso, os alunos terão de cumprir, no mínimo, 75% da carga horária do internato, no caso de Medicina, e do estágio curricular obrigatório, no caso dos cursos de Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia. 

A Medida Provisória foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Fonte: Estadão Conteúdo

‘Praias lotadas’ e ‘prefeito sumido’, diz vice-prefeito ao relatar situação de Cajueiro da Praia-PI

Em meio à pandemia do coronavírus, os governos, em todos os seus setores, tem se mobilizado e tomado medidas de controle e prevenção ao vírus. Um esforço coletivo que está sendo realizado entre o governo Estadual e Municípios para tentar minimizar as consequências da doença no estado. No entanto, uma denúncia grave chegou ao Portal Encarando, onde a população fazem um alerta para o “descaso” na cidade de Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí.

Segundo relato, as medidas de controle ao Covid-19 foi tomada por parte da administração municipal, não estão sendo suficientes para manter a população segura. A cidade é comandada atualmente pelo prefeito, Dr. Girvaldo Albuquerque (PRB), que foi duramente criticado em um áudio pelo vice-prefeito, Decarts Veras, que questionou ao presidente da Câmara da cidade, vereador Denis Pescados (PRB), o motivo pelo qual não há nenhuma intervenção por parte dos administradores públicos para barrar a circulação de pessoas nas praias locais. Lembrando que o município possui algumas das praias mais conhecidas do Piauí, como a de Barra Grande.

No áudio, o Decarts Veras comenta que o prefeito está “sumido” e não mostra preocupação com a cidade. Ele ainda relata que, apesar de quiosques, restaurantes e bares estarem de portas fechadas, as praias permanecem cheias, “parecendo no mês de julho”. Ouça:

Nossa equipe apurou que a Prefeitura Municipal adotou medidas como: cancelamento das aulas da rede municipal de ensino, por tempo indeterminado, e emitiu recomendações à população para que evitem aglomerações. Na cidade, também estão sendo realizados plantões epidemiológicos de segunda à sexta-feira. No entanto, não encontramos nada relacionado à circulação de pessoas nas praias.

Também tentamos contato com o prefeito, Dr. Girvaldo, para comentar o caso, mas não conseguimos localizá-lo. O espaço está aberto para maiores esclarecimentos.(Laurivânia Fernandes)

Sindicato faz apelo para que população evite ir a bancos

Imagem ilustrativa

O presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí, Odaly Medeiros, faz um apelo para que clientes de bancos evitem ir às agências bancárias durante a pandemia do novo coronavírus. 

Nessa terça-feira (31) o Cidadeverde.com flagrou dezenas de pessoas aglomeradas em filas nas portas de bancos no Centro de Teresina. Muitos usavam máscara de proteção com medo do contágio do coronavírus.

Odaly afirma que o Sindicato dos Bancários está preocupado com essas aglomerações e ressalta que os bancos estão trabalhando com apenas 30% dos trabalhadores, o que torna o atendimento restrito.

“Estamos atendendo o que é essencial. Nós aconselhamos não ir à agência. Só quando não tiver ,de fato, outra alternativa. Nos preocupa aglomeração das pessoas na porta das agencias bancárias”, disse.

Medidas como ordenamento nas filas, limitação de acessos, horários diferenciados para atendimento de clientes que estão no chamado grupo de riscos estão sendo adotadas na agências do Piauí. Os bancários também pedem o uso de canais digitais.

“Cuidado porque não é só tua vida, mas as vidas de tantas pessoas estão em risco nesse momento.  Cada um tem que fazer sua parte”, alerta o presidente. (Izabella Pimentel)

Bancada federal piauiense destina mais de R$ 78 milhões para saúde do estado

Deputados e senadores que integram a bancada do Piauí no Congresso Nacional destinaram R$ 78,4 milhões em emendas para serviços na área de saúde do estado. O recurso, com previsão orçamentária impositiva, deve ser disponibilizado para auxílio no enfrentamento da crise provocada pelo novo coronavírus (Covid-19).

Os recursos vão ajudar a combater os efeitos do novo coronavírus no Piauí – Foto: Assis Fernandes/O Dia

“Esse montante foi destinado com carácter de urgência para ajudar no combate ao coronavírus no estado. Esse valor irá ajudar na compra de materiais importantes como equipamentos de proteção individual, respiradores, máscaras, álcool em gel”, explicou o deputado Átila Lira (Progressitas), coordenador do grupo. 

Deste total, R$ 58 milhões serão alocados ao Piso da Atenção Básica (PAB), responsável pelo financiamento de estratégias realizadas no âmbito da atenção básica. O valor restante, pouco mais de R$ 20 milhões, destina-se ao Limite Financeiro da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC), e inclui incentivos de custeio aos fundos de saúde dos estados e municípios.

Além da verba de bancada, o estado também será contemplado com outros R$ 180,1 milhões, referente à emendas individuais de deputados e senadores, destinadas para incrementar e promover ações de prevenção e enfrentamento à pandemia. 

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Exclusivo: ‘isolamento social’ contra Covid19 tem apoio de 81,1% dos brasileiros

Exclusivo: ‘isolamento social’ contra Covid19 tem apoio de 81,1% dos brasileirosEntre jovens de 16 a 19 anos, chega a 96,4% o apoio à medida que Bolsonaro critica

Levantamento exclusivo encomendado pelo site Diário do Poder à Orbis Pesquisa sobre as consequências da pandemia do coronavírus, mostra que 81,1% dos entrevistados dizem ser favoráveis ao “isolamento social para cortar a circulação do vírus”, medida preconizada pela maioria dos países e criticada pelo presidente Jair Bolsonaro. Entre jovens de 16 a 19 anos, o apoio ao isolamento impressiona: 96,4%. Também é maciço na faixa etária de mais de 65 anos o engajamento à medida: 88,8%. A Orbis entrevistou 2.163 pessoas em todo o País, na segunda-feira (30). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O apoio ao “isolamento social” para combater o vírus tem apoio maior entre mulheres (86,9%) do que entre homens (74%).

A maior rejeição ao “isolamento social” está na faixa etária de 20 a 35 anos: mesmo assim, somente 26,9% são contra a estratégia.

Apesar de 81% apoiarem o isolamento, são 60% aqueles que acham que a estratégia deve ser manter todo mundo isolado, evitando o convívio.

A pesquisa Diário do Poder/Orbis mostra que são 28,4% aqueles que apoiam isolamento de grupos de riscos e 5,1%, o de casos suspeitos.

“Janela” partidária se fecha na sexta-feira

Começou a contagem regressiva para as eleições municipais de 2020, conforme o calendário elaborado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

De acordo com o calendário do TSE, o prazo da chamada ‘janela’ eleitoral acaba na próxima sexta-feira, dia 3.

Até lá, vereadores podem mudar de partido para concorrer à eleição (majoritária ou proporcional) de outubro sem incorrer em infidelidade partidária. A ‘janela’ foi aberta em 5 de março.

Também este mês, no dia 4 – seis meses antes do pleito – esgota-se o prazo para que novas legendas sejam registradas na Justiça Eleitoral a tempo de lançarem candidatos próprios às eleições deste ano.

Além disso, até o dia 4 de abril, aqueles que desejam concorrer ao pleito devem ter domicílio eleitoral na circunscrição na qual desejam disputar e estar com a filiação aprovada pelo partido.

Desincompatibilização

Por fim, a sexta, dia 4, marca ainda o fim do prazo para que detentores de cargos de confiança no Poder Executivo renunciem para que possam se lançar candidatos a vereador.

Os que disputarão mandatos majoritários (prefeito e vice-prefeito) só precisam renunciar quatro meses antes do pleito.

Em Teresina, quatro pré-candidatos a prefeito estão nessa situação: Fábio Abreu (PL, secretário de Segurança; Fábio Novo (PT), secretário de Cultura; Simone Pereira (PSD), secretária de Agronegócio, e Kleber Montezuma (PSDB), secretário municipal de Educação.

As convenções partidárias para a escolha dos candidatos deverão ser realizadas de 20 de julho a 5 de agosto.

Eleição incerta

Embora os prazos estejam correndo, não é certa a realização das eleições municipais deste ano. A proposta de adiamento do pleito vem ganhando corpo no Congresso Nacional, em função do avanço da pandemia do Covid-19.

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, avalia que ainda é cedo para se pensar na suspensão das eleições, mas o Tribunal ainda não bateu o martelo sobre o caso. (Zózimo Tavares)

 (Com informações do TSE)

Homem morre em Floriano com suspeita de coronavírus

 Hospital Regional Tibério Nunes. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Nas primeiras horas da manhã de terça-feira (31/03), um senhor identificado como Eleosino Ribeiro, deu entrada no Hospital Regional Tibério Nunes, no município de Floriano, com quadro de insuficiência respiratória, vindo à óbito momentos depois de ser submetido aos primeiros procedimentos pela equipe médica. As informações são do JC24horas.

Por apresentar um quadro de insuficiência respiratória aguda, a equipe médica que trata dos casos suspeitos de coronavírus, recomendou que todos os procedimentos adotados em relação ao velório seguissem os critérios dos casos suspeitos. O corpo foi envelopado, foi utilizada urna funerária lacrada e o sepultamento foi imediato sem a realização de velório. 

O homem é oriundo do município de Curimatá e antes de ser internado no hospital em Floriano, o mesmo teve passagem em um hospital da cidade de Bom Jesus. Os exames que foram realizados serão analisados no Lacen, e os resultados divulgados nos próximos dias.

Seja para H1N1 ou Covid-19, exame só se morrer

No Piauí muita gente tem apresentado sintomas como frebre e cansaço e, ao procurar atendimento médico é orientado a voltar pra casa e se isolar, quando o correto era fazer o exame.

Só lembrando que já tivemos três óbitos por insuficiência respiratória, onde as vítimas tiveram o exame positivo para H1N e detalhe: exame foi feito após a morte das pessoas, e o governo não deu notoriedade, ao contrário das quatro do coronavírus, mas para estas, os testes, na maioria dos casos, também só chegaram pós-morte.

Piauí precisa de celeridade na ajuda da União

Foto: Divulgação

O prefeito Firmino Filho colocou em um encontro virtual com a bancada federal do Piauí , que a participação da União no combate ao Covid-19 precisa ser mais célere, desde a distribuição dos testes rápidos à ajuda financeira.

Mais tarde a União vai cobrar flexibilidade do distanciamento social por conta da estruturação de municípios e estados e nada estará pronto ou no ponto. A bancada, sem muito prestígio no Planalto com presença física, prometeu cobranças virtuais. Tomara que a net esteja boa.(Silas Freire)

Dono da Delta morto por coronavírus teria implorado por cloroquina

O empresário Oderman Bittencourt, dono da Leites Delta, uma das maiores empresas laticínios do estado, teria implorado para fazer o uso de cloroquina, momentos antes de morrer vítima de coronavírus. É o que conta em um suposto áudio atribuído a ele, que se espalhou via redes sociais.

Empresário Oderman era o dono da Delta e morreu vítima do coronavírus

No áudio, a voz aparece com dificuldade para respirar e praticamente implorando para utilizar o medicamento cloroquina. Demonstra uma certa revolta porque precisaria esperar até que o exame confirmasse “positivo” para coronavirus para que começasse a usar a medicação, conforme orienta o protocolo do Ministério da Saúde.

Uma fonte do OitoMeia e pessoas bem próximas a Oderman garantem que a voz é mesmo dele e que foi um familiar bem próximo quem teria espalhado o áudio. A reportagem entrou em contato com a SESAPI (Secretaria Estadual de Saúde), que inicialmente informou que seria fake, mas depois confirmou que a voz pode mesmo ser do empresário. Ele teria enviado a alguém antes de ser intubado.

Uma nota deve ser enviada pela SESAPI ainda nesta terça-feira (31/03) sobre o assunto. O suposto áudio atribuído ao empresário se espalhou por alguns grupos de Whatsapp. A reportagem do OitoMeia tentou contato com familiares, com assessoria e com pessoas que trabalham na empresa Leites Delta, em Parnaíba (cidade onde morava Oderman), mas ninguém quis se pronunciar até o fechamento da matéria.  (Paula Sampaio)

SECRETARIA NEGA QUE EMPRESÁRIO TENHA PEDIDO REMÉDIO

A Secretaria Estadual da Saúde informou que não procede a informação de que o diretor da Delta Laticínios tenha morrido implorando pelo medicamento Cloroquina. Segundo a SESAPI, o empresário estava internado em UTI e não recebia visitas por conta da gravidade do caso.