Sindilojas envia proposta de abertura gradual do comércio

O Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas) encaminhou ao governo do Estado e a Prefeitura de Teresina um plano para a reabertura gradual do comércio. De acordo com Tertulino Passos, presidente do Sindicato, a proposta se baseia em eixos como horário diferenciado de funcionamento, segurança dos clientes e funcionários e fiscalização do poder público.

O documento propõe o retorno de todo o comércio, com funcionamento por 6 horas, de 08h às 14h e de 09h às 15h; os shoppings abririam de 12h às 20h e as lojas de14h às 20h. Os estabelecimentos ainda seguiriam os critérios estipulados pelos órgãos de saúde, como: Cliente e funcionários só entram nas lojas usando máscara, disponibilização álcool em gel para higienização e sanitização nas lojas.  O Sindicato, agora aguarda uma resposta das autoridades estaduais e municipais.

Live com Ciro Nogueira e o ministro Marcelo Álvaro debaterá turismo no pós-pandemia

A Rede Pense Piauí vai transmitir nesta quarta-feira (27/05), através do seu canal no Youtube, uma live com a participação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro e do senador Ciro Nogueira (Progressistas), num debate sobre o planejamento estratégico para o turismo após a pandemia do novo coronavírus.

O setor é um dos mais afetados com as medidas de isolamento social. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), desde o dia 11 de março, as perdas somam R$ 62,5 bilhões. A live inicia às 16h e será mediada pelo empresário Ehrlich Cordão.(Apoliana Oliveira)

Com multas de até R$ 25 mil, MP alerta para propaganda eleitoral antecipada no interior

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio da 5ª Zona Eleitoral do Piauí, que abrange os municípios de Oeiras, Santa Rosa do Piauí e São João da Varjota, expediu recomendação para propaganda eleitoral antecipada.  A recomendação foi destinada a emissoras de rádio e televisão locais, pré-candidatos e partidos políticos.

O órgão recomenda que se abstenham de transmitir, antes de 16 de agosto, qualquer propaganda eleitoral que implique em veiculação paga e de utilizar indevidamente os meios de comunicação social em benefício de pré-candidato ou partido político, incluindo divulgações de ações sociais.

“A propaganda eleitoral veiculada antes de 16 de agosto, se não estiver nos estritos limites do Art. 36-A da Lei nº 9.504/97, caracteriza o ilícito eleitoral previsto no art. 36, § 3º, da mencionada lei, para o qual há previsão de multa de R$ 5.000,00 a R$ 25.000,00”, explica o promotor eleitoral Vando da Silva Marques. 

Mídias sociais

O MP ainda alerta que o impulsionamento de conteúdo em mídias sociais e em outras plataformas podem configurar propaganda eleitoral antecipada.(Cidadeverde)

 

Trade aposta no turismo da Rota das Emoções após a pandemia

O turismo foi um dos setores mais afetados com a pandemia do novo coronavírus. Pensando nisso, empresários do trade que compõe a Rota das Emoções no Piauí se articulam para a retomada do destino que integra ainda os estados vizinhos Ceará e Maranhão e é considerado um dos mais famosos do país.

Revoada dos Guarás – Delta do Parnaíba

A Rota das Emoções engloba 14 cidades, além de áreas de proteção como o Delta do Parnaíba, entre Piauí e Maranhão; o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e o Parque Nacional de Jericoacoara, no litoral oeste cearense.

Os empresários se mostram confiantes para dar continuidade ao trabalho. “Nós estamos em um momento muito difícil, mas tenho certeza que vamos voltar com muita força. Nós somos um grupo forte e estamos aproveitando esse momento para irmos nos repaginando, estabelecendo protocolos de higiene e segurança”, frisa o empresário do ramo hoteleiro em Barra Grande, Roberto Zigert.

Dunas no Delta do Parnaíba

“O cenário de sol e praia, longe de toda aglomeração, será um dos pontos para a procura dos turistas pela rota. Estamos conversando, buscando nos alinhar para a retomada ser um sucesso assim como sempre foi. Recentemente nos unimos e trabalhamos a divulgação de um vídeo que mostra tudo que a Rota das Emoções tem de melhor e será impossível não se emocionar”, ressalta o empresário do setor de agências, José Roberto Piovan.

O secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, ressalta que, na prática, viagens só serão realizadas com segurança, depois que órgãos nacionais e internacionais, como o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), indicarem que é seguro, mas reforça sobre as previsões de retorno.

“Temos conversado com representantes de outros estados, do governo federal e, por enquanto, a previsão é que o turismo terá sua retomada em fases, sendo a primeira para julho, voltando com o turismo regional, aquele que se utiliza o carro próprio, dentro de seu estado, a partir de outubro a previsão de turismo nacional, com a volta dos voos dentro do país. Já o turismo internacional, acreditamos realmente que só volta em 2021”, finaliza o gestor. (MN)

Supostas caixas de navio alemão da 2ª guerra aparecem nas praias do Coqueiro e Atalaia, no Piauí

Um leitor do OitoMeia que pediu para não ter seu nome identificado encontrou, durante um passeio pelas praias do Coqueiro e Atalaia, localizadas na cidade de Luís Correia, litoral do Piauí, algumas esquisitas caixas espalhadas.

Ele fez algumas fotos e enviou à Redação do portal. Os registros foram feitos na manhã do domingo passado(24/05). As caixas são semelhantes às que foram encontradas em algumas outras praias do litoral do Nordeste do Brasil desde outubro do ano passado.

Confira as fotos:

Pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) descobriram que as caixas encontradas em algumas praias nordestinas são provenientes de um navio alemão que naufragou pela região no ano de 1944. Os materiais são grandes fardos de borracha, mas ainda não se sabe para que eram utilizados. Em uma das caixas havia uma placa metálica com inscrições em alemão, que foi a principal pista para a descoberta da origem das caixas.

A placa foi encontrada quando a equipe pesquisava o ponto de vazamento de manchas de óleo que atingiu diversas praias do Nordeste. O mistério das caixas começou em outubro do ano passado, após o primeiro aparecimento em Alagoas. No Ceará, os fardos apareceram nas praias de Aracati, Camocim, Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Trairi e Pecém, além do Serviluz, em Fortaleza. De acordo com o professor Luís Ernesto Bezerra, cerca de 200 caixas foram encontradas em todo o litoral.

O navio alemão, segundo o estudioso, naufragou entre 1º e 4 de janeiro de 1944, mas só foi descoberto mais de 50 anos depois, em 1996, a cerca de mil quilômetros do litoral. Carlos Teixeira começou então um trabalho de simulação para confirmar que as caixas poderiam chegar até a costa nordestina e obteve a confirmação no final do ano passado: “Temos 99% de certeza dessa origem”. Luís Ernesto Bezerra explicou, na época, ao portal G1 Ceará, por que os fardos de borracha começaram a aparecer recentemente. “Navios naufragados começam a sofrer corrosão, então, décadas depois, começam a vazar as suas cargas. E por ter acontecido no Oceano Atlântico perto do Nordeste, elas [as caixas] chegaram até aqui”, diz.(Redação OitoMeia)

Justiça nega retorno de academias, barbearias e salões de beleza no PI

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) negou a ação para o retorno das atividades de academias, barbearias e salões de beleza no Piauí durante a pandemia do novo coronavírus. O pedido pedia o retorno dessas atividades “sem irregularidades e/ou aplicação de multas”.

Crédito:Raíssa Morais/JMN

O desembargador Edvaldo Moura negou, por meio de decisão monocrática, um pedido formulado contra o governo do Estado do Piauí que pleiteava o retorno das atividades comerciais em academias, barbearias e salões de beleza, suspensas pelas iniciativas de combate ao coronavírus. Além disso, o pedido instava pela não decretação de lockdown parcial dentro da esfera estadual.

Segundo o texto da decisão, o pedido formulado põe em cheque a legalidade dos atos do Executivo estadual; mas já há um entendimento sumulado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), além de entendimentos do próprio Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), que ditam que “não cabe mandado de segurança contra lei em tese”. Portanto, o meio jurídico utilizado pelos autores do pedido, diz o texto, é “inviável”.

A decisão do desembargador Edvaldo Moura também lembrou o quadro sanitário preocupante suscitado pela pandemia do coronavírus, citando os números mais recentes da doença no Brasil e no mundo. Até então, quase 300 mil pessoas se encontravam acometidas pela doença  no País — cerca de 3 mil destas no Piauí. “Os dados são objetivos e, apesar das subnotificações existentes, já demonstram números assustadores”, diz o desembargador, que também afirma: “o fato de se limitar a ida à academia ou salão de beleza, pode, de fato, violar o direito fundamental de quem nesses lugares quiser ir – o seu direito de liberdade. Mas não justifica a tomada de decisão em excepcionar a medida de cunho sanitário para se evitar o alastramento da doença”.(MN)

Secretaria de Saúde confirma 9 mortes e 170 novos casos de Covid-19 no Piauí

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou nesta segunda-feira (25) o boletim epidemiológico sobre a pandemia do novo coronavírus no Piauí. O estado registrou nove óbitos em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas e contabiliza agora 119 mortes pela doença. 

Os óbitos registrados são de residentes dos seguintes municípios: Campo Maior (homem, 72 anos); Madeiro (mulher, 66 anos); Teresina (cinco mulheres: de 47 anos, 49 anos, 65 anos, 73 anos e 84 anos, além de dois homens: de 16 anos e 76 anos). Todos os pacientes tinham comorbidades relacionadas como doença cardiovascular, obesidade ou hipertensão. Já o adolescente fazia tratamento para câncer de osteossarcoma. 

As cidades de Teresina (57), Parnaíba (5), Água Branca (5) e Picos (4) são as que mais registraram fatalidades em função da doença. Já os municípios de Barro Duro e Gilbués registraram casos positivos pela primeira vez, elevando para 141 a quantidade de municípios piauienses com casos de Covid-19.

Dos 170 casos confirmados nesta segunda-feira, 84 são homens e 86 são mulheres com idades entre 1 ano e 82 anos. A maior de taxa de contaminação é entre pessoas na faixa etária de 30 a 39 anos. O Piauí possui agora 3.720 casos positivos e 119 óbitos por Covid-19.

A última da Justiça do Trabalho: usar maconha no intervalo não dá demissão por justa causa

Parafraseando a célebre de um político, pense num absurdo e na Justiça do Trabalho haverá um precedente. Na verdade, a justiça trabalhista brasileira é uma usina de precedentes absurdos, que leva um número cada vez maior de brasileiros a defender sua extinção.

A última da Justiça do Trabalho: usar maconha no intervalo não dá demissão por justa causaPara o TRT-10, deve ser irrelevante que o empregado retorne após o intervalo sob efeito de drogas

Um absurdos mais recente foi a decisão da Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), que abrange o Distrito Federal e o Tocantins. Pela decisão, um empregador não pode demitir por justa causa um trabalhador que foi flagrado usando droga ilícita, a maconha, em horário de intervalo de sua jornada e fora do ambiente de trabalho, “se não afetar diretamente o contrato de trabalho”. Para o TRT-10, parece irrelevante que o usuário de maconha retorne do intervalo sob efeito da droga alucionógena.

Ao convencer os colegas de TRT-10 a reverter a justa causa para demissão aplicada pela empresa ao trabalhador flagrado portando maconha, junto a mais dois colegas, o desembargador-relator Mário Macedo Fernandes Caron ainda considerou que o empregador, em vez da demissão, poderia ter aplicado outra penalidade, ou mesmo procedimentos educativos “no intuito de resgatar o trabalhador”.

Para Caron, a finalidade “pedagógica” do exercício do poder diretivo do empregador poderia autorizar uma outra penalidade, além de “procedimentos educativos” no intuito de “resgatar” o trabalhador, evitando a penalidade disciplinar máxima. Ou seja, o trabalhador se droga e o o problema é do empregador.

“Se penalmente, o simples usuário é tratado com maior condescendência, com mais razão ainda deve ocorrer no âmbito da relação de trabalho”, concluiu o desembargador-relator ao votar pelo provimento parcial do recurso, revertendo a justa causa e determinando o pagamento das verbas rescisórias devidas.

Ao decidir dar razão ao funcionário demitido pela empresa que considerou que portar droga ilícita foi um mau procedimento, a Justiça do Trabalho reverteu a justa causa, após o juízo da 8ª Vara do Trabalho de Brasília (DF) ter negado o pleito por enquadrar o caso no artigo 482 (alínea “b”) da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).(Diário do Poder)

Cortes no sistema S atingem 70% dos repasses

A Medida Provisória 932, do governo federal, retirou 53,5% dos recursos  repassados pelas empresas às instituições que integram o sistema S (Sesc, Senac, Sesi, Senai, Senar, Sebrae, Sest, Senat).

Associado à estagnação da economia em função do novo coronavírus, o prejuízos financeiro já supera 70% das receitas, segundo previsão de dirigente do sistema Sesc/Senac.

O aumento do desemprego no setor e queda nos  investimentos  serão inevitáveis consequências da pandemia no sistema S. (Elivaldo Barbos)

Coronavirus no Piauí chega a 3,5 mil casos e 110 mortos em 139 cidades

O Piauí registrou mais 160 casos e três mortes  por Covid-19 neste domingo, 24. Os números foram atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde. Os municípios que registraram óbitos são Floriano, Lagoa do Piauí e Teresina. Um dos óbitos anteriores, creditado como de Picos, após investigação, é na verdade de São Julião. O paciente faleceu no Hospital Justino Luz.

De acordo com o boletim epidemiológico, as vítimas que faleceram em decorrência do novo coronavírus são duas do sexo masculino e uma do sexo feminino. Os homens tinham 59 anos (Lagoa do Piauí) e 58 anos (Teresina). Ambos eram hipertensos. Já a mulher de 89 anos (Floriano), sofria de asma e neoplasia pulmonar.

Dos 160 novos casos divulgados no boletim de hoje, são 75 mulheres e 85 homens, com idades que variam de 2 a 92 anos.

Itainópolis, Madeiro e São Francisco de Assis do Piauí entraram na lista de municípios com os primeiros casos confirmados do novo coronavírus. A cidade de Cristino Castro, que registrou ontem um óbito, também entra na relação . Agora, são 139 municípios que possuem casos registrados de covid-19. No total, o Piauí possui 3550 casos positivos de Covid-19 e 110 mortes pela doença.

“Prorrogação vai gerar desemprego”, diz Ciepi sobre decreto

Na última quarta-feira, 20 de maio, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), assinou um novo decreto prorrogando o regime de quarentena e isolamento social no estado até o dia 8 de junho. Com isso, permanece a determinação de que apenas serviços considerados essenciais, como supermercados e farmácias, têm permissão para manter suas atividades funcionando.

Presidente do CIEPI, Andrade Júnior.

Ao longo das últimas semanas, representantes dos setores do comércio e da indústria têm manifestado sua insatisfação com a suspensão das suas atividades no Piauí, afirmando que os empresários já enfrentam dificuldades financeiras para manter seus negócios e o quadro de funcionários.

O presidente do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (Ciepi), Andrade Júnior, disse, em entrevista ao Viagora, que a categoria foi pega de surpresa com a prorrogação do decreto estadual, que esperava o anúncio da volta das atividades.

“O setor industrial estava esperançoso da volta das atividades agora no dia 1º, e mais uma vez é pego de surpresa. O que nos deixa preocupados é a falta de um plano objetivo que a indústria e o setor produtivo possa se pautar. Imagine que se quando chegar próximo ao dia 7, este decreto é prorrogado novamente. Por quanto tempo essa prorrogação acontecerá? A gente vê com muita preocupação essas constantes prorrogações, porque isso demonstra uma falta de planejamento do Governo do Estado”, declarou.

Andrade Júnior comentou que o setor espera que o Governo do Estado esteja desenvolvendo um plano acerca da volta das atividades e que haja mais alinhamento com a indústria e o setor produtivo.(Viagora)

Piauí: Governo aluga UTIs em hospitais privados

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) contratou, pelo período de três meses, dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) e dez apartamentos clínicos da rede hospitalar privada. Com um custo total de R$ 3,2 milhões, o extrato do contrato foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) na última terça-feira (19).

Mesmo com vaga na rede pública, o Governo contratou sem licitação 10 leitos de UTI em hospitais privados de Teresina.

A contratação aconteceu sem licitação, através de chamamento público. Neste procedimento evita-se a morosidade de um processo licitatória, desde que respeitados princípios previstos pela legislação, como o da probidade administrativa por exemplo. A publicação, no entanto, não especifica a existência de um edital.

O documento foi assinado pelo secretário Florentino Neto, que assegurou ter seguido todas as exigências de parametrização exigidas. “Estamos alugando leitos de hospitais privados porque estamos vendo o número de leitos das nossas UTIs serem ocupados e diminuírem nossa capacidade operativa”, justificou. 

Dados da Sesapi realmente confirmam o crescimento da taxa de ocupação das unidades públicas de saúde em todo o estado nos últimos meses, porém, o boletim da última quarta-feira (20) mostra que o mesmo vem acontecendo com os serviços rede privada neste período pandêmico. 

O boletim da pasta também revela que a quantidade de leitos clínicos e de UTIs sem ocupação e disponíveis em todo Piauí, tanto em Teresina como nos municípios do interior, ainda era maior que os de hospitais particulares. Mesmo assim, o secretário afirma que novos leitos privados podem ser solicitados.(Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia)

Câmara aprova projeto que proíbe corte de água e luz entre sexta e domingo

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (21), o Projeto de Lei 669/19, do Senado, que impede o desligamento de serviços públicos como de água e luz no fim de semana e em feriados e sextas-feiras por falta de pagamento.

A matéria, aprovada na forma do substitutivo do deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE), retorna ao Senado devido às mudanças.

O texto aprovado retira a gratuidade de religação do serviço proposta no projeto original para todas as situações, condicionando-a apenas ao caso de falta de notificação do desligamento por parte da concessionária.

Essa notificação deve informar a partir de que dia haverá o corte do serviço em horário comercial.

A concessionária também poderá ser multada se cortar o serviço sem notificar o consumidor.(Fonte: Agência Câmara de Notícias)

Quarentena: psicóloga alerta para a importância de cuidar da saúde mental

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus, medidas têm sido adotadas mundialmente para reforçar o isolamento social, afim de conter a contaminação da doença em larga escala. Contudo, tais medidas podem afetar a saúde mental das pessoas que estão em casa. Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio (Uerj) publicado online pela revista científica The Lancet, revela que casos de ansiedade e estresse mais do que dobraram durante a pandemia, enquanto os de depressão tiveram aumento de 90%.

“Essa situação, somada a todo o estresse ao qual estamos submetidos nesse período, está sem dúvidas nos trazendo enormes prejuízos”,

A psicóloga Denise Rocha explica que o isolamento social além de prejudicar diretamente a economia, comércio e, principalmente, pequenos e médios negócios, também afeta diretamente a saúde mental. “Essa situação somada a todo o estresse ao qual estamos submetidos nesse período, está sem dúvidas nos trazendo enormes prejuízos, como o aumento dos níveis de ansiedade, pois o excesso de informações fornecidas pela mídia aumenta a insegurança, o medo, a dúvida, e pode até provocar reações mais intensas como o pavor e o pânico. Essas sensações contribuem para o aumento da incidência de quadros depressivos e outros transtornos mentais”, afirma.

O Brasil é o país campeão em casos de ansiedade. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que cerca de 9,3% da população já sofria com o problema antes da pandemia, sendo as mulheres as mais afetadas. Os sintomas psicológicos mais comuns são apreensão, medo, angústia, inquietação, insônia, dificuldade de concentração, incapacidade de relaxar, sensação de estar no limite, preocupação excessiva com o futuro, pensamentos catastróficos, entre outros.(O Dia)

Rita Cadilac pediu auxílio emergencial de R$600 para pagar contas

Não são só anônimos que têm recorrido ao auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus. A atriz e dançarina Rita Cadillac, 65, também recorreu ao benefício e afirma que o dinheiro ajudou a pagar as contas de sua casa. As informações são do DOL.

Rita falou sobre o assunto em um vídeo encaminhado ao quadro A Hora da Venenosa, no Balanço Geral (Record), e revelou que já perdeu alguns amigos devido à Covid-19 e que um de seus sobrinhos está internado por causa da doença.

“Pedi o auxílio sim. Como cidadã, pedi sim e, graças a Deus, veio em muito boa hora, porque ajudou a pagar a luz, a pagar telefone, a pagar tudo”, afirmou a ex-chacrete. “Eu, como cidadã, achei que tinha esse direito, e foi aceito. Estou sem trabalhar desde março, então só sai dinheiro, não entra.”

No fim do ano passado, Rita Cadillac se envolveu em uma polêmica com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), após ele citá-la durante uma discussão com o também deputado federal Alexandre Frota (PSDB), recordando os filmes pornô feitos por ele.

“Então senhor excelentíssimo Eduardo Bolsonaro, o senhor citou meu nome na CPI da fake news e eu me senti muito humilhada. O senhor me citou dizendo que eu gosto de filmes e eu não gosto e nem gostei de fazer filme nenhum desse cunho que o senhor falou.”

“Eu fiz sim e não me envergonho, porque eu fiz por dinheiro, porque eu tinha filho”, continuou. “Só estou aqui falando porque eu acho que se eu ficar quieta, vai falar que eu não estou nem aí e eu estou sim, eu gosto de respeito, eu sou uma mulher e é só isso que eu quero. Respeito com Rita Cadillac.”

Câmara aprova R$ 160 milhões para instituições que abrigam idosos

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (20) projeto de lei que prevê a destinação de R$ 160 milhões da União para o auxílio emergencial de instituições de longa permanência para idosos no enfrentamento do novo coronavírus. Esses locais abrigam pessoas com mais de 60 anos de idade que tenham ou não apoio familiar. A matéria segue para análise do Senado.

Abrigo São José em Parnaíba 

De acordo com a relatora da proposta, deputada Margarete Coelho (PP-PI), o auxílio financeiro será  pago com recursos do Fundo Nacional da Pessoa Idosa e o critério de rateio será definido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, considerando o número de idosos atendidos. O texto também obriga as instituições beneficiadas a prestar contas da aplicação dos recursos aos respectivos conselhos da pessoa idosa estaduais, distritais ou municipais.
“Diante da situação de precariedade que enfrentam a maioria das Instituições de Longa Permanência para Idosos e do cenário crítico de pandemia que vivemos hoje, iniciativas do Estado que promovam e fomentem a promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa são extremamente necessárias”, defendeu a relatora.
Os recursos serão transferidos no prazo de 15 dias, independentemente da adimplência em relação a tributos e contribuições e do Certificado Beneficente de Assistência Social (Cebas). Poderão receber o auxílio, as instituições sem fins lucrativos inscritas nos Conselhos Municipais do Idoso ou nos Conselhos Municipais de Assistência Social ou na ausência destes, nos Conselhos Estaduais ou Federal do Idoso ou de Assistência Social.
O texto da proposta estabelece que os recursos sejam utilizados, preferencialmente, para ações de prevenção e controle da infecção dentro das instituições; na compra de insumos e equipamentos básicos para segurança e higiene dos residentes e funcionários; na compra de medicamentos e ainda na adequação dos espaços para isolamento dos casos suspeitos e leves.
Fonte: EBC

Servidor público que está indo trabalhar será testado para Covid-19

Por Arimatéa Carvalho

Pelo menos 10% dos servidores públicos estaduais passarão por testes rápidos para Covid-19. Entre ativos e inativos, o Governo do Piauí tem quase 100 mil servidores, mas a prioridade será para aqueles que estão no serviço presencial.

O secretário estadual de Administração, Merlong Solano, explica que a ação é uma parceria da SeadPrev com a Secretaria de Saúde (Sesapi). “Serão 60 testes diários, em média”, adianta Solano.

Ele explica que realizará o agendamento de servidores a partir da solicitação encaminhada pelos órgãos. “O agendamento não será individual, mas por órgão. Cada órgão deve entrar em contato com a Sead, apresentando a sua demanda. É importante frisar que as secretarias devem priorizar aqueles que estão trabalhando presencialmente. Precisamos cuidar desse servidor que está se expondo para que a população não fique desassistida”, explica Merlong.

Covid-19: funcionários testam positivo e BNB interdita duas agências

O Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF/PI) informou, nesta quarta-feira (20/05), que duas agências do Bando do Nordeste do Brasil foram fechadas no Piauí para sanitização, após funcionários testarem positivo para o novo coronavírus. 

As agências são as localizadas no bairro Dirceu Arcoverde, em Teresina, e na cidade de Piracuruca, no norte do estado. Na unidade da capital, de nove colaboradores, cinco testaram positivo para a doença. Já no BNB de Piracuruca, um colaborador está com a infecção.

A interdição foi determinada pela superintendência do banco, para realização do protocolo instituído em casos de contágio dos colaboradores. “A agência é fechada para sanitização, os funcionários sintomáticos são afastados inicialmente por 14 dias, os assintomáticos por 07 dias e quem tiver condição é colocado em tele trabalho”, explica o sindicato dos bancários.

*Com informações do Sindicato dos Bancários

Infectologista Renata Beltrão faz chamamento para líderes comunitários de bairros mais afetados pelo coronavírus

A médica infectologista Renata Beltrão, faz um chamamento para as lideranças comunitárias dos bairros Igaraçú, São José, João 23, Nova Parnaíba e Reis Veloso, locais com maior incidência de casos da Covid-19 em Parnaíba.

 

“Podemos desenvolver uma ação de conscientização em educação contra a doença. Meu apelo é para os líderes ou membros de associações comunitárias desses bairros para que eles possam entrar em contato comigo, pois estamos aqui para ajudar”, pontuou a médica.

Entre em contato com a dr. Renata Beltrão através do Instagram:https://www.instagram.com/renataplbeltrao