Observatório!

Dilma prejudica Parnaíba

A presidente Dilma fez cortes nos recursos das emendas de parlamentares. E o kiko?Perguntarás, ó cara pálida!. O kiko é que o Piauí perderá 27 milhões de reais e Parnaíba 600 mil. O nosso dinheiro seria uma emenda do deputado federal Paes Landim, destinado ao “fomento e projetos de arte e cultura em Parnaíba”. A presidenta fez isso porque na bancada federal do Piauí quase todos são governo: Dos 10 deputados, somente Hugo Napoleão e Júlio César Lima se dizem oposição. Mas não fazem medo. Nem cócegas. O resto são: 8 deputados federais e 3 senadores dizendo amém à Rainha Primeira – Dilma.
Paes Landim e Zé Hamilton

A propósito, o prefeito de Parnaíba, José Hamilton, disse que em toda a história da república o deputado Paes Landim, sozinho, enviou mais recursos para Parnaíba, via emendas, do que todos os outros deputados federais eleitos por Parnaíba juntos. Aí tem Pinheiro Machado, Alberto Silva, Chagas Rodrigues, Paulo Silva e Antônio José de Moraes Sousa & Cia. Para Zé Hamilton, se o parnaibano não vota em filhos da terra para representá-lo é por decepção. As vezes que se elegeu algum parnaibano, veio a decepção.Não fizeram o dever de casa. E serve também para deputado estadual e senador, digo eu. Contentam-se com muito pouco, comparando-se com que ganham os representantes de Estados vizinhos. Daí a preferência de se votar em quem vem de fora.”Parnaíba perdeu a referência”, disse.

Zé Filho e as promessas (I)
Quando leio por aí que o vice-governador Zé Filho disse que vai cuidar da Ponto Simplicio Dias, mandando recuperá-la, lembro que quando ele era prefeito o local já tinha muitos problemas. Carecia de reformas. E os vereadores pediam, pediam e não eram atendidos. Ao ponto dos edis, Herbert Silva e Genário Albuquerque haverem dito que iriam mandar consertar a ponte com dinheiro do própiro bolso. Se fizeram algo, não lembro.Mas o Zé não fez.

Zé Filho e as promessas (II)
A propósito, o vice governador Moraes S. Filho disse recentemente que já havia dinheiro depositado para a construção das obras do quartel do Corpo de Bombeiros em Parnaíba. Agora leio que a construtora parou os serviços por falta de pagamento. Dá pra acreditar?

Carnaval 2011
Será hoje, às 8 horas da noite, na quadra da Escola Roland Jacob o “fuá” por conta da escolha do Rei Momo e da Rainha do carnaval parnaibano, A promoção é da prefeitura, que vai dar de premiação  este ano cerca de 150 mil reais para blocos e escolas de samba.
O carnaval 2011 terá como slogan “4 dias de folia, 300 anos de alegria, numa referência aos 300 anos de Parnaíba a serem celebrados este ano. Os 300 anos de emancipação da cidade também serão lembrados pelo “bloco da Ema”.

Governo ameça professores contratados em Parnaíba

                                            

                 

Os professores contratados pela Secretaria Estadual de Educação em Parnaíba estão sendo ameaçados para não aderirem à greve da categoria, caso contrário não terão seus contratos renovados.      “Nós tivemos o contrato vencido em dezembro; não recebemos dinheiro em janeiro, fica difícil não ceder às pressões”, declarou uma professora, durante manifestação dos servidores da educação nesta sexta feira, na Praça da Graça. Ela lembrou que a necessidade do salário é que está obrigando alguns a não acompanharem o movimento reivindicatório da categoria e por isso pretendem furar movimento voltando segunda feira para a sala de aula.
       “O Átila Lira está ameaçando cortar o ponto dos grevistas,mas ele não pode fazer isso, uma vez que o professor não está se negando a repor as aulas perdidas por conta do movimento. Primeiro o governo terá que negociar com a categoria”, disse a vice-presidente do SINTE- Piauí, Zeneide Machado, lembrando que o secretário de Educação, Átila nunca foi servidor público, é empresário da educação, dono de escolas particulares, além de estar satisfeito demais com o aumento que teve de mais de 60 por cento, como deputado federal.
Adesão em Parnaíba
         Segundo a presidente do SINTE- Parnaíba, Nádia Araujo, hoje a adesão dos professores ao movimento de paralisação é de 90 por cento, tanto em Parnaíba como nos municípios vizinhos. Em Parnaíba apenas 3 escolas não aderiam 100% ao movimento: A Escolinha de Aplicação, Unidade Escolar João Silva Filho e Ozias Correia. “Lá ainda funciona no período da noite, mas estamos tentando sensibilizar os professores, pais e alunos da necessidade de todos fortalecerem nossa luta”, disse Nádia.Segundo ela, o movimento nas ruas ainda é acanhado, como sempre foi, mas a paralisação nas escolas é total.
      Nesta sexta feira,às 9 horas da manhã, uma equipe do Sindicato dos Professores vai estar em Luis Correia, numa manifestação na Praça ´Núbia Suely, para sensibilzar a comunidade para a seriedade da paralisação
Secretário não vê motivos
      Segundo a presidente geral do SINTE, professora Odeni de Jesus, o secretário Átila Lira disse que não vê motivo para greve, mas ela questiona: afora a implantação do valor do piso salarial, já definido pelo MEC, e que o governo do estado não implantou, por que não é regularizada, por exemplo, a jornada de trabalho do vigia, que pela lei é de 12 horas por 36 e eles estão trabalhando 24 por 42 horas? E quantos alunos o ano passado não ficaram sem professores em algumas disciplinas até o final do ano? “Não deve o Átila culpar a categoria pelo insuceso da educação pública do Piauí”, disse.
A cobertura do movimento
          Alguns comentavam hoje, na praça da Graça, durante o movimento feito pelos trabalhadores em educação:”Se fosse uma greve de professores do municipio aqui estaria repleto de meios de comunicação e as críticas ao Zé Hamilton seriam as piores possíveis”(Só tinha oproparnaiba.com). A propósito,a professora Zeneide Machado informou: o valor do salário de um professor de 20 horas/aula no município hoje equivale ao valor de um professor do Estado 40 horas/aula.
        O secretário Átila acha que os professores deveriam dar mais um tempo ao governador que está começando agora. Esquece-se o deputado que Wilson Martins é governador desde abril do ano passado, fora os 3 anos de 3 meses em que foi vice- de Wellington Dias A greve só não ocorreu o ano passado, segundo os professores, por conta das eleições “e não queríamos prejudicar o ano letivo”.

W. Dias agora começa prometer no Senado conclusão do Porto de L. Correia

Depois de quase 8 anos, ex-governador do Piauí anuncia conclusão da primeira etapa do Porto para o final do ano – mais um ano.

O senador Wellington Dias (PT), que passou quase oito anos à frente do governo do Estado, e fez seu sucessor, Wilson Martins (PSB), começou a prometer, agora, e no Senado, que a obra do Porto de Luís Correia, já adiada várias e várias vezes em seu governo, terá sua primeira etapa concluída final deste ano de 2010.

A promessa foi feita da tribuna do Senado Federal, durante pronunciamento realizado no final da sessão plenária da última quarta-feira (16). Ele explicou que a continuidade do empreendimento, paralisado há 25 anos e no qual já foram investidos R$ 300 milhões, foi acerta em reunião – mais uma – mantida com o ministro da Secretaria dos Portos da Presidência da República, Leônidas Cristino.

Na ocasião, o petista disse o que todos os piauienses e grande parte do Brasil – por conta dos longos e repetidos discursos do então senador Mão Santa (PSC), já sabem  –, que o Piauí é hoje o único estado brasileiro com acesso ao mar que ainda não dispõe de porto. O que é o resultado das gestões públicas de governos passados, incluindo neste rol os quase oito anos de governos do PT.

O encontro de Wellington Dias com o ministro contou com a presença do governador Wilson Martins, do Prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB) e de membros da bancada federal, como o deputado Marcelo Castro (PMDB), Assis Carvalho (PT), Júlio Cesar (DEM); o deputado estadual Fábio Novo (PT) e o Secretário de Infraestrutura, Avelino Neiva.

“Até o final deste ano, a obra no cais (a primeira etapa), se Deus quiser, estará concluída”, pontuou Wellington Dias, recorrendo ao mesmo Deus que ele deixou de ouvir quando decidiu concorrer ao Senado(Portalaz).

Sabe  que eu acho?
Se eu fosse Wellington Dias ou outro político qualquer do Piauí teria vergonha de andar falando desse assunto como prioridade. Oito anos não são 8 dias. Se com Lula, “assim” com WDias, não deu. Imagina!!!Mentir é tão feio!!!

Discurso Contraditório

Ontem o secretário de Educação, Átila Lira, concedeu uma das entrevistas mais contraditórias da história da televisão do Piauí.

Questionado pelo apresentador Silas Freire, garantiu que vai resolver o problema do piso dos professores: “É uma questão de honra para o governador”.

Um minuto depois disse que o governo teve que dar uma brecada nos gastos senão não teria pago nem a folha de janeiro.

Novamente questionado, disse que as escolas estão em bom estado de conservação. Aí faltou, por parte do apresentador, a lembrança de várias que desabaram nos últimos meses. Mesmo assim, desdizendo o que disse, teve que reconhecer será obrigado a fazer reformas até durante o período escolar.

  Aliás, pelas palavras do secretário, a próxima maravilha da terra será a excelência das escolas da zona rural dos municípios piauienses(portal da difusora)

Empossados novos Servidores da Sec. Municipal de Saúde

Foi na manhã desta quarta feira, no hall do gabinete do prefeito José Hamilton, a solenidade de boas vindas aos novos servidores da Secretaria Municipal de Saúde, que vão fazer parte dos vários setores daquela Secretaria, entre Samu, Pronto Socorro, PSF, Centro de Especialidades de Saúde, e outros.

De acordo com a Secretária Ilvanete Beltrão, os 157 novos profissionais contratados, aprovados em concurso público, vão ser distribuidos na rede que já funciona e na que está sendo implantada.” Nossa preocupação e´proporcionar melhor atendimento e dar segurança à toda população, desde a vacina à cirurgia de alta complexidade.Se não der aqui, encaminharemos para Teresina”, comentou.

Profissionais médicos

A secretária informou também que os médicos concursados ainda não foram suficientes para suprir a carência do município, “mas estamos partindo para o processo de contratação temporária até que seja resolvido definitivamente o problema”.

Presente à solenidade, o prefeito José Hamilton manifestou otimismo com relação à implantação do sistema básico de saúde em Parnaíba, saudando os novos contratados e falando dos investimentos que o setor saúde vem fazendo, no sentido de transformar em referência para a região o setor saúde do município.

Hospital Dirceu Arcoverde

O prefeito lamentou a situação em que se encontra o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, reconhecendo a necessidade da recuperação também daquele estabelecimento. “Fizemos a nossa parte, quando ainda em 2005 procuramos buscar parcerias, como a que fizemos com a Phillips, da Holanda, para dotar o hospital de uma UTI moderna, sem se falar em outros investimentos”, comentou.

Já a Secretária Ilvanete Beltrão disse que acredita na nova gestora da Saúde do Estado, a secretária Lilian Martins.”Ela já demonstrou grande preocupação em reunir forças com a Prefeitura para resolver o problema do Dirceu, que é um problema que está dentro do municipio de Parnaíba e o qual não devemos ignorar”.

José Hamilton anuncia mais obras para Parnaíba e comenta avanços em mensagem à Câmara

A mensagem do prefeito de Parnaíba José Hamilton Furtado Castelo Branco, apresentada pelo vice-prefeito Florentino Neto na abertura do Ano Legislativo da Câmara Municipal, fez referência, entre outras realizações, à viabilização de Projetos do PAC 2, que representarão investimentos superiores a 100 milhões de reais nos próximos meses. O prefeito anuncia, também, o asfaltamento ou recapeamento asfáltico da Avenida São Sebastião, do Mirante à Avenida Francisco Borges dos Santos; Avenida das Normalistas, da Alberto Correia à Avenida Coronel Lucas; além das ruas Padre Castelo Branco, Afonso Pena, Samuel Santos, Itaúna, Anhanguera, Dirceu Arcoverde, Pedro Freitas, Santana e Ricardo Coimbra. Estas obras fazem parte de convênio estimado em R$ 5 milhões e 80 mil reais, assinado no dia quatro de janeiro deste ano junto à Gerência de Desenvolvimento Urbano (Gidur), da Caixa Econômica Federal, em Teresina. As propostas da população de Parnaíba inseridas no Orçamento de 2011 através do Orçamento participativo, também foram referenciadas pelo prefeito José Hamilton em sua mensagem.
            O prefeito de Parnaíba apresentou em sua mensagem escrita, dados relativos aos avanços nos setores da educação, saúde e evolução das receitas municipais, tendo como fontes a arrecadação própria e transferências constitucionais. A melhoria da qualidade no ensino e o aumento do sucesso escolar foram apontados através do Ideb, que é o mais importante indicador social do Governo Federal e que, no caso de Parnaíba, atestou em 2007 e 2010 a superação de todas as metas estabelecidas pelo MEC.
Em relação ao setor da saúde a mensagem relata ações de estruturação física e funcional, implantação de programas, além de mostrar através de dados reais que a batalha contra a dengue está sendo vencida pela Prefeitura e pela sociedade. Entre os números apresentados é possível fazer uma comparação entre o maior pico de infestação da dengue que foi em 2007, com 1.122 casos, contra apenas 36 do ano passado.
“As receitas municipais, incluindo arrecadação própria e as transferências constitucionais, mais que quintuplicaram”, diz o prefeito na sua mensagem apresentada pelo vice-prefeito Florentino Neto. Para provar sua assertiva ele mostra um relatório sumário apontando um salto orçamentário de R$ 51,4 milhões arrecadados pelo município de Parnaíba em 2004, contra R$ 151,1 milhões arrecadados até novembro do ano passado. Além disso, projeta as receitas deste ano para 275,6 milhões de reais. Segundo ele, isto reflete, verdadeiramente, um soerguimento da economia local, capitaneada pelo poder público municipal.
”Se hoje podemos realizar obras com recursos próprios, se hoje podemos custear a elaboração de projetos básicos e executivos de importantes obras, se hoje a Prefeitura pode assumir contrapartidas de obras conveniadas com o Governo Federal, se hoje mantemos o município adimplente com os órgãos de seguridade social, se hoje pagamos o funcionalismo dentro do mês e ainda podemos convocar concursados para assumirem novos postos de trabalho, é porque a Prefeitura de Parnaíba tem saúde financeira e mantém o equilíbrio fiscal”, refletiu.
Quando falou de economia, o prefeito lembrou a luta da Prefeitura, apoiada pela Câmara Municipal, em favor da ZPE de Parnaíba. Ele agradeceu a aprovação que o legislativo local deu ao município para participar da composição acionária da Empresa Administradora da ZPE. Ele disse lamentar, porém, que outras pessoas oriundas desta cidade tenham suprimido mais esta primazia da cidade de Parnaíba e do seu povo. “Logo Parnaíba, uma cidade com extenso histórico de pioneirismo não ter, hoje, a sede da sua ZPE”, frisou. Para José Hamilton a exclusão da Prefeitura da composição da empresa é uma questão facilmente superável, mas considerou totalmente inaceitável que a sede da ZPE não seja em Parnaíba.
Texto: F.Carvalho

Ainda é parcial greve dos professores em Parnaíba

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação, SINTE – Regional Parnaíba, promoveu uma reunião agora à tarde para aderir oficialmente à greve dos professores deflagrada desde ontem em Teresina e em vários outros municípios do Estado. O local do encontro foi o auditório do Instituto de Educação Antonino Freire, antiga Escola Normal Francisco Correia, onde compareceram professores e diretores de escolas estaduais.

O movimento ainda é parcial em Parnaíba e nos municípios jurisdicionados ao SINTE local. Algumas escolas ainda estão funcionando o primeiro tempo, liberando os alunos no horário do recreio.

“Algumas escolas ainda não aderiram ao movimento de paralisação alegando falta de cartazes convocando para o movimento, mas amanhã estaremos corrigindo isso”, informou a presidente do SINTE, Nádia Araújo.

Ficou decidido também na reunião que na quinta feira, a partir das 9 horas da manhã, os professores vão se concentrar em frente à sede do Sindicato, de lá seguindo para a Praça da Graça, com carros de som, onde serão feitos alguns pronunciamentos, conscientizando a sociedade da necessidade do movimento.

O governo enganou a categoria

Alguns professores se manifestaram durante a reunião, protestando contra a atitude do Secretário de Educação Átila Lira, em ameaçar com desconto de salários os professores grevistas e enfatizando a necessidade de sensibilizar os alunos e os pais”, porque a grande imprensa está destacando que os alunos estão sendo prejudicados mas não diz que desde o ano passado que o governo engana a categoria. Só não houve a grave o ano passado em função das eleições e não queríamos comprometer o ano letivo.

O movimento dos professores é em favor de melhores salários e condições de trabalho, além do pagamento de uma série de vantagens que vêm sendo proteladas ao longo do tempo>” Estou sendo surrupiado faz é tempo”, protestou o professor Mário Marinho, lembrando que todos os anos o governo promete pagar o que deve e não cumpre a promessa.

Promessas & promessas

Em 2009 surgiu a promessa do pagamento de salários atrasados, da década de 90, governo Guilherme Melo. Depois descobriu-se que o governador de então, Wellington Dias, queria apenas jogar para a platéia e anganar de novo os trabalhadores em educação.

A direção do SINTE Parnaíba quer que, na quinta feira, não só professores mas todos os trabalhadores em educação fortaleçam o movimento, comparecendo à concetração marcada para às 9 horas da manhã.”Não devemos ter medo de governos, porque na campanha todos prometem investir em educação e terminam não fazendo nada. Ninguém protesta e tudo fica por isso mesmo. A hora da luta é agora”.

Professores iniciam greve geral e paralisam centro de Teresina

Os professores do Piauí entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda (14), dia previsto para o retorno às aulas. Eles tomaram a decisão em Assembleia na praça da Bandeira e tomaram as ruas do centro da cidade em direção à sede do Iapep, órgão que também é alvo do descontentamento dos docentes. 


Por onde passam, os professores interditaram ruas e dificultam o trânsito no centro da capital. Gritando palavras de ordem como “trabalhador na rua, governo a culpa é sua!”, eles reivindicam um reajuste salarial de 15% e que o aumento na contribuição do servidor para o Iapep anunciado semana passada em 10% seja cancelado. 


De acordo com a presidente do Sinte, Odeni Rocha, a categoria tenta negociar com a Secretaria de Educação deste o ano passado, mas não obteve sucesso. “Com certeza isso irá comprometer o ano letivo e é culpa do governo. Tentamos várias vezes negociar e o eles sequer nos receberam”, pontua. 


O salário do professor com carga horária de 40 horas é R$ 915. Atualmente existem no Piauí aproximadamente 23 mil docentes. 




Flash de Yala Sena
Redação Carlos Lustosa Filho
[email protected]

A vida longe do Poder

                     
Derrotados depois de passar os últimos anos nos holofotes, nomes como Arthur Virgílio (PSDB-AM), Fernando Gabeira (PV-RJ) e Heráclito Fortes (DEM-PI) tentam descobrir que há vida fora da política. Passado o choque inicial, nenhum deles descarta voltar à vida pública. A lista das estrelas que amargaram revés eleitoral é composta, na maioria, por opositores de Lula. Assim, o discurso comum é culpar o ex-presidente pela derrota.
A tribuna deu lugar ao Twitter, onde os derrotados opinam sobre o governo Dilma Rousseff e tentam não perder contato com eleitores.
Virgílio
Arthur Virgílio atua como assistente do Ministério Público Eleitoral em representações contra Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin (PC do B), eleitos para o Senado no Amazonas. Ele aponta fraude eleitoral e diz que houve ordem de Lula para derrotá-lo, graças a sua atuação pela derrubada da CPMF, em 2007. ‘A história vai dar ao Fernando Henrique papel maior que o do Lula. Ele não escapa desse julgamento’, diz.
Longe da tribuna do Senado, de onde ameaçou, em 2005, dar uma ‘surra’ no ex-presidente, Virgílio se prepara para retomar a carreira diplomática, da qual estava licenciado havia 16 anos. Está finalizando uma tese sobre o papel do Parlamento na formulação da política externa, de Rio Branco a Lula.
Mas não esconde que se prepara mesmo é para voltar à política, seja com uma vitória na Justiça Eleitoral, seja disputando a eleição para prefeito de Manaus, no ano que vem. ‘Não tenho como ficar fora da política’, diz.
Fruet
Algo comum a quem está longe de Brasília é dizer que encontrou tempo para retomar velhos hábitos, como leitura, exercícios físicos e contato com a família. ‘Fazia vários anos que eu não passava um mês inteiro em Curitiba’, se espanta o ex-deputado Gustavo Fruet (PSDB), ex-estrela da CPI dos Correios, que perdeu a eleição para o Senado. Embora não quisesse mais um mandato na Câmara, Fruet não esconde o estranhamento com a nova rotina, que inclui palestras pagas e a briga pelo comando do PSDB local. ‘Estou há 48 dias sem terno e gravata.’ O ex-campeão de votos do Paraná é um dos poucos tucanos que não culpam Lula por seu fracasso e aponta a divisão em seu próprio partido como fator principal. ‘Sou um estranho no ninho do PSDB’, lamenta.
Heráclito
Inadequação também é a sensação do ex-senador Heráclito Fortes (DEM-PI), um dos próceres anti-Lula. ‘Eu me sinto como o Mubarak, após 28 anos de mandato.’
‘Ociosidade é algo que nunca tinha experimentado. O começo é meio chocante.’
Enquanto estuda convites para atuar em conselhos de empresas, o ex-primeiro-secretário do Senado antecipa que pretende ficar 90 dias ‘de perna pro ar’.
Gabeira
Na contramão da onda de baixo-astral pela vida longe do poder, o ex-deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) comemora a volta à reportagem. Já cobriu a tragédia da chuva no Rio e fez uma reportagem in loco na Venezuela. Quer montar uma agência de produção de conteúdo sobre o Rio, de olho na Copa e na Olimpíada. ‘Reorganizar a vida aos 70 é complexo. Por isso, agora não penso em voltar à política, embora não possa descartar.’   (Folha de S.Paulo – Vera Magalhães)

CPI para saber por que brasileiro bebe toda

O brasileiro bebe cada vez mais e até cada vez mais cedo, estimulado em casa, por amigos e pela propaganda das diversas marcas de cervejas e de bebidas destiladas, a prometer que o álcool traz bem estar e aceitação social. Tanta embriaguez se tornou uma questão de saúde pública. O consumo – social ou viciado – tem causas e consequências maléficas. O tema deverá provocar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) proposta pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP).

A justificativa para a CPI do Álcool se baseia em pesquisas do Ministério da Saúde que indicam que o consumo frenquente e excessivo está fortemente associado a acidentes, violência e sexo desprotegido. “Grande parte dos acidentes de trânsito com vítimas está associada ao uso de bebidas alcóolicas pelo condutor do veículo ou pelo pedestre vítima de atropelamento, e após a vigência da Lei Seca (Lei 11.705/06)”, assevera Macris.

É o impacto negativo “considerável” para o consumidor e a para a sociedade que leva o deputado a considerar que o Congresso Nacional deve participar do monitoramento e vigilância de uma “tendência nacional” que já faz parte das estatísticas de saúde pública. A CPI poderá servir de apoio à 63aAssembleia Mundial da Saúde, que será realizada em maio em Brasília com o tema “Estratégias para a redução dos danos provocados pelo álcool”


                                                               
Sugestões de mesa de bar para a CPI do Álcool convocar: Lula, Adriano do Flamengo, Zeca Pagodinho e Reginaldo Rossi. Todos e muitos outros famosos poderão explicar à CPI porque bebem porque é líquido. Contraponto: a ex-boa de copo Ângela Rorô. (foto: Mauro Sampaio/Acessepiaui)

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o álcool é a quinta causa de morte prematura e de incapacidade no mundo e provoca 4,4% das doenças em todos os países. Pesquisas indicam que o álcool está relacionado com transtornos neuropsiquiátricos (alcoolismo), acidentes de trânsito, queimaduras, afogamentos, quedas, suicídio (11%, segundo a OMS), cirrose hepática, doenças cardiovasculares e ao câncer. De fato, preocupante.

A CPI do Álcool agirá em consonância com a OMS no enfrentamento do problema e as investigações deverão sugerir: formulação e implementação de políticas de controle do consumo; estímulo à conscientização e educação a partir de informações sobre os males do álcool; melhoria do atendimento do sistema de saúde; reforço da vigilância; aplicação de leis sobre a condução sob o efeito do álcool e de medidas para combater o consumo; regulamentação da comercialização do álcool; abordagem ao acesso, oferta e preço; combate do Estado à produção ilegal e informal de bebidas alcoólicas; e aumento da mobilização e destinação dos recursos governamentais ou privados.

Fazer o brasileiro beber menos ou até parar de tomar definitivamente umas e outras será dose. Boa sorte à CPI do Álcool(acessepiaui).
 

Congresso de Educação do SINTE Parnaíba termina hoje

         “Os educadores têm verdadeira aversão à tecnologia e temos que estar à frente do momento em que vivemos, com as novas tecnologias”. Esta foi uma das várias provocações  feitas aos profissionais de educação que, nesta quinta feira, acompanharam o segundo dia de palestras do 1º Congresso de Educação do SINTE, que acontece desde quarta feira no auditório do SESI.
        Os Pedagogos Jane Haddad e Márcio Azevedo, de Minas Gerais e Rio Grande do Norte, respectivamente, durante todo o dia falaram aos professores de vários municípios jurisdiscionados ao SINTE,  sobre o dia a dia do profissional do magistério e do seu relacionamento com o aluno, destacando as diversas formas de diversidade e como devem ser tratadas em sala de aula.
         Um velho tema voltou a ser colocado na discussão: Por que o professor da escola pública, às vezes utilizando um mesmo livro didático, esforça-se e consegue dar uma melhor aula na escola particular do que na sua escola? E Por que ele, professor de escola pública, sacrifica-se financeiramente para colocar o filho na escolar privada, ao invés matriculá-lo na sua escola, seu local de trabalho?”É como se ele não acreditasse no que faz e nem na capacidade dos colegas”, opinaram.
       O 1º Congresso de Educação do Sinte prossegue nesta sexta feira, com as seguintes palestras: às 8 horas:”Legislação e diversidade”, a cargo de Eliane Dias,  graduada em Letras, pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte e pós graduada em psicopedagogia. Às 10 horas a palestra versará sobre “violência simbólica, e o ministrante será o professor Dirceu Moreira, Psicólogo e pedagogo, autor de vários livros, formado em Análise Transacional.Na parte da tarde os dois palestrantes abordarão os temas”integração e inclusão” e ” bullyng”.
      Alguns participantes têm manifestado opinião durante as palestras e todos destacam o alto nível dos palestrantes e quão importante têm sido a abrodagem dos assuntos, “que, se postos em práticas, vão ser de grande valia para o professor e para o crescimento e valorização do aluno na sala de aula”.

Prefeitura de Parnaíba vai à justiça pedir autorização para vistoriar imóveis no combate à dengue

Vice-prefeito Florentino Neto com o procurador Geral, Renato Bacellar e membros da equipe que está identificando os imóveis fechados.
        Equipes da Secretaria Municipal de Saúde estão trabalhando na identificação de todos os imóveis fechados e que possam abrigar focos do mosquito aedes aegypit, transmissor da dengue. Outra medida anunciada pelo vice-prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, e pela secretária de saúde, médica Ilvanete Beltrão, será a adoção de medidas judiciais para garantir o acesso dos agentes da vigilância ambiental nos imóveis de proprietários ausentes ou naqueles cujos donos tentarem obstruir as ações de combate à dengue.
         O vice-prefeito e a secretária de saúde definiram os detalhes destas ações em reunião de trabalho na manhã desta quinta-feira (10) com a presença do procurador geral do município de Parnaíba, Renato Bacellar, do Procurador da Fazenda Municipal, Miguel Bezerra Neto e agentes da vigilância ambiental. O procurador geral informou ao vice-prefeito que já ingressou na justiça contra o proprietário de um terreno localizado na Rua Itaúna, que vem sendo utilizado para depósito de sucatas e outros materiais recicláveis com grande potencial para a proliferação do mosquito da dengue. A ação visa à remoção dos materiais para outro local, cuja segurança seja constatada pelas vigilâncias ambiental e sanitária.
         Florentino Neto disse que confia no poder judiciário do qual espera uma boa receptividade em relação aos pedidos de autorização para a entrada dos agentes da saúde pública municipal em todos os imóveis fechados. “Precisamos deste respaldo para combater a dengue de forma mais eficaz e, assim, preservar a saúde de todos”, disse Florentino Neto.
Durante a reunião de trabalho os agentes ambientais pertencentes ao grupo de identificação dos imóveis fechados, informaram que vem sendo desenvolvidas ações de identificação e bloqueio de focos do mosquito nos bairros, além do trabalho de borrifação com um “carro fumace”.
Texto: F.Carvalho

PAC 2 para Parnaíba é resultado das ações da Prefeitura junto ao governo federal, diz prefeito José Hamilton

Planta baixa da Praça do PAC conseguida pela Prefeitura de Parnaíba.
            A Prefeitura de Parnaíba viabilizou a participação do município na segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento, conhecido como PAC 2 para a elaboração de projetos executivos de grandes obras de drenagem e saneamento, uma praça com mais três mil metros quadrados de área a ser construída, oito Unidades Básicas de Saúde e uma Unidade de  Pronto Atendimento. O aporte de recursos relativos ao PAC 2 para Parnaíba será superior a 100 milhões de reais, envolvendo projetos e execuções destas obras.
O prefeito José Hamilton enfatizou que a aprovação de todos os projetos apresentados pela Prefeitura de Parnaíba em relação ao PAC 2 é resultado dos encaminhamentos feitos, por ele e sua equipe de técnicos, no Ministério das Cidades e no Gabinete Civil da Presidência da República, ainda em novembro do ano passado. “O PAC 2 se restringe à ação entre município, governo federal e mais ninguém”, explicou.
            Ele ressaltou as obras do PAC 2 para Parnaíba refletem a capacidade administrativa que hoje tem município de se relacionar com os organismos federais. “Parnaíba foi selecionada porque hoje temos um histórico de credibilidade junto a estas instituições federais”, afirmou. Ainda segundo ele, a administração municipal satisfez todas as exigências técnicas dos ministérios que aceitaram a totalidade das propostas apresentadas. “Isto vem sendo possível porque desde 2005 montamos uma equipe de técnicos capacitados na elaboração de projetos executivos”, avaliou.
Praça do PAC
            A Praça do PAC que será construída com projeto da Prefeitura de Parnaíba no Bairro Piauí, em um terreno localizado entre as Ruas Oswaldo Cruz e Arimatéia Carvalho, será um dos espaços mais dinâmicos da cidade.  O local será equipado com biblioteca, sanitários, telecentro, cineteatro, quadra coberta, pista de skat, jogos de mesa, espaço criança, sala multiuso, um Centro de Referência da Assistência Social, espaço para ginástica e pista para caminhadas.
Texto: F.Carvalho

Reforma política e a volta dos que não foram

Reforma política é um clichê que pode implicar avanço ou retrocesso. Depende dos objetivos de quem vai comandá-la. Pode acabar com partidos de aluguel e corrigir distorções de representação, ou mudar as aparências para manter tudo como está.
José Sarney convocou os colegas de Senado e Presidência, Fernando Collor e Itamar Franco, para compor a comissão que vai tratar da tal reforma. O trio representa a vanguarda do passado do país. E planejará seu futuro.
Não se pode negar que eles têm muita experiência nos temas principais da reforma. Já trocaram várias vezes de partido, já usaram legendas de aluguel, já barganharam a formação de maiorias parlamentares de modo franciscano.
Não se deve esperar, porém, que imponham barreiras eleitorais aos partidos, ou que corrijam a desproporção que faz o voto de um paulista que mora em Roraima valer 11 votos de roraimenses que vivem em São Paulo.
Senador por um Estado onde não mora, o Amapá, Sarney entrou para a história ao trocar suas origens no PDS/PFL/DEM pelo PMDB, o que ajudou a transformar o partido da oposição à ditadura na confederação de interesses que está aí.
Collor foi eleito presidente pelo PRN, um partido nanico que já foi PJ e hoje atende por PTC. Sua história é tão grandiosa quanto a passagem collorida pelo Planalto. Itamar foi sua consequência.
Juntas, as siglas partidárias que já abrigaram o trio formam quase um alfabeto.
Enfim, a reforma política parece que será comandada por aqueles que tornam necessário reformar a política. Como já virou moda dizer no Twitter, não deverá passar de um puxadinho. (José Roberto de Toledo, Estadão de 08.02.2011)

Observatório!

 [Bernardo+Silva.bmp]
                                   @ Aberto ontem, no auditório do SESI, o 1º Congresso de Educação do SINTE, Regional de Parnaíba. À solenidade de abertura, na mesa de honra, a professora Odeni de Jesus, do SINTE Teresina, Nádia Araujo, SINTE Parnaíba, Alcenor Candeira, Secretário Municipal de Educação Adelina Augusta, da ADUFPI e o vice- prefeito Florentino Neto, representando o prefeito José Hamilton.
@ A primeira palestra foi sobre prática pedagógicas e diversidade: sexualidade e preconceito sócio-econômico. A palestrante Jane Hadad, psicopedagoga mineira,  soube se haver muito bem na exposição, recebendo elogios.
Pena que o SINTE Parnaíba com jurisdisção em 12 municipios, não conseguir lotar de professores o auditório, com capacidade para cerca de 300 pessoas.Mas quem foi gostou. Quem não foi perdeu. O congresso é até sexta feira à tarde.
@ Na próxima semana a prefeitura de Parnaíba vai convocar, extraordinariamente, a Câmara Municipal, para que os vereadores votem o pedido de renovação do contrato da AGESPISA com o municipio. Com isso o prefeito quer mostrar que nada tem contra o governo do Estado. Ele poderia se negar e criar a tal atitude.
@ Ontem, ouvi o vice- prefeito Florentino Neto dizer que perpetuar essa discussão sobre a Z.P.E de Parnaíba. E mostrou na TV vasta documentação do que foi feito, desde 2008, pela prefeitura, em favor da Z.P.E.
@Depois, no Amadeu Campos, vi Mirócles Véras dizendo um monte de besteiras, inclusive querendo fazer crer que tudo o que foi feito a respeito do assunto, foi ele com Wilson Martins. É besteira muita….
@ Vou seguir participando do Congresso de Educação no SESI Mais tarde eu volto.

Agora anfitriã, Dilma ‘serve’ jantar a Lula no Alvorada

Horas depois de o governo ter anunciado um corte bilionário de gastos, o Alvorada realizou uma despesa extraordinária. Nada que leve o Tesouro à breca, contudo.
A cozinha do palácio teve de reforçar o feijão. Foram à mesa do jantar cinco pratos extras. Dilma Rousseff, a nova inquilina, recebeu o antigo morador.
Junto com Lula, a mulher dele, Marisa, e mais quatro: os ministros Antonio Palocci, Guido Mantega e Gilberto Carvalho; e José Eduardo Dutra, presidente do PT.

Roberto Stuckert/PR

Nesta quinta (10), eles voltarão a se encontrar na festa do 31º aniversário do PT. Antes, Dilma voará para São Paulo.
Vai ao hospital Sírio Libanês, para exames médicos. Se lhe for permitido, visitará o ex-vice-presidente José Alencar, devolvido à UTI nesta quarta.
.
Escrito por Josias de Souza 

Pela volta do carnaval a fevereiro

O problema do carnaval em março é a vizinhança com o Dia Internacional da Mulher numa época em que a emancipação feminina valoriza mais os seios de silicone do que os sutiãs queimados em praça pública no decorrer das lutas pela igualdade de gêneros. Cá pra nós, fica muito difícil exaltar o papel da mulher no avanço da humanidade com elas peladas, rebolando daquele jeito na TV.
Terça-feira gorda no Brasil, convenhamos, não é ocasião apropriada para celebrar uma data originada em manifestações de operárias russas por ‘Pão e Paz’ às vésperas de 1917. No ocidente, o 8 de março homenageia 130 tecelãs trancadas e carbonizadas dentro de uma fábrica de tecidos na Nova York do final do século 19, durante repressão a movimento grevista por melhores condições de trabalho. Por mais que, no Rio, os desfiles das escolas de samba em 2011 estejam irremediavelmente marcados por outro incêndio, brincadeira com fogo tem hora.
Imagina o constrangimento de Dilma Rousseff, logo no seu primeiro pronunciamento à Nação como presidente no Dia Internacional da Mulher, dividindo a atenção dos queridos brasileiros e brasileiras com a passagem do bloco Calma, Calma, Sua Piranha. Isso tem que mudar!(Tutty Vasques)

Lula em avião comercial e a ameaça terrorista

Eita!
Será que o Apedeuta já decidiu dar alguns conselhos para Dona Dilma Primeira, a Muda? Ontem, ele pegou um vôo de carreira, da Gol, para Brasília. Será homenageado hoje pelo PT e volta a ser o presidente de honra do partido. Foi aquele sururu, vocês podem imaginar, com fotos pra lá e pra cá.
No dia em que o governo cortou R$ 50 bilhões do Orçamento e em que o noticiário só falava da disparada da inflação, uma herança que a dupla Lula & Dilma deixou para Dilma, o Babalorixá comentou:
“Todo político devia evitar aquele conselho do assessor que fala: ‘a coisa tá ruim, não vai para a rua’. Quando tá ruim é que tem que ir para a rua. Quando está bom pode ficar em casa. Eu nunca tive medo de ir aos lugares. Se tem uma coisa que não me assusta é o povo”.
Terá a soberana anotado o recado? Lula a está aconselhando a sair distribuindo metáforas por aí. Hoje ela fala sobre educação em rede nacional de rádio e TV.
AtentadoAh, sim: aviões, vocês sabem, acabaram associados a terroristas. Ontem, um passageiro cometeu um atentado contra Lula, presenteando-o com um livro! E de um argentino! Trata-se de “Ainda Existe Esperança”, de Enrique Chaij, pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Lula promete não ler mais este também.

Por Reinaldo Azevedo

Carnaval 2011: Bloco da Ema faz lançamento de CD e Abadá

                                                                

O Carnaval de Parnaíba já vem movimentando principalmente os blocos de rua de nossa cidade, já que sabem o que irão ganhar com a premiação do município, o bloco da Ema fará neste sábado(12), as 17:00 no Ferroviário Atlético clube, o lançamento do CD e do Abadá para esse carnaval com animação do grupo de pagode Batuque de Responsa.