Alepi aprova reajuste de 14,17% nos salários dos professores do Piauí

Os deputados da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovaram nesta quarta-feira (30), durante sessão plenária, o reajuste de 14,17% no salário dos professores da rede estadual de ensino, que foi proposto pelo Governo do Piauí.

Plenário da Alepi de Teresina

Plenário da Alepi de Teresina

Inicialmente, a pauta passou pelas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Administração Pública e Política Social, que aprovaram o Projeto de Lei Nº 06/2022. Com a aprovação, o piso salarial dos docentes, que trabalham 40 horas semanais, será de R$ 3.845,66.

De acordo com o deputado estadual Francisco Costa (PT), líder do Governo na Alepi, o reajuste atende os servidores ativos e inativos da Educação e busca a proporcionar um aumento, conforme a capacidade do Governo do Piauí.

“Todos os servidores serão alcançados por essa lei, também os aposentados, que serão alcançados pelo reajuste e cumprir a legislação. Sabemos que a reivindicação da categoria era um incremento maior, mas também o Governo do Estado e a equipe econômica entenderam que não tinha essa capacidade”, destacou o parlamentar.
Francisco Costa

Francisco Costa

Entenda a proposta do Governo

Segundo a proposta do Governo do Estado, todas as classes serão beneficiadas, sendo que o menor salário pago será de R$ 3.845,63 e o maior acima de R$ 7.000,00, garantindo pagamento piso para todas as classes e níveis.

Assim, somado ao reajuste proposto de 10%, será adicionado ao vencimento um aumento de 4,17%, referente a incorporação do auxílio alimentação, para todos os ativos e aposentados da categoria. A primeira classe A, nível I, sai de um salário de R$ 2.910,32 para R$ 3.845,63, reajuste de cerca de 32%. Para as demais classes, o reajuste soma 14, 58%.(Gp1)

Deixe uma resposta