Quadrilha atuou no Detran-DF e anulou cerca de 50.000 multas

EM BRASÍLIA, AGENTE DO DETRAN GANHA EM MÉDIA O DOBRO DE PROFESSORPolícia Civil investiga nove servidores e terceirizados suspeitos de vários crimes

A Policia Civil do Distrito Federal investiga 9 servidores e terceirizados suspeitos de vários crimes, inclusive formação de quadrilha, em um esquema de cancelamento de multas no Detran/DF. O próprio Detran pediu a investigação e estima que ao menos 50.000 multas foram “derrubadas”. A expectativa é que a Polícia Civil denuncie o esquema à Justiça, solicitando inclusive a prisão dos envolvidos já identificados. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A quadrilha procurava motoristas multados e ofereciam o “serviço” em troca do pagamento de um percentual do valor da multa.

Com faturamento superior a meio bilhão de reais em multas e tarifas, o Detran/DF tem sido alvo do assédio de organizações criminosas.

O Detran/DF também investiga o “mistério” das faixas no asfalto, que apagam rapidamente. A Polícia Civil está periciando até as tintas.

Governador lança aplicativo PMPI Cidadão na segunda (17)

O governador Wellington Dias participa, na segunda-feira (17), do lançamento do aplicativo PMPI Cidadão, no auditório do Quartel do Comando Geral (QCG), às 7h30, em Teresina. O App foi desenvolvido pela Polícia Militar do Piauí (PM-PI) e tem por objetivo aproximar a Segurança Pública da população.

Uma das vantagens do aplicativo PMPI Cidadão é a possibilidade de acionar a Polícia Militar de forma mais rápida e efetiva, com envio da localização exata da ocorrência, fotos, vídeos e áudios sobre o incidente.

Com ele é possível registrar emergência, acionar botão de pânico de violência doméstica e acessar inúmeros outros serviços prestados pela Polícia Militar. Para utilizar os serviços é necessário ter um dispositivo móvel com sistemas operacionais Android ou IOS, com tecnologia de dados móveis/Wi-Fi e GPS.

“É um aplicativo que permite o envio de mídias. É mais agilidade de comunicação que vai auxiliar o policial militar no momento do atendimento ao cidadão”, garantiu o major Gustavo Campelo, chefe do Centro de Operações Policiais Militares (Copom).

É preciso também realizar um cadastro prévio e aceitar a política de privacidade e segurança da informação. Os dados enviados no aplicativo serão usados apenas pela Polícia Militar. Todos os dados enviados são sigilosos e as ocorrências serão atendidas de acordo com a gravidade.

“O App é a coroação da nossa plataforma digital de atendimento às ocorrências que já existem desde abril de 2019, com o PM-PI Mobile. Ele vem trazendo o slogan “A segurança na palma da mão”, com referências de tudo de mais moderno que existe no cenário digital”, afirmou o major Álvaro Lebre, sub-chefe do Copom.

Ainda segundo o major, não é necessário falar com um atendente, apenas registrar ou enviar os dados para a Polícia Militar, permitindo, assim, que pessoas com deficiência auditiva e palatal possam utilizar perfeitamente o aplicativo PMPI Cidadão.

* Com informações da CCOM  

Sete municípios vão adotar campanha contra assédio

A campanha “Só se eu quiser… #Não é Não”, iniciada esta semana, pela Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres, em parceria com a OAB-PI, COJUV, CENDROGAS, Detran, Sesapi e Defensoria Pública, que visa informar a sociedade sobre a importância do corpo e a vontade das mulheres de serem respeitadas durante o Carnaval, está conseguindo chamar a atenção de vários outros municípios.

Além de Teresina, Campo Maior, Água Branca, Oeiras e São Raimundo Nonato, outras cidades, como Corrente, Uruçuí, já procuraram a Coordenadoria da Mulher, para realizar a campanha.

De acordo com a coordenadora da Mulher, Zenaide Silva, o objetivo é atingir cerca de 20% dos municípios piauienses. Principalmente durante o período de Carnaval, os crimes de violências sexuais, físicas ou psicológicas são intensificados e as mulheres relatam a violência, mas não fazem um registro oficial devido o acontecimento ser feito durante a festa de Carnaval.

A campanha reforça o fato de que o corpo da mulher não é público e sua vontade deve ser respeitada.

“É importante que a gente dialogue com homens e mulheres, para que eles percebam da importância de evitar a violência. Porque às vezes, nós mulheres, não percebemos que estamos sendo assediadas, violentadas. E nós queremos ser respeitadas. Essa campanha veio nesse sentido, de conscientizar as mulheres a denunciarem, porque cada silêncio que a gente sofre, e quando a gente denuncia, incentiva outras mulheres a denunciarem os homens, porque o machismo é estrutural”, diz Zenaide Silva.

Ela disse ainda que, durante o Carnaval, a relação de poder aumenta, pelo fato de os homens “incorporarem uma fantasia” que reforça o machismo.

Voo da Rota das Emoções entrará em operação no primeiro semestre

O voo será realizado por meio da aeronave ATR 72-600, com 72 lugares disponíveis

O aguardado voo da Rota das Emoções saindo de Fortaleza entrará em operação no primeiro semestre de 2020. A informação é do representante da Voepass Linhas Aéreas (novo nome da Passaredo) no Ceará, coronel Paulo Edson.

“Estamos trabalhando no projeto, mas ainda faltam alguns ajustes”, declarou ao Focus. Segundo ele, a análise perpassa a questão envolvendo as isenções estaduais do ICMS do combustível para aviação, o JET-A1 (combustível de jato). “Também fazem parte do pacote (isenções), mas temos que estudar toda a ligação com outras malhas”, ressalta. 

No rol também entra um “ramal” interligando Fortaleza ao arquipélago de Fernando de Noronha. O voo partiria do distrito pernambucano, conectando-se com a Capital cearense e com Jericoacoara.

“De Jeri parte para o Delta do Parnaíba, Lençóis Maranhenses e finaliza em São Luís”, disse ao Focus em novembro Paulo Edson. Para transportar os passageiros, será usada a aeronave ATR 72-600, com 72 lugares disponíveis.

A Rota das Emoções é composta por São Luís, Lençóis Maranhenses, o Delta do Rio Parnaíba (Piauí), Jericoacoara e Fortaleza.

Por Átila Varela/Focus

Bandido atira e agride passageiro durante arrastão em ônibus na zona rural de Teresina

Na noite dessa sexta-feira (14), um assaltante ainda não identificado entrou dentro de um ônibus, que faz linha Teresina-União, e realizou um arrastão na PI-112, no Povoado Santa Luz, na zona rural de Teresina.

Segundo a Polícia Militar de União, o fato realmente ocorreu, mas a ocorrência é de responsabilidade da Polícia Militar de Teresina, pois ocorreu ainda no perímetro da cidade de Teresina. O assaltante se passou por passageiro, e esperou algumas horas para anunciar o assalto.

O indivíduo estava só, mas estava armado e foi bastante agressivo durante abordagem, inclusive um passageiro e o cobrador foram agredidos. O assaltante fugiu levando os pertences pessoais das vítimas, e ainda levou dinheiro do caixa do cobrador.

Semar intensifica fiscalização de veículos nas praias do litoral piauiense

O Carnaval se aproxima e o litoral piauiense é o destino de muitos foliões. Com o objetivo de manter preservada área de desova de Tartarugas Marinhas, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), por meio do Escritório Regional de Parnaíba, intensifica a fiscalização do trânsito de veículos nas praias, nos dias 14 a 17 e 21 a 26 de fevereiro. Com o nome “Veículos na praia, Não!”, a campanha é voltada a conscientizar sobre os riscos do trânsito de veículos nas praias, tanto para as tartarugas, quanto para as pessoas. Apesar de o Piauí ter o menor litoral da costa brasileira, com 66 km de praia, ele é bastante diverso e apresenta a particularidade de estar inserido em uma Unidade de Conservação, APA Delta do Parnaíba.

“O litoral do Piauí é uma importante área de desova de cinco espécies de tartarugas marinhas, todas elas ameaçadas de extinção e o tráfego de veículos na praia é uma ameaça à biodiversidade”, afirma Sádia Castro, secretária de Estado do Meio Ambiente.

A fiscalização acontece com equipes do Escritório Regional da Semar, em Parnaíba e conta com a parceria da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur) e ICMBio. “Drones serão utilizados para aumentar a área de cobertura durante a ação, além da possibilidade do registro de condutores de veículos infratores, que se identificados sofrerão as sanções previstas na Legislação Ambiental e no Código de Trânsito Brasileiro”, afirma Waneska Vasconcelos, auditora fiscal Ambiental, em Parnaíba.

De acordo com a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98) modificar, danificar ou destruir ninhos, abrigo ou criadouro de espécimes da fauna silvestre é crime ambiental, com penalidade de detenção de 6 meses a 1 ano e multa e com o agravamento da pena por se tratar de espécies ameaçadas de extinção e por se tratar em área de Unidade de Conservação – APA do Delta do Parnaíba. Como no munícipio de Luís Correia existe uma portaria especifica, proibindo veículos de circular nas praias, os infratores poderão sofrer multa de R$ 1.000 a R$ 10 mil, conforme o Art. 68.

A Campanha “Veículos na Praia, Não!” é uma iniciativa conjunta do grupo de trabalho composto pela Semar, Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio); Superintendência do Patrimônio da União no Piauí (SPU-PI); Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público (MPPI),Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur); Prefeitura de Luís Correia; Área de Proteção Ambiental (APA) do Delta do Parnaíba e ONG Instituto Tartarugas do Delta.

Fonte: Com informações da Ascom

Zé Filho defende indústria competitiva

No inicio da semana o presidente da Fiepi (Federação das Indústrias do Piauí) conversou com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, e pediu apoio em linhas de crédito e renegociação de financiamentos do setor industrial.

Na mesma semana, Zé Filho foi a  Floriano, no sul do Piauí, e visitou o parque industrial do município. Defendeu medidas governamentais e empresariais  para a retomada do crescimento industrial no Estado, especialmente no acesso ao crédito, incentivos fiscais e formação de mão-de-obra através do Senai (Seviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Na visita do presidente da Fiepi em Floriano, destaque para a indústria de biodiesil, recentemente reaberta no município.(Elivaldo Barbosa)

Objeto estranho é encontrado dentro de garrafa de cerveja no Piauí

Um objeto estranho encontrado dentro de uma garrafa de cerveja no Piauí pode de multa de R$ 200,00 mil para uma cervejaria. Esse é o valor aplicado pelo Ministério Público depois que foi contatado que o produto estava impróprio para o consumo e que o vasilhame estava lacrado, sem chances de ter sido violado.

Garrafa com corpo estranho denunciada por consumidor (Foto: Divulgação/ Ministério Público)

O caso foi registrado pela 2ª Promotoria de Justiça da cidade do São João do Piauí. O consumidor denunciou o casi ao Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON/MPPI), que iniciou um procedimento administrativo e logo depois moveu uma ação civil pública contra a cervejaria.

O promotor de Justiça Jorge Luiz da Costa Pessoa explicou que o objeto estranho coloca em risco a saúde do consumidor. “A comercialização de produto com objeto estranho é altamente reprovável, porque expõe a saúde dos consumidores a risco, em decorrência da contaminação dos gêneros alimentícios por micro-organismos”, disse.

Levando em conta os supostos danos morais coletivos causados, o Ministério Público requereu que a empresa responsável pela produção pague multa de R$ 200 mil que deverá ser remetido ao Fundo Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (FPDC). Ao MP, a presa afirmou que o corpo estranho encontrado é resultado da violação da embalagem e que os produtos são submetidos a rigoroso processo controle de qualidade.

“O fornecedor se manifestou, alegando que os produtos de sua fabricação passam por rígido controle de inspeção, o que não permitiria que sejam colocados no mercado de consumo fora de qualidade e a possibilidade da existência de um corpo estranho no produto de fabricação da reclamada seria resultado da violação do produto ou da embalagem”, disse a assessoria do MP sobre a defesa da cervejaria. 

Por: Otávio Neto

Detran disponibilizará CRLV digital no Piauí nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, 14 de fevereiro, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) lança a versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital (CRLV) em versão eletrônica no estado. O documento estará disponível juntamente à CNH Digital no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito.

Assim como a CNH Digital, a versão eletrônica do CRLV traz todas as informações do documento impresso e tem a mesma validade jurídica do CRLV físico. Para ter o documento digital, o proprietário tem que ter pago o licenciamento anual do veículo. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após download do aplicativo CDT, disponível para smartphones Android e iOS. O cadastramento do veículo pode ser realizado no próprio aplicativo. Tanto a CNH quanto o CRLV digital poderão ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem necessidade de conexão à internet.

O Piauí é 24º estado brasileiro a garantir essa tecnologia aos proprietários de veículos. Até o momento, mais de 1.900.000 usuários dos estados do Distrito Federal, Ceará, Rondônia, Goiás, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Maranhão, Amapá, Amazonas, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Alagoas, Paraná, Mato Grosso, Acre, Espírito Santo, Roraima, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, São Paulo e Paraíba utilizam o documento eletrônico.

Para o diretor-geral do Detran-PI, Arão Lobão, a iniciativa será uma ótima oportunidade para a melhoria dos serviços prestados no Piauí. “Esse novo método será de extrema importância para o Piauí, sendo uma forma mais tecnológica e mais seguro de se obter o CRLV, e nossos usuários precisam dessa inovação e nós também, porque assim poderemos prestar um melhor serviço para a população”, declarou.

É FAKE NEWS:

Sites falsos estão divulgando supostas vagas de emprego no Serviço Social da Indústria (SESI) e no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) em todo o Brasil. Cuidado, isso é um golpe!

Os links induzem as pessoas a fazer um cadastro, fornecendo vários dados pessoais. Além disso, quando a inscrição é feita pelo celular, o site falso também pede o compartilhamento do link, com vagas que não existem, pelo WhatsApp.

Fique atento. Não acesse esses links falsos e nem compartilhe essas informações. Se vir algum anúncio de vaga de emprego no SESI ou no SENAI, certifique-se que as oportunidades existem nos sites oficiais das instituições do seu estado.

Qualquer processo seletivo para trabalhar no SESI ou no SENAI será divulgado apenas nas páginas oficiais. Jamais será exigido que o candidato compartilhe qualquer tipo de conteúdo em redes sociais ou aplicativos.

Fonte: Agência CNI de Notícias.

Três corpos são encontrados com sinais de tortura na divisa do Piauí com a Bahia

Três corpos de pessoas do sexo masculino foram encontrados próximo à cidade de Dirceu Arcoverde, região Sul do Piauí. Segundo o delegado Marcelo Leal, da Gerência de Polícia do Interior (GPI), uma das vítimas estava com os pés e mãos amarrados.

Delegado Marcelo Leal fala sobre operação (Foto: Ricardo Moraes/OitoMeia)

“Os corpos foram encontrados na tarde desta quarta-feira (12) e estavam em estado de decomposição. Acreditamos que essas pessoas foram torturadas e logo depois executadas a tiros. Ficou claro que essas pessoas foram mortas há pelo menos um dia”, disse o delegado.

Ainda segundo Marcelo Leal, após uma trabalho de investigação, as vítimas foram identificadas e seriam do estado da Bahia.

“Já conseguimos confirmar os nomes. Eles são da cidade de Remanso-BA, cidade que faz divisa com o Piauí. A família relatou que as vítimas estavam desaparecidas desde a última terça-feira (11/02), ou seja, batendo com a data da execução”, relatou Marcelo.

A polícia acredita as mortes ocorreram no estado baiano e que os corpos foram desovados no Piauí para eliminar provas ou dificultar as investigações.

“Essas pessoas foram mortas provavelmente na Bahia e apenas desovadas no Piauí. Falo isso porque uma perícia já foi feita no local. Além disso, tudo leva a crê que o motivo teria sido o envolvimento das vítimas com o crime”, detalhou o delegado.(Ellyo Teixeira)

Governo inaugura nova sede do Instituto de Identificação em Parnaíba na sexta

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI) inaugura, na sexta-feira (14), a nova sede do Instituto de Identificação no município de Parnaíba, litoral do estado. O novo prédio fica localizado na Rua 5, Conjunto Igaraçu, Cohab, s/n, bairro Rodoviária.
O novo posto funcionará com a expectativa de atender até 100 pessoas diariamente, de segunda a sexta. Primeira e segunda via serão expedidas e entregues no mesmo dia, com exceção de 2ª via em que os dados do cidadão não estejam atualizados no sistema.
Em Parnaíba, a população pode contar ainda com outro posto localizado no Espaço da Cidadania, na Praça da Graça. Ainda no litoral, em Luís Correia, o cidadão pode expedir 1ª e 2ª via no posto localizado ao lado da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur).
Para emitir a 1ª via do RG:
– Cópia da certidão de nascimento;
– Duas fotos 3X4 (orelhas amostra e fundo branco);
– Comprovante de residência (original e cópia);
– Se for menor que 18 anos, estar acompanhado do responsável;
– Se tiver CPF, levar cópia.
Documentação para expedição da 2ª via:
– BO (boletim de ocorrência);
– Certidão de nascimento ou casamento;
– Comprovante de residência ou original ou cópias autenticadas);
– Duas fotos 3X4;
– Pagamento de taxa no valor de 17,65.
Caso de troca – solteiro(a) para casado(a):
– Certidão de casamento;
– Comprovante de residência (originais ou cópia autenticadas);
– Duas fotos 3X4;
– Pagamento de taxa no valor de 17,65.
Caso de alteração de casado para solteiro:
– Certidão de casamento com a averbação;
– Comprovante de residência (original ou cópias autenticadas);
– Pagamento de taxa no valor de 17,65. (Elizabeth Sá)

Alerta! Falsos agentes de saúde aplicam golpes em cidade do Piauí

Um grupo formado por pelo menos quatro pessoas que fingem ser agentes de saúde estão aplicando golpes na cidade de São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí.

Segundo denúncias dos moradores, os golpistas chegam na casa, dizem que vão fazer uma vistoria, e um deles chega a coletar sangue da vítima, para distrair, enquanto a outra furta objetos de valor da residência.

Pelo menos três denúncias já foram registradas na delegacia da cidade e o caso é investigado.

A Secretaria Municipal de Saúde de São Raimundo Nonato divulgou uma alerta informando que os agentes de saúde oficiais estão uniformizados e identificados.

 

Terceiro dia de greve terá Ato na Seduc, nesta quarta-feira(12)

Os trabalhadores em educação realizam entram no terceiro dia de greve realizam manifestação no pátio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

Os trabalhadores reivindicam:
– reajuste salarial de 4,17% referente ao ano de 2019
– reajuste salarial de 12,84% referente a 2020;
–  mudanças de classe mudança de nível
– enquadramento dos administrativos.
 – celeridade nos processos de aposentadoria;
– infraestrutura das escolas;
– transporte e merenda escolar decente.

O calendário de atividades aprovado foi:
–  dia 12.02, as 8h30  ato na Seduc
–  dia 17.02, 8h30, ato no  Palácio de karnak.

A greve continua até que o governo do estado abra espaço de diálogo com o Sindicato e atenda as reivindicações dos Trabalhadores em educação.

Presidente Zé Filho da Fiepi pede renegociação de débitos na indústria

O presidente da Fiepi (Federação das Indústrias do Piauí), Zé Filho, o vice, Francisco Reinaldo, conversaram com o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, num encontro com participação de lideranças empresariais do setor industrial piauiense.

Zé Filho defendeu  crédito para o segmento e renegociação de financiamentos, pendência que já preocupa empresários no Estado. Na área rural, as renegociações de débitos foram regulamentadas através de lei federal. O setor industrial quer seguir o mesmo caminho. (Elivaldo Barbosa)

Opinião:”Greve ameaça abertura do ano letivo no Piauí”

Por:Zózimo Tavares/ Edição:B.Silva

Impasse entre o Governo do Piauí e o magistério. O governador Wellington Dias decidiu encaminhar à Assembleia Legislativa um projeto de lei estabelecendo que o menor valor pago para os professores 40 horas da rede estadual de ensino seja de R$ 3.167,17.

Com isso, segundo o governo, o piso estadual se manterá acima de R$ 2.886,24, que é o valor definido nacionalmente pelo governo federal.

A lei permitirá incorporar ao salário o percentual de 4,17%, concedido ano passado, com auxílio, em acordo com a categoria.

Além do piso acima do valor nacional, o Governo do Estado manterá o auxílio-alimentação pago aos professores ativos, já no contracheque de fevereiro. O valor aplicado será de 4,31%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O governo informou ainda que, atualmente, o menor vencimento do professor 40 horas, que está em sala de aula, é R$ 3.451,20, acrescido de 4,17% em forma de auxílio-alimentação.

Esse valor também é o definido para quem inicia a carreira na rede pública estadual.

Contas não batem

Mas os trabalhadores em educação da rede estadual do Piauí fazem contas diferentes. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Piauí (Sinte-PI) alega que governo Wellington Dias não cumpriu a Lei do Piso em 2019 nem o acordo firmado com a categoria, deixando aposentadas/os da educação sem reajuste e os ativos com a insegurança do auxílio alimentação.

 Ontem houve mobilização dos professores e a decisão de deflagrar greve geral por tempo indeterminado nas escolas do Estado, exigindo o pagamento do novo piso

O governo justifica, no entanto, que em todo o país, oito estados não cumprem o piso dos professores: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Espirito Santo, Goiás, Sergipe e Pará.

Também informa que o projeto enviado à Assembleia terá valor após sua aprovação e sua execução será condicionada aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O início do ano letivo nas escolas estaduais está marcado para segunda-feira, dia 17.

Bandidos fazem arrastão em posto de combustíveis no Litoral do Piauí

Na noite deste sábado (08), por volta das 19 horas, dois indivíduos armados em uma moto, renderam as duas frentistas do posto de combustível no cruzamento da Rua Ceará com a rua Tamoio, em frente a Churrascaria Amizade, bairro Ceará, em Parnaíba e levaram o valor que estava em poder delas.

O assaltante que estava na garupa da moto logo que chegou ao posto, desceu e anunciou o assalto e apontando uma arma de fogo para as frentistas exigiu o apurado em poder delas e celular e em seguida fugiu tomando rumo ignorado.

Fonte: Jornal de Parnaíba

Fonte: Jornal de Parnaíba

Policial militar tenta sacar dinheiro e descobre “chupa-cabra”em caixa eletrônico

Um policial militar descobriu dois “chupa-cabra”, dispositivo usado para lesar clientes em bancos, quando tentou sacar dinheiro na manhã deste domingo (9) nos caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil do bairro Piçarra, na zona Sul de Teresina.

Segundo o sargento Luiz, a vítima, identificada como cabo Rios, tentava sacar a quantia de R$ 1 mil, mas as cédulas não saiam. Ao conferir o extrato de sua conta, constava que o saque havia sido feito. Foi aí que o PM desconfiou.

“O cabo Rios foi a vítima. Ele tirou mil reais, só que a trava impedia o dinheiro de sair. Na conta constava que tinha sacado. Quando a gente saísse do banco, o bandido ia lá tirar o dinheiro”, disse o policial ao Cidadeverde.com.

Um cliente que estava no banco conseguiu remover o dispositivo com a chave do carro. “Foi aí quando recuperamos o dinheiro”, conta o sargento.

O “chupa-cabra” do outro caixa eletrônico foi removido por uma pessoa que trabalha em frente ao banco.

“Um cidadão que estava no banco tirou a trava com a chave do carro e nós conseguimos recuperar o dinheiro. A outra trava foi tirada por um rapaz que trabalha na frente com a ajuda de uma faca”, afirmou.

Os policiais registraram a ocorrência na Central de Flagrantes.(Hérlon Moraes)

Biografia revela que Marisa cogitou se divorciar de Lula

Se Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), ler a biografia “Marisa Letícia Lula da Silva”, sobre a esposa do ex-presidente petista morta em 2017, provavelmente terá uma surpresa. Lula, uma das referências de Boulos na vida pública, já mandou policiais expulsarem uma família de sem-teto de um imóvel desocupado. O caso se deu em 1975, segundo o livro escrito pelo jornalista Camilo Vannuchi. A casa em questão havia sido comprada por Lula, ainda sindicalista. Quando ele e Marisa se mudaram para a residência, descobriram uma família ocupando o lugar.

“Porra, tanto imóvel vazio por aí, tanto prédio desocupado, e os caras tinham que entrar justamente na minha casa?”, disse Lula, segundo Camilo Vannuchi. “Você tá na única casa que eu tenho. E eu tenho que mudar para cá”, disse Lula, segundo o livro. A resposta do sem-teto foi que eles não arredariam pé dali. A solução encontrada pelo então sindicalista foi chamar um cunhado, policial militar, para dar jeito na situação.

O policial, por sua vez, recorreu a um sargento, seu superior, que se ofereceu para “dar um susto” nos sem-teto – entre eles havia uma mulher grávida. Lula topou, contanto que não houvesse violência, segundo o livro. “Vocês têm quinze minutos para sair daqui. Se não saírem, vou colocar toda a tralha de vocês na rua e tocar fogo. Com vocês junto!”, teria dito o sargento, segundo o livro. Em meia hora o imóvel foi desocupado, relata o jornalista.

Camilo Vannuchi não faz segredo sobre sua proximidade com o PT e a simpatia pela biografada. Ele é filho de Paulo Vannuchi, petista desde os primórdios e que entre 2005 e 2010 foi ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos.

No epílogo, o autor relata que seu primeiro contato com a ex-primeira-dama aconteceu em 1986, em São Bernardo do Campo (SP), quando ele tinha 7 anos. Seu pai, então assessor do Sindicato dos Metalúrgicos, estava envolvido na campanha de Lula para deputado federal. Camilo passou a noite sob os cuidados de Marisa, brincando com seus filhos. A proximidade com a família possibilitou acesso a documentos, fotos e histórias pouco conhecidas e inéditas sobre Marisa e o ex-presidente.

O livro relata com riqueza de detalhes episódios espinhosos da vida do casal, como notícias de adultérios que teriam sido cometidos por Lula. O primeiro, com a enfermeira Miriam Cordeiro. Recém-casado com Marisa, Lula teve uma relação extraconjugal que resultou no nascimento da filha Lurian.

O jornalista conta que o petista já se relacionava com Miriam havia tempo, mas teria parado de visitar a enfermeira depois de assumir o relacionamento com Marisa. Um dia, porém, após encontrar Miriam na casa de sua irmã Maria, Lula deu uma carona para a enfermeira. Foi quando engravidou Miriam.

O petista demorou a contar para Marisa sobre a gravidez. Quando a notícia veio, ela ficou chateada, mas não rompeu o relacionamento e admitiu que o petista assumisse a filha fora do casamento, contanto que ele evitasse contato com a mãe da menina.

Em 1989, durante a campanha presidencial, Miriam deu entrevista à campanha de Fernando Collor de Mello, que disputava o segundo turno contra o petista, dizendo que Lula teria oferecido dinheiro para que ela abortasse. Lula sempre negou a história, mas acabou perdendo a eleição.

Camilo descreve Marisa como uma mulher atormentada pelo ciúme, sempre desconfiada da traição do marido. Ainda no início do casamento ela suspeitou de um disco de Raul Seixas que Lula havia levado para casa. O marido dizia que havia emprestado de um amigo chamado Devanir. Ela não acreditou.

Num acesso de fúria, Marisa pegou e quebrou o disco. Ao longo de semanas, Lula ficou quieto, envergonhado. Não tinha coragem de contar a verdade pro Devanir”, relata o jornalista. Em outra ocasião ela se irritou ao ver uma foto de Lula no jornal Folha de S.Paulo sendo beijado por uma militante.

Camilo diz que conforme Lula cresceu no noticiário político, aumentou a desconfiança. “Uma vez, preocupada com a demora do marido, Marisa colocou os filhos para dormir e se sentou ao lado do telefone”, diz o jornalista. “Passava das duas da madrugada quando Lula chegou, de carona com uma jovem.”

O episódio quase resultou em divórcio, segundo o autor. “Dias depois, Marisa entrou sozinha no escritório de um advogado de sua confiança”, diz Camilo. “Quero me separar do Lula”, teria dito Marisa. O advogado, segundo o autor, recusou o caso. Disse que não trabalhava com separação e a demoveu da ideia do divórcio.

Em 2012, uma operação da Polícia Federal apontou que uma funcionária da Presidência da República chamada Rosemary Noronha havia se aproveitado do cargo para fazer negócios particulares. Junto com a denúncia, foi dito que ela seria amante do petista. Rosemary acompanhava o ex-presidente nas viagens oficiais em que Marisa não ia. A ex-primeira-dama nunca deu declaração sobre o caso, mas, segundo o autor, acreditou que o marido a traía.

Camilo não entrevistou Marisa. O projeto já havia sido apresentado a ela, mas antes da primeira entrevista Marisa sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) e morreu aos 66 anos. O jornalista, porém, conversou com Lula, seus filhos e uma centena de outras pessoas.

Usuário de drogas morre após ser esfaqueado no Centro de Teresina

Na manhã desse domingo (09), um usuário de drogas identificado como Erisvan Ribeiro Gonçalves morreu após ser esfaqueado no cruzamento das ruas Lisandro Nogueira com a Rui Barbosa, localizadas no Centro de Teresina.

De acordo com a Polícia Militar, que ainda estar no local, a vítima foi esfaqueada, e ainda conseguiu correr cerca de 150 metros, mas acabou caindo próximo do cruzamento. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

A vítima era usuária de drogas e estava sendo constantemente ameaçada. O Instituto Médico Legal foi acionado para remover o corpo.

Com informações do repórter Kilson Diones**