Nome da imagem
Imagem
×

Gastos / 13 de set 2019

TCU e MPF investigam irregularidades no Conselho Federal de Farmácia

Walter da Silva Jorge João, presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF).Promoção pessoal, gastos com passagens, diárias etc complicam o presidente do CFF

O atual presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter da Silva Jorge João, virou alvo de representação no Ministério Público Federal por usar a estrutura da entidade para promoção pessoal, no Pará, onde vive, e de investigação no Tribunal de Contas da União (TCU), sob acusação de irregularidades em gastos com passagens, diárias, cursos, além de repasses irregulares a conselhos regionais. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O TCU apura o financiamento de reuniões e institutos privados, além de associações, o que é contra os preceitos dos conselhos de classe.

No âmbito do MPF, a denúncia inclui o uso de dinheiro do CFF na campanha eleitoral para o Conselho Regional de Farmácia do Pará.

Questionado, o CFF informou ainda não ter sido notificado nem conhecer o teor das denúncias. Por isso, “não pode” se pronunciar.

Sede do Conselho Federal de Farmácia CFF), em Brasília.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

error: Content is protected !!