Governo do Piauí (W. Dias) atrasa pagamento de respiradores

Gestão de Wellington Dias ainda não pagou (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O Governo do Piauí atrasou o pagamento de 21 respiradores comprados na empresa paulista Magnamed S/A. Os produtos foram recebidos pelo Estado no dia 3 de junho e até agora a empresa não viu sequer um centavo do valor de R$ 1,2 milhão referente à venda.

Os 21 equipamentos fazem parte de um lote de 80 respiradores que o Governo do Piauí adquiriu junto às empresas Intermed e Magnamed. O Estado recebeu os produtos através de uma ordem judicial expedida pela 2ª Vara da Justiça Federal no Piauí. 

Como toda a produção nacional estava comprometida com o Ministério da Saúde, o Estado teve que ir à Justiça para que os produtos fossem liberados para o Piauí. No entanto, por ter sido por meio de liminar, a Magnamed diz que não há contrato entre os estados e as empresas. 

Ao Política Dinâmica, a assessoria da Magnamed afirmou que toda a produção nacional foi adquirida pelo Ministério da Saúde ainda na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta, mas alguns estados, entre eles o Piauí, buscaram a Justiça para comprar e receber os equipamentos sem a intermediação do Ministério da Saúde.

Houve, inclusive, mandados de busca dos equipamentos na sede das empresas. A Magnamed alega que a decisão judicial determinou a venda e a compra à vista, já que os estados pediam urgência. Ocorre que o Piauí recebeu os produtos buscados na empresa e até agora não pagou.

“Não existe contrato porque foi uma compra por meio de liminar. O fato é que a Justiça mandou vender, o Ministério da Saúde foi notificado porque o lote, em tese, era do Ministério, ele teve ciência do que estava acontecendo, os estados receberam, mas a coisa não caminhou para pagamento”, disse a assessoria da Magnamed ao Política Dinâmica.

A empresa afirma que, por enquanto, está tentando receber o dinheiro através de diálogo mantido com o Governo do Piauí, mas se não houver solução, deverá recorrer à Justiça.

REPERCUTIU NO O GLOBO
Na última terça-feira (7), o jornalista Lauro Jardim, do O Globo, publicou nota sobre a dívida do Piauí com a empresa Magnamed. O jornalista lembrou que o governador Wellington Dias (PT) comemorou muito a decisão judicial que determinou a liberação dos respiradores, mas a festa veio acompanhada da dívida que o Estado até agora não pagou. “A boa notícia veio como uma dívida”, pontuou o jornalista.

O QUE DIZ A SESAPI
Procurada pelo Política Dinâmica para se posicionar sobre o assunto, a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) não deu nenhuma resposta até a publicação da matéria.(Gustavo Almeida)

TCE/PI vistoria hospital de campanha para vítimas da covid-19 em Parnaíba

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) visitou nesta terça-feira (08), o Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima, em Parnaíba, município localizado a 340 quilômetros ao norte de Teresina. O hospital, aberto pela Prefeitura de Parnaíba, conta com 20 leitos de enfermaria e 10 de UTI para atendimento exclusivo de pacientes com insuficiência respiratória aguda grave em casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

A Comissão Covid-19 do TCE/PI está visitando hospitais de atendimento à vítimas da covid-19 em todo o Piauí. Em Parnaíba, a comissão foi formada pela coordenadora da Comissão Covid-19 do TCE/PI, Geysa Elane Sá, os integrantes Fábio Oliveira e Rafaella Luz, além dos auditores Moisés Santos e Raimundo Neto, da DFENG (Diretoria de Fiscalização de Obras e Serviços de Engenharia).

Os auditores de controle externo do Tribunal visitaram tanto a parte ambulatorial quanto a UTI, observando a estrutura, equipamentos, materiais, medicamentos e os fluxos de atendimento. Conversaram com os profissionais do hospital sobre todas as etapas de atendimento, triagem e testagem e visitaram ainda o laboratório de testes da covid-19.

O Hospital Nossa Senhora de Fátima, de propriedade particular, foi reaberto e reformado para tornar-se o hospital municipal de campanha contra a covid-19.

A Comissão Covid-19 do TCE/PI é formada por diversos auditores de controle externo de diferentes setores, criada com o objetivo de fazer a análise concomitante da aplicação dos recursos públicos, pelos municípios piauienses e pelo governo do estado, nas medidas de combate ao novo coronavírus. A comissão foi instituída no dia 14 de abril, através da portaria 190/2020.

O Tribunal está fazendo visitas sistemáticas aos hospitais, inclusive hospital de campanha, para averiguar instalações e funcionamento.

Fonte:TCE.PI

 

 

Opinião:”Interesses eleitoreiros”

Por: José Olímpio

Depois da live do governador, ontem a tarde, anunciando investimentos na Educação, alguém ainda duvida que Sua Excelência não tem o menor respeito pelo professores?

Em sua fala , o governador confirmou o que a coluna já havia previsto: nenhum centavo do precatório do Fundef – R$ 1 bilhão e 600 milhões – vai ser investido na valorização do magistério, como esperava o Sinte-PI.

Há dois anos sem pagar o Piso Nacional de Salário dos Professores, Wellington Dias (PT) alegava sempre a falta de recursos para quitar a sua dívida com a categoria, dizendo que o Estado estava no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

O discurso do governador na tarde de ontem foi como uma ducha de água fria na expectativa do Sinte-PI, que já contava como certo que 60% dos recursos seriam destinados ao magistério e os 40% restante para investimentos na rede estadual de educação.

Todo o dinheiro vai para o programa Educar Piauí, para combater o “analfabetismo” no Estado e a “evasão escolar.” 76 obras serão retomadas e 92 novas obras serão iniciadas, além da publicação de 64 licitações já autorizadas. Foi o que anunciou Sua Excelência.

Ou seja, numa rapidez impressionante o governo elaborou um plano de gastos da fabulosa soma que recebeu do Fundef para fazer uma “revolução na educação do Piauí”, sem levar em conta a triste situação do magistério piauiense, há dois anos sem reajuste salarial.

Para Wellington Dias e o senhor Ellen Gera, a educação piauiense deu um salto qualitativo nas gestões petistas e agora atingirá um nível de “excelência” com os investimentos que serão feitos na execução de obras físicas.

Trata-se de um discurso ufanista e vazio desmentido pelo sucateamento das escolas públicas, pela falta de transporte escolar de qualidade, pela desmotivação dos professores, mal pagos e desestimulados, e pelo pífio desempenho de nossos alunos nos rankings do MEC.

Afinal, como falar de educação de qualidade em um governo que vive de fechar escolas e não respeita os professores? O grande problema da educação no Piauí, sem dúvidas, tem raízes fincadas na má gestão e na desvalorização do magistério.

O governo do senhor Wellington Dias anuncia a construção de novas salas de aula quando centenas de prédios escolares foram fechados nas gestões de Sua Excelência. Em Teresina dezenas deles estão de portas lacradas há tempos, por falta de alunos, conforme a Seduc.

Em ano eleitoral, priorizar a execução de obras físicas planejadas às pressas pode até atender aos interesses eleitoreiros do governador e seus aliados nos municípios, mas seguramente não atende aos interesses maiores da educação.(Fonte:Diário do Piauí)

BR 402 sofre com erosão provocada por chuvas

Chuvas provocaram erosão em trecho da BR 402 na localidade Baixa do Aragão em Parnaíba (PI). No local passam diariamente vários veículos pesados; por se tratar de uma rodovia federal a responsabilidade dos reparos é do DNIT (Departamento de nacional de infraestrutura de transportes).

No local passam todos os dias caminhões a caminho do lixão, além de caminhões de supermercados, distribuidoras e construtoras. Não tivemos contato com o DNIT para obter informações sobre possíveis reparos.

A sinalização no local ficou por conta de uma sacola em um pedaço de madeira, além disso, a população jogou entulho na tentativa de minimizar o problema, porém, nada disso diminui os ricos e situação de perigo.

Edição: Denílson Freitas/Blog do Pessoa

Motoristas e cobradores dos transportes coletivos prosseguem fazendo os testes da Covid-19

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, da Prefeitura Municipal de Parnaíba, com o apoio da Secretaria de Saúde, prossegue no trabalho de testagens para a covid-19, dos motoristas e cobradores da Coopertranp, uma forma de prevenção contra o coronavírus, visando dar segurança às pessoas que utilizam o transporte alternativo e o transporte individual (táxi e mototáxis) em nossa cidade.

De acordo com o Secretário de Transportes, Maurício Machado, pela programação elaborada, a testagem contempla também, além dos operadores do transporte coletivo, cerca 137 motoristas de táxi e depois 370 mototaxistas de Parnaíba, aproximadamente. Esta semana, o secretário Maurício e o coordenador dos Transportes Coletivos, Aloísio Soares, estiveram com o prefeito Mão Santa, falando do assunto, e receberam os elogios e agradecimentos do chefe do Poder Executivo.

Maurício Machado, disse que tem sido proveitosa essa parceria entre a Secretaria de Transporte e Secretaria de Saúde, atendendo as normas de saúde pública e cumprindo as determinações do Prefeito Francisco de Assis Moraes Sousa. O Secretário disse ainda que cerca de 150 pessoas dos transportes coletivos farão os testes até amanhã, sexta-feira (10).

 

Cut Piauí ingressa na Justiça e tenta evitar reabertura da economia no Piauí

Foto: O Dia

A Cut Piauí está ingressando na Justiça com uma ação civil pública que tem como objetivo buscar o adiamento do retorno das atividades comerciais no estado. A ação é fruto de um debate das Centrais Sindicais, conjunto de sindicatos e sociedade civil organizada, através da Frente Brasil Popular.

Segundo. Segundo a organização, a reabertura da economia vai contra o que foi colocado, até agora, pelos governos Estadual e Municipais, e se configura através de uma pressão da classe empresarial. Segundo representantes da Cut, o objetivo da ação é barrar essa reabertura, até uma maior expansão dos leitos de UTI e para evitar que o vírus se espalhe drasticamente pelo estado.(Silas Freire)

Valdeci Cavalcante divulga carta aos empresários do Piauí

Na manhã desta quarta-feira (8), o presidente da Fecomércio-PI, advogado e empresário Valdeci Cavalcante divulgou uma carta circular direcionada a todos os empresários do estado do Piauí. 
 
Na carta, ele comenta sobre o ordenamento do Governo Federal que obriga os bancos a fazerem empréstimos para pequenas empresas como forma de minimizar os efeitos econômicos provocados pelo coronavírus. 
 
De acordo com o ministro Paulo Guedes, o valor dos empréstimos deve ser de 30% do faturamento médio mensal dos últimos 12 meses das empresas. Cerca de 3,2 milhões de pequenas empresas devem ser beneficiadas pela medida.
 
Confira a carta na íntegra:

Parnaíba possui 1.177 pessoas recuperadas da covid-19

A Prefeitura de Parnaíba divulgou boletim epidemiológico, na noite dessa quarta-feira (08), e apontou que a cidade tem 3.802 casos confirmados de coronavírus, 123 a mais que o último boletim. Há também 1.177 pessoas recuperadas da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com a prefeitura, o município registrou também 74 mortes por complicações da doença, uma a mais que o último boletim divulgado na terça-feira (07). Dos 3.802 infectados, 2.508 estão realizando tratamento domiciliar.

Ao todo, 31 pessoas estão internadas em leitos clínicos e 12 precisaram ser internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do município. Parnaíba é a segunda cidade com mais casos registrados, atrás apenas de Teresina, que possui 10.883 casos confirmados da doença.

Coronavírus no Piauí

Dados do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), divulgados na noite desta quarta-feira (08), apontam que passou de 858 para 884 o número de mortes por covid-19 (coronavírus) no Piauí. A quantidade de casos confirmados também aumentou, passando de 28.411 para 29.745. Foram 1.334 novos casos registrados em 24 horas, conforme a Sesapi.

Ainda de acordo com a Sesapi, do total de pessoas já infectadas no estado desde o início da pandemia, 27.927 já estão curadas.

Presidente do Sindilojas critica mudança na data de reabertura de lojas

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas), Tertulino Passos, vê com preocupação o adiamento da reabertura das lojas no centro de Teresina que estava previsto para o dia 13 e mudou para 20 de julho. Ele conta que os lojistas estão preparados para o retorno das atividades comerciais, mas a mudança da data deixa dúvidas.

Tertulino Passos

“Isso é muito preocupante em relação ao próximo calendário. Ninguém tem certeza se vai ser cumprido. Estamos preparados. Todo o planejamento que o lojista fez em relação a ter uma expectativa de abertura, com um retrocesso desses, vai tudo por terra. Então, tudo o que você fez fica na dúvida. É prejudicial para o lojista, trabalhador e consumidor”, disse Passos. 

Durante o anúncio do adiamento das atividades comerciais, o prefeito Firmino Filho citou o desrespeito ao decreto de isolamento social no centro da cidade. Para o presidente do Sindilojas, a intensa movimentação na região central não tem relação com o funcionamento das lojas.
 
“Ninguém esperava que ele (prefeito) não fosse cumprir o prazo que o próprio município estabeleceu, haja vista que a movimentação no centro da cidade, no início dessa semana, foi devido ao recebimento de benefícios sociais, das pessoas irem ao banco. Não foi abertura de estabelecimentos comerciais que a gente sabe que estão todos fechados”, disse Tertulino Passos. (Graciane Sousa)

Pernambuco e São Paulo lideram lista de corrupção durante a pandemia

Governo de SP vai receber propostas de inovação para combater covid-19Instituto Não Aceito Corrupção recebeu 15 denúncias de desvios de recursos contra os dois estados

Os estados de Pernambuco e São Paulo lideram o ranking de denúncias de corrupção envolvendo gastos e despesas para ações contra a covid-19. De acordo com o Instituto Não Aceito Corrupção (INAC), em menos de um mês, os estados receberam 8 e 7 denúncias, respectivamente, na plataforma “Corruptovírus” e todas passam por triagem técnica antes de enviadas ao Ministério Público para abertura de inquérito civil ou policial. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em menos de um mês, o Corruptovírus recebeu 54 denúncias de desvio ou mau uso do dinheiro público no combate à pandemia em 18 estados.

A plataforma ainda não recebeu denúncias sobre Acre, Alagoas, Espírito Santo, Amapá, Mato Grosso, Paraíba, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Segundo o presidente do INAC, Roberto Livianu, a plataforma dá poder às pessoas que diante do isolamento “se sentem incapazes de agir”.

Cheio de denúncias de desvios que podem culminar no impeachment do governador, o Rio de Janeiro tem mais c5 denúncias no Corruptovírus.

Deu na imprensa:”A caneta azul de Wellington Dias”

Por Sávia Barreto

Deu no Portal Jornal Meio Norte:“Chamou atenção uma bandagem na mão do governador Wellington Dias durante live para anunciar as primeiras obras e ações do Educar Piauí. Os mais próximos dizem, em tom de brincadeira, que foi lesão de tanto assinar retomada de obras. No início da tarde desta quarta-feira (8), durante transmissão ao vivo em redes sociais, Dias autorizou a retomada e realização de 156 novas obras para a Educação do Piauí”.

EM TEMPO

Lembrar aos caros leitores e à própria jornalista Sávia que, embora disponha de mais de 1 bilhão e 600 milhões de reais, para investir em educação, essas assinaturas do governador Wellington Dias não significam muita coisa. Basta conversar com prefeitos do interior do Piauí que eles afirmam possuir sacos cheios de ordens de serviço, assinadas por este mesmo governador, anunciando obras que nunca se concretizam. Tem mentido demais, o governador, e já não tem nenhuma credibilidade.

Aliás, qual o político de Parnaíba, desses que pediram votos para W. Dias e  candidatos do governo a cargos proporcionais, a exemplo de José Hamilton Castelo Branco (suplente de senador) e deputado Hélio Oliveira, pode responder quanto é o valor a ser investido na educação em Parnaíba. Será que agora sai a anunciada reforma das Escolas Chagas Rodrigues e José Narciso? Aliás, tais reformas tiveram ordens de serviço assinadas no ano passado, aqui em Parnaíba!Lembra, governador???

TJ condena Equatorial Piauí a pagar indenização de R$ 100 mil

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) negou provimento à apelação interposta pela Equatorial Piauí e confirmou a sentença que condenou a empresa ao pagamento de R$ 100.000,00 (cem mil reais) por danos morais, em uma ação movida pelos herdeiros de Raimunda Rosa dos Santos.

Sede da Equatorial Piauí em Teresina.

A mulher de 51 anos morreu eletrocutada no dia 24 de janeiro de 2008, ao tocar em um fio energizado de alta voltagem que caiu na localidade Sossego, zona rural da cidade de Barras.

Os herdeiros pediram a condenação da Equatorial Piauí ao pagamento de indenização no valor de 228 (duzentos e vinte e oito) salários mínimos, a título de pensão, considerando a expectativa de vida da sua genitora.

Na sentença dada pelo juízo de Direito da Comarca de Barras, a empresa foi condenada ao pagamento de R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais), a título de indenização acrescida de correção monetária e juros legais de 1% ao mês, a contar da citação.

Os desembargadores que compõem a 2ª Câmara de Direito Público do TJ-PI, em sessão realizada por videoconferência, conheceram do recurso e reduziram o valor da indenização.

Outro lado

Procurada pelo Viagora  a Equatorial emitiu uma nota sobre o assunto.

A Equatorial Piauí esclarece que ainda não foi oficialmente intimada da decisão judicial citada na matéria e que, assim que for notificada, analisará a adoção das medidas processuais cabíveis ao caso.

Opinião:”Espíritos atormentados”

Por que torço para que Bolsonaro morra”. Basta o título, não é necessário nem ler o inteiro teor do que escreveu o jornalista Hélio Schwartsman, da Folha de São Paulo, para saber que se trata de um caso clássico de paixão política doentia, que faz o sujeito perder o senso e a sua humanidade, revelando-se um psicopata perigoso.

Ou alguém em sã consciência acha normal que um indivíduo, por não ter afinidade política com outro, torça pela sua morte? Só um desequilibrado mental é capaz de manifestar tanto ódio pelo semelhante como fez o jornalista da Folha de São Paulo.

O texto que ele produziu desejando a morte de Jair Bolsonaro o iguala ao psicopata que atentou contra a vida do presidente. Os dois são espíritos atormentados, infelizes, influenciados pela política do ódio (lembra da campanha do “nós contra eles”) que a esquerda e os petistas pregam há tempos no Brasil.

Defenestrados do poder depois do bacanal em que transformaram a gestão da coisa pública, institucionalizando a corrupção e tentando impor aos brasileiros o mesmo destino dos povos venezuelano e cubano, petistas e comunistas até hoje não assimilaram a derrota.

Graças a Deus e ao povo brasileiro, fracassaram no seu desiderato diabólico de transformar o nosso país em uma republiqueta bolivariana controlada pela esquerda patrimonialista e corrupta. A partir de então adotaram a estratégia criminosa de dividir a Nação, incitando a anarquia, a violência e o desrespeito à figura do presidente da República.

Figuras como Hélio Schwartsman e Adélio Bispo são frutos e instrumentos da nojenta e odienta política do “nós contra eles”, desencadeada por essa corja de corruptos que utilizam todos os meios, lícitos e ilícitos, na vã tentativa de restabelecer no Brasil o domínio da cleptocracia.

Quando cometeram a violência de prender um jornalista que criticou o STF, não se ouviu uma palavra dos dirigentes da Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ) ou da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em defesa do livre exercício da profissão e da liberdade de expressão, mas aguardem que agora as duas entidades, dominadas por pelegos, certamente vão defender o jornalista da Folha, que corre o risco de ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional.

A Folha de São Paulo, por sua vez, não vai punir o seu jornalista pelo absurdo que escreveu e nem poderia, afinal ela e toda a grande imprensa nutrem o ódio contra o presidente, estimulam esse tipo de comportamento, que fere a ética profissional e revela o lado sombrio de jornalistas que trocam o código de ética da profissão pela cartilha política do PT e da esquerda. (Fonte:Diário do Piauí)

Lucy questiona estrutura e quantidade de leitos após vistoria no Hospital do Verdão

Em maio deste ano, o Governo do Piauí anunciou a abertura do Hospital de Campanha Estadual (HCE), situado no Ginásio Verdão, centro de Teresina. O anunciado foi que o local possui 103 leitos para tratamento das pessoas com covid-19, no entanto, durante vistoria realizada nesta quarta-feira (8), a deputada estadual Lucy Soares identificou que o hospital tem apenas 55 leitos.  

Paramentada com todos os equipamentos de proteção individual e mantendo o distanciamento mínimo de 1,5 metro, a parlamentar esteve na unidade de saúde para averiguar o funcionamento do local e o atendimento dos pacientes. O HCE recebeu investimento de R$ 5 milhões para que pudesse receber casos de baixa e média complexidade. 

Além da disparidade entre a quantidade de leitos anunciada e a que está em funcionamento, a parlamentar observou outros problemas graves, como a falta de ar comprimido e a utilização de camas inadequadas para atendimento dos pacientes, pois não possuem elevação de cabeceira e proteção lateral. 

“Os respirados, que são instrumentos de fundamental importância para as pessoas internadas, também são inadequados. Devido à ausência de um sistema de canalização de gases, os respiradores são apenas de transporte, os mesmos usados por ambulâncias do Samu”, acrescentou Lucy, que também é integrante a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Piauí. 

    Foto: Fernanda Fernandes

Adicional de insalubridade 

No início deste mês, através das suas redes sociais, a deputada fez um apelo ao governador Wellington Dias: que ele sancione o Projeto de Lei que dispõe sobre o pagamento do adicional de 40% de insalubridade para os servidores públicos estaduais de saúde.

Após a vistoria no Hospital de Campanha Estadual, Lucy Soares reiterou a necessidade do pagamento dessa gratificação, haja vista as condições de exaustão emocional e física a que ficam submetidos neste período de pandemia.  

“O trabalho de cada profissional, desde a área de limpeza até a médica, é admirável e deve ser valorizado. Não podemos deixar de cobrar que sejam dadas condições mínimas para esses profissionais”, disse. (Fonte: AsCom|)

Coronavírus: Cabines de desinfecção trazem riscos à saúde, alerta parecer do CRM-PI

Um parecer técnico emitido pelo Conselho Regional de Medicina, apontou que a utilização de câmaras ou cabines de desinfecção, instaladas em muitos locais públicos, com objetivo de combater o coronavírus, na verdade pode trazer danos à saúde das pessoas.

Segundo o parecer, não foram encontradas evidências científicas de que o uso dessas estruturas para desinfecção seja eficaz no combate ao SARS-CoV-2 e alerta que a borrifação de produtos antissépticos sobre seres humanos tem potencial para causar lesões dérmicas, respiratórias, oculares e alérgicas. Dessa forma, em caso de problemas de saúde nós usuários, o responsável pela ação pode responder em eferea penal, civil e administrativamente.

“A adoção desse tipo de mecanismo não tem eficácia comprovada de prevenção e pode causar danos à saúde de quem se submete à desinfecção com saneantes aplicados diretamente sobre a pele e as vestimentas; De forma equivocada, o uso dessas estruturas pode dar aos cidadãos a falsa sensação de segurança, levando-os a negligenciar práticas de prevenção convencionais, como a lavagem frequente das mãos com água e sabão (ou álcool gel), a desinfecção de superfícies, e o uso de máscaras”, diz trecho do parecer.

Com base nas informações, o CRM-PI aconselha que as estruturas (câmaras, cápsulas, cabines e túneis) para a desinfecção de pessoas, sejam evitadas.(Laurivânia Fernandes)

Procon notifica Bradesco por aglomerações e outras irregularidades cometidas durante a pandemia

O Procon Municipal de Parnaíba segue com o trabalho de notificação de instituições financeiras que não adotam as normas preventivas no combate à Covid-19. Na manhã dessa terça-feira, 7 de junho, os fiscais do órgão notificaram a agência bancária do BRADESCO, situada na Avenida Pinheiro Machado, que recebeu o prazo de 48 horas, a partir do recebimento do documento, para apresentar as medidas tomadas para solucionar as infrações cometidas.

“Há muita desorganização nas filas e pouca atuação efetiva dos funcionários para manter o distanciamento entre os clientes, o que acaba gerando aglomerados no lado externo das agências e indo contra as recomendações para garantir a saúde e segurança dos consumidores”, relata a Secretária Executiva do Procon Municipal de Parnaíba, Rosângela Mourão.

A gestora informa que na notificação exigem-se a higienização periódica de superfícies das agências, a demarcação no solo para indicar o ponto de distanciamento e que instituição financeira determine a utilização de equipamentos de proteção individual dos funcionários.
Vários internautas manifestaram suas insatisfações no atendimento ineficaz da instituição, dentre os quais a parnaibana M.R., que disse que a agência do Bradesco demora muito no atendimento. “Não há nenhuma orientação ou marcação de distância. Idosos e as outras pessoas ficam na chuva, é uma humilhação. Sem a mínima condição de não ter aglomerações. É muito desrespeito com todos”.

Qualquer dúvida ou denúncia podem ser feitas pelos contatos telefônicos do Procon Municipal (86) 3321-1642 de segunda a sexta-feira, das 7: 30 às 13:30 horas ou 151, e pelo e-mail: [email protected] ou acessando a plataforma online: consumidor.gov.br

Grupos de direita colocam outdoores por Teresina e associam Wellington Dias a personagem de terror

O blog Sam Post recebeu de integrantes de grupos de direita em Teresina imagens que mostram outdoores a favor de Bolsonaro e contra Wellington Dias.

Nos textos, eles agradecem a Jair Bolsonaro em uma propaganda e na outra perguntam a Wellington Dias sobre hospitais de campanha, respiradores e testes de coronavírus, associando-o ao personagem Pennywise, da obra de terror “It, a Coisa”, de Stephen King.(Sam Post)