Lei de Gracinha Mão Santa é sancionada por Rafael Fonteles; saiba qual e entenda!

governador do Piauí, Rafael Fonteles (PT), sancionou na última quinta-feira, 18 de abril, uma lei que visa fomentar o Turismo Pedagógico nas escolas públicas estaduais. Proposta por sua opositora política, a deputada Gracinha Mão Santa, do Progressistas, a nova legislação estabelece diretrizes para a realização de atividades educativas fora da sala de aula, proporcionando aos alunos experiências que integram lazer e aprendizado.

A lei autoriza a Secretaria de Estado da Educação a implementar programas que levem os estudantes a visitar polos industriais, cidades históricas, áreas ecológicas, museus, entre outros locais de relevância cultural e turística no Piauí. Com isso, busca-se alinhar os conteúdos teóricos com práticas educativas diversificadas, enriquecendo o processo de aprendizagem.

De acordo com o texto da nova lei, cada escola da rede estadual poderá realizar visitas a locais de importância cultural e turística do estado pelo menos uma vez ao ano. Essas visitas, restritas principalmente ao território do Piauí, poderão contar com patrocínios de entidades públicas e privadas, garantindo assim recursos para sua realização.

Rafael Fonteles sanciona lei de autoria de Gracinha Mão Santa sobre turismo pedagógico (Foto: CCOM/Ascom Alepi)Rafael Fonteles sanciona lei de autoria de Gracinha Mão Santa sobre turismo pedagógico (Foto: CCOM/Ascom Alepi)

Exceções são permitidas para atividades que ultrapassem os limites estaduais, mas apenas para visitas técnicas a locais até 100 quilômetros de distância da cidade de origem, e que sejam essenciais para complementar os estudos teóricos.

A implementação da lei, que entra em vigor imediatamente, promete transformar significativamente a educação no Piauí, oferecendo aos estudantes uma visão mais ampla e integrada do aprendizado.(Francy Teixeira)

O PT do Piauí estaria dando passos para trás?

A bronca da matriarca 

Olha só um depoimento de Regina Sousa que só atrapalha Fábio Novo. Ela diz que ao isolar os petistas históricos nessa eleição, o PT deu largas passadas para trás. 
E arrematou, também atirando no rumo do governador : não adianta colocar na chapa pessoas novas que já vem pensando em sair.   

Foto: ReproduçãoRegina diz que PT dá passos para trás na campanha de Fábio Novo

Regina diz que PT dá passos para trás na campanha de Fábio Novo

Novo do novo 

Não é segredo: Fábio Novo, o candidato a prefeito pensa e age mais como tucano.
E o vice, Paulo Márcio, além de ser do MDB, é bolsonarista de carteirinha.  

Petistas isolados

Pensam com Regina muitos petistas que nem no governo estão, e os poucos – como ela – que formam a equipe, se encontram em cargos sem qualquer importância estratégica. 
Não é sem sentido que já não se escondem as rugas entre o ministro Wellington e Rafael. 

Cada vez distante 

Ontem, o ministro Wellington Dias tentava dissimular a polêmica  sobre sua impopularidade em Teresina, que o mantém isolado da campanha de Fábio Novo. 
Ele estava na Ilha de Marajó, fazendo propaganda da pureza da água de lá. 
Bem distante. 

Só no telão 

Fábio Novo já não esconde que Wellington tira votos que só coloca o ministro “como peça de apoio”, nos vídeos que passa em telões nas reuniões internas. 
E assim, Wellington surge falando dos seus quatro medíocres e suspeitos governos. 

Foto: ReproduçãoPronto, resolveram como Wellington Dias pode aparecer na campanha de Fábio Novo: pelo telão. Vergonha alheia.

Pronto, resolveram como Wellington Dias pode aparecer na campanha de Fábio Novo: pelo telão. Vergonha alheia.
(Fonte:Portalaz)

“Cometa do Diabo” ficará visível no Brasil neste domingo (21); veja horário

Cometa do Diabo poderá ser avistado

Cometa do Diabo poderá ser avistado

O cometa 12P/Pons-Brooks, mais conhecido como “Cometa do Diabo“, poderá ser visto no Brasil e no restante do Hemisfério Sul neste domingo (21). O objeto demora cerca de 71,3 anos para completar uma volta em torno do Sol.

No dia 21 de abril, ele ficará mais visível, pois estará no ponto mais próximo do Sol. Desde o dia 7 de abril, observadores estão acompanhando a passagem do corpo celeste na Região Nordeste, já que os estados localizados mais ao Norte do país serão os primeiros a ver o cometa no céu. 

De acordo com o astrônomo do Observatório Nacional, Filipe Monteiro, não será possível ver o Cometa do Diabo a olho nu por causa da intensidade do brilho, o que não pode ser previsto. Desta forma, é preciso usar aparelhos, como binóculos e telescópios. O melhor horário para observação será entre 17h40 e 18h30.

“Os observadores deverão olhar para o horizonte oeste, na mesma direção do pôr do sol, para ver o cometa. O cometa está visível logo após o pôr do Sol, primeiramente abaixo da Constelação de Touro, e a partir de maio, abaixo da Constelação de Órion, sempre por volta das 17h40 às 18h30. A maior dificuldade será encontrar um lugar com o horizonte oeste livre, visto que o cometa está muito baixo no céu, numa altura de cerca de 15 graus”, explica o astrônomo.

No dia 2 de junho, o Cometa do Diabo ficará bem perto da Terra, porém a visibilidade não será boa.

Porque é chamado de “Cometa do Diabo”?

O 12P/Pons-Brooks é um cometa tipo Halley, ou seja, de curta duração entre 20 e 200 anos (os de longa duração podem existir por milhares de anos). Foi descoberto a primeira vez, em 1812, pelo francês Jean-Louis Pons. Depois, em 1883, foi redescoberto de forma independente pelo inglês William Robert Brooks.

O nome Cometa do Diabo surgiu somente em 20 de julho de 2023 após registros feitos pelo astrônomo Elek Tamás, do Observatório Harsona na Hungria.

“O astrônomo percebeu que o cometa estava consideravelmente mais brilhante, pois provavelmente havia sofrido alguma explosão ou ‘outburst’, isto é, uma liberação de gás e poeira de forma inesperada que fez com que o seu brilho aumentasse bastante. Essa explosão cometária também distorceu a coma [nuvem ao redor do cometa] em forma de ferradura ou chifres e, por isso, muitos meios de comunicação apelidaram o objeto de ‘Cometa do Diabo’”, disse Filipe Monteiro. 

O nome não tem relação com algo maligno, alerta o Observatório Nacional

De acordo com o Observatório Nacional, o cometa também é comparado à nave Millennium Falcon, da franquia Star Wars, por aparentar ter “chifres” em seu formato. Por isso, astrônomos estão investigando como os tais “chifres” surgiram.

“Uma das hipóteses, por exemplo, é a de que o cometa esteja expelindo gás e poeira de forma desigual. Talvez haja uma área da superfície que não está liberando vapor, enquanto as áreas de cada lado estão sublimando gelos. Ou talvez seja um efeito de sombra, onde material mais denso ou até a topografia no centro do cometa parece bloquear parte do material brilhante atrás dele do nosso ponto de vista”, diz a nota. 

Cometas são objetos compostos por gases congelados, rocha e poeira. Quando se aproximam do Sol, se tornam ativos porque o calor aquece o cometa e o gelo se transforma em gás. A partir daí, uma nuvem é formada ao redor do cometa, chamada de coma. 

Fonte: Agência Brasil

‘É o pior dos governos Lula’, alerta Osmar Terra

Osmar Terra (MDB-RS) em entrevista ao podcast do Diário do Poder

Ex-ministro e deputado federal há quase 30 anos, Osmar Terra (MDB-RS) avaliou o terceiro mandato do presidente Lula (PT) como “o pior dos governos Lula”. Em entrevista ao podcast Diário do Poder, no ar a partir deste sábado (20) no YouTube, o gaúcho afirmou que o petista promove “descaminho” na economia e “está muito mal assessorado”. Disse ainda que Lula poderia ter promovido a pacificação política, como chegou a afirmar na campanha, mas ao invés disso “acirra” a polarização.

Acirramento

“Toda vez que abre a boca, fala mal do [ex-presidente Jair] Bolsonaro”, criticou o deputado que foi ministro nos governos Temer e Bolsonaro.

Intento

“Parece proposital, para manter a polarização”, analisou Osmar Terra sobre as críticas perenes de Lula ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

Sem resultados

“Não estou vendo resultados concretos para a saúde pública brasileira na gestão (Nísia Trindade, no Ministério da Saúde)”, afirmou Terra.

Perigo

Em relação às tensões entre o Legislativo e Supremo Tribunal Federal, Terra disse que “se passa dos limites, pode se tornar incontrolável”.(Cláudio Humberto)

E Zé Hamilton, vai ganhar secretaria do governador Rafael Fonteles?Que história é essa?

O “boato” é dos boateiros da TV Meio Norte, que recebe muito dinheiro do governo do Estado e da prefeitura da Gracinha. Segundo eles, o pré-candidato a prefeito de Parnaíba, Zé Hamilton, estaria na iminência de desistir, mais uma vez, do seu projeto político para ceder também(como outros do grupo esperança) aos caprichos do governador Rafael Fonteles, aceitando uma secretaria no governo do Estado. 

Zé Hamilton concedendo entrevista na Rádio Liderança

As “pitonisas” do Meio Norte chegam até a citar que foi sugerida a Secretaria de Saúde (para o filho) ou a secretaria de Assistência Social(…). Resta agora ouvir o que o Zé Hamilton pensa disso. OU se ele pelo menos sabe dessa estória.

CONFIRA NO VIDEO:

Na ânsia de ser prefeito da cidade Dr. Hélio arrasta o governo para dentro de Parnaíba

Campanha pelo voto 

Leis de reconhecimento da utilidade pública de entidades sociais em geral servem apenas para que se saiba da existência dessas corporações, mas a recente lei estadual que reconhece a utilidade pública estadual do Instituto João Silva Filho é digna de registro.
Razão? O autor, deputado estadual Dr. Hélio, do MDB, é candidato a prefeito de Parnaíba, cidade em que fica localizado o instituto.

Foto: ReproduçãoDr Hélio o cavaleiro solitário é desconhecido tirando proveito do asfalto que o governo faz nas ruas de Parnaíba

Dr Hélio o cavaleiro solitário é desconhecido tirando proveito do asfalto que o governo faz nas ruas de Parnaíba

Quer o voto, sim 

Claro que o propósito de Dr Hélio é eleitoral. Quer, no mínimo, o apoio da família do ilustre Dr João Silva, médico e que foi um dos melhores prefeitos da cidade. 

Asfalto na cidade 

A ânsia para ser prefeito da cidade dos outros (ele nasceu eu Canto do Buruti), Dr Hélio arrasta o governo para dentro de Parnaíba.
Está fazendo os órgãos estaduais construírem calçamento nas ruas para conseguir votos. 

(Portalaz/ Direto da Redação)

E quando sai o companheiro de chapa(vice) do pré-candidato Dr. Hélio?!

Pelo tempo que foi lançado como pré-candidato a prefeito de Parnaíba, “ungido” pelo governador Rafael Fonteles, a escolha do companheiro de chapa do Dr. Hélio está mais do que atrasada. E falta de nomes importantes não deve ser o problema, visto que o “blocão” que está sendo cooptado para o apoio a esta candidatura é formada de “estrelas de primeira grandeza” da política local.

Atualmente dois nomes figuram como possíveis escolhidos: a vereadora Fátima Carmino, do PT e o vereador Daniel Jackson, do Solidariedade. E até que ponto a escolha do vice poderá pesar junto ao eleitorado? Acredita-se que muito pouco, porém, o segundo nome da chapa majoritária é da curiosidade geral.(Por:Bernardo Silva)

 

Ato em Copacabana: Bolsonaro diz que Brasil nunca esteve tão perto de ditadura

Ex-presidente da República Jair Bolsonaro. (Foto: Captura/Redes Sociais)

Ex-presidente da República, Jair Bolsonaro. (Foto: Captura/Redes Sociais).

Ao reforçar convite para manifestação no Rio de Janeiro, no próximo domingo (21), em Copacabana, o ex-presidente Jair Bolsonaro destacou que a liberdade de expressão do brasileiro está ameaçada e convidou para o ato.

“O que está em jogo não é o meu, não é o teu futuro. É o futuro de todos nós, dos nossos filhos e dos nossos netos”, analisou Bolsonaro.

O ex-presidente ainda pediu que os manifestantes não levem faixas ou cartazes. “É uma fotografia para o mundo”, disse.

“Nunca estivemos tão perto de uma ditadura. Não vamos desistir do Brasil”, publicou na rede social X, antigo Twitter. (Diário do Poder)

Pré-candidatura da base governista em Parnaíba é imposição, diz Gracinha Mão Santa

A deputada estadual Gracinha Mão Santa (PP) declarou que a oposição, da base governista, está impondo uma pré-candidatura na cidade de Parnaíba. 

Para a parlamentar, a população não vai se convencer da aliança do Dr. Hélio e Florentino Neto. “O que a gente vê hoje na oposição, que aí já não é um problema meu, mas do governador, é uma imposição. Na minha avaliação, em meus 52 anos, eu nunca vi impor alguém que tem aresta com o outro a votar em alguém que dá certo. Eu nunca vi. Então, vai ser a primeira vez que nós vamos ver isso na história, se isso precisa acontecer”, afirmou.

Foto: Reproduçãodeputada Gracinha Mão Santa (Progressistas).

deputada Gracinha Mão Santa (Progressistas)

Segundo a Gracinha, o blocão, que tem sido formado pelo grupo do governador Rafael Fonteles, não tem força em cidades grandes, como Parnaíba.

“Seria o próprio Dr. Hélio. O governador não juntou a força Florentino, que não queria apoiar eles e todos os outros? Então, assim, eu não acredito, e a população também não se convenceu. A população da cidade maior não vai muito para blocão, ela vai nesses aspectos”, pontuou. 

A deputada explicou ainda que a população tem sido subestimada pela oposição. “Estamos falando de uma cidade que é polo universitário, a segunda maior cidade do Piauí, núcleo de uma planície, estão subestimando pela quantidade de habitantes. Parnaíba não tem dono”, ressaltou.(Viagora)

Comissão de Ética de Lula alivia para ministro de Lula outra vez

Lula e os ministros de Estado (Foto: Ricardo Stuckert/PR).

O Senado banca a moradia de quatro ministros de Lula (PT) que se licenciaram, mas mantêm a regalia. Wellington Dias (Desenvolvimento Social), Carlos Fávaro (Agricultura), Renan Filho (Transportes) e Camilo Santana (Educação) ocupam belos cargos no executivo federal, mas não largaram o osso e continuam nos espaçosos apartamentos. Senadores têm direito a imóvel funcional ou a auxílio-moradia de R$5,5 mil, que podem ser usados em despesas como aluguel ou diárias de hotel.

Vagas de sobra

Se economia fosse uma preocupação de suas excelências, a turma de Lula poderia ocupar um dos 288 imóveis funcionais que estão vazios.

Regalia extensiva

A regalia estende a quem assume. Janaína Farias (PT-CE), suplente de Santana, garantiu disputado apartamento, outros dois recebem o auxílio.

Nada, ainda

Jussara Lima (PSD-PI) é a única que, até agora, entre os suplentes de ministros, não tem imóvel funcional e nem auxílio-moradia.

Ainda ocupado

Por ato da Mesa, Augusta Brito, secretária de Estado no Ceará, deveria ter devolvido o apê. A Casa proíbe cessão do imóvel para casos assim.(Cláudio Humberto)

Sílvio Mendes nega apoio de Jair Bolsonaro para evitar rejeição do ex-presidente

O pré-candidato a prefeito de Teresina, Sílvio Mendes (União Brasil), negou, em declarações à imprensa local, que esteja politicamente alinhado ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), diante da confirmação da visita deste último à capital piauiense no próximo mês de maio. Mendes justificou sua ausência na recepção ao ex-presidente afirmando que estará viajando para São Paulo nesse mesmo dia.

FOTO: REPRODUÇÃO

A negativa causou estranheza no meio político porque, na campanha presidencial e para governador, em 2022, Sílvio declarou apoio ao então presidente da República, Jair Bolsonaro, inclusive numa coletiva com toda a imprensa de Teresina, após os resultados da urnas, no primeiro turno, quando Sílvio perdeu a eleição para Rafael Fonteles, para o Governo do Estado, e disse, categoricamente, que ele e seu grupo político apoiariam, no segundo turno, para Presidente, Jair Bolsonaro.

A recusa de Sílvio ao apoio de Bolsonaro se dá, segundo fontes ligadas ao pré-candidato, pela rejeição que o ex-presidente enfrenta no eleitorado teresinense, e no piauiense, como um todo. Essa leitura de que Sílvio é do “time de Bolsonaro” contrariaria, portanto, as aspirações políticas de Mendes, que disputará a prefeitura de Teresina este ano, tendo como principal adversário o deputado Fábio Novo, do PT, que tem o apoio do governador Rafael Fonteles e do presidente Lula, ambos bem aprovados pelo eleitorado local.

Além das declarações passadas à imprensa, outro fator que dificulta a estratégia de distanciamento de Bolsonaro adotada por Sílvio Mendes é o apoio do senador Ciro Nogueira à sua pré-candidatura. Ciro, que foi ministro-chefe da Casa Civil no governo anterior, também enfrenta rejeição significativa entre os eleitores da capital e, por isso, tem se mantido discreto na pré-campanha de Mendes para não prejudicá-lo.

Deputado Florentino Neto foi escolhido o novo coordenador da Bancada do Piauí no Congresso Nacional

Durante uma reunião realizada na tarde desta quarta-feira (17), no gabinete da senadora Jussara Lima, no Senado Federal, o deputado Florentino Neto (PT) foi escolhido como o novo coordenador da bancada do Piauí no Congresso Nacional para o ano de 2024. A decisão que contou com o apoio dos três senadores e dez deputados, foi tomada de forma unânime.

Foto: Reprodução/CNFlorentino Neto nomeado Coordenador da Bancada do Piauí no CongressoFlorentino Neto nomeado Coordenador da Bancada do Piauí no Congresso

Florentino Neto, que exerce seu primeiro mandato, substituirá o deputado Flávio Nogueira (PDT). O parlamentar disse ter consciência da grande responsabilidade que isso representa. “ Vamos dar continuidade ao excelente trabalho realizado pelo deputado Flávio e  construir espaços para que o povo piauiense tenha vez e voz em suas reivindicações”, afirmou. 

Em seu discurso, o deputado Florentino Neto reiterou seu compromisso em dedicar-se incansavelmente às demandas do estado, assim como tem feito ao longo de sua trajetória política. Ele expressou gratidão pelo voto de confiança depositado por seus colegas de bancada e enfatizou o excelente relacionamento que mantém com todos os membros.

Para o parlamentar , o Piauí vive um momento político positivo e o governo de Rafael Fonteles tem uma bom relacionamento com a bancada federal. “Agora, a prioridade é trabalhar para manter essa harmonia política e garantir mais investimentos para nosso estado”.

Com essa eleição, Florentino Neto assume um papel de destaque na representação dos interesses do Piauí no âmbito federal, reafirmando seu compromisso com a promoção  e progresso do estado e de sua população.

Fonte: Portal AZ

TRE divulga nomes de quatro inelegíveis de Buriti dos Lopes

O Tribunal Regional Eleitoral divulgou a lista com nomes de políticos que estão inelegíveis para as eleições municipais de 2024.

Dentre os inelegíveis de Buriti dos Lopes, município localizado a trezentos quilômetros ao norte de Teresina, estão a ex-prefeita Ivana Fortes, os ex-vereadores Batista Brito e Roberto da Coroa e o ex-secretário do munícipio Chico Braga.

Dados conforme documentos do TRE-PI:

2016 3053/2016 17/11/2016 TC/017915/2016 BURITI DOS LOPES FMS 2012 JOÃO BATISTA NETO 305.380.333-04 IRREGULARIDADE 06/12/2016 31/05/2022
2016 3054/2016 17/11/2016 TC/017916/2016 BURITI DOS LOPES PREFEITURA – GESTÃO 2012 FRANCISCA IVANA AGUIAR SANTOS 227.179.003-49 IRREGULARIDADE 06/12/2016 31/05/2022
2016 3052/2016 17/11/2016 TC/017913/2016 BURITI DOS LOPES FUNDEB 2012 FRANCISCO DE ASSIS BRAGA 181.358.623-34 IRREGULARIDADE 06/12/2016 31/05/2022 e ainda o ex- vereador ROBERTO SILVA OLIVEIRA. (Fonte:Politicapiaui)

Deputado Florentino Neto (PT) é consenso para ser o novo líder da Bancada Federal do Piauí

A bancada Federal do Piauí se reúne amanhã, em Brasília, para decidir quem será o novo coordenador da bancada federal que representa o povo e o estado no Congresso Nacional.

Deputado do PT é consenso para ser o novo líder da Bancada Federal do Piauí

A coluna apurou que não haverá disputa com a oposição e o nome do consenso é o do deputado federal Florentino Neto (PT-PI), que está no primeiro mandato, mas vem ocupando posições de destaque na Câmara, como, vice-presidente das Comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional; e de Combate ao Câncer no Brasil; e presidente da Frente Parlamentar da ZPEs (Zonas de Processamento de Exportação).

Deputado do PT é consenso para ser o novo líder da Bancada Federal do Piauí - Imagem 1

O atual coordenador da bancada do Piauí também é do PT, Flávio Nogueira, que passará o bastão após pouco mais de um ano na função. Logo no início da coordenação, o desafio foi organizar a distribuição dos cargos federais com representação no Piauí. A reunião, como a coluna mostrou na época, foi marcada por discussões, mas depois de três horas houve consenso.  (Por Rany Velloso/MN)

 

Pela primeira vez na história, UFPI vai ser comandada por mulher na reitoria

Lívia Nery, Nadir Nogueira e Flávia Lorenne disputam a reitoria da UFPI

Lívia Nery, Nadir Nogueira e Flávia Lorenne disputam a reitoria da UFPI

Pela primeira vez, três mulheres estão disputando o cargo de reitora da Universidade Federal do Piauí, para ocupar o cargo até 2028. A consulta acadêmica será realizada no dia 15 de maio, por meio de urnas eletrônicas disponibilizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.

A consulta prévia será acompanhada por três observadores externos: um representante da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí (OAB-PI), um representante da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e um representante do Instituto Federal do Piauí (IFPI), a serem indicados por suas respectivas administrações.

A eleição não escolhe o próximo gestor diretamente. Os reitores e vice-reitores de universidades públicas são escolhidos pelo presidente da República, dentre a lista tríplice enviada pelo Consun – Conselho Universitário. Cada segmento da comunidade acadêmica tem um voto de peso diferente: estudantes e servidores técnicos têm peso de 15% cada, enquanto professores representam 70%. A ordem de posição na lista tríplice é determinada pela quantidade de votos obtidos na eleição. O presidente pode ou não escolher o nome mais votado. 

O período de campanha eleitoral teve início no dia 3 de abril, quando foi realizado sorteio dos números das chapas.

Concorrem ao cargo as seguintes candidatas e seus respectivos vices:

Chapa 1 – Renovação com Autonomia e Humanidade – Lívia Nery (reitora) e Welter Cantanhêde (vice)

Chapa 2 – Democracia, Reconstrução e Sustentabilidade – Nadir Nogueira (reitora) e Edmilson Miranda (vice)

Chapa 3 – Juntos pela UFPI: Rumo a Novos Tempos – Flávia Lorenne (reitora) e Viriato Campelo (vice)

O atual reitor Gildásio Guedes não vai disputar a reeleição, mas seu vice, Viriato Campelo, está na disputa pela vice-reitoria novamente.

Anteriormente, a data da votação estava marcada para o dia 24 de abril, e usaria o sistema eletrônico da Universidade para a votação, o SIG Eleição.

Atraso:Vereadora Fátima Carmino cobra pagamento de Professores e transparência nas ações da prefeitura

A vereadora Fátima Carmino (PT) apresentou requerimento, na sessão desta segunda-feira da Câmara Municipal, exigindo transparência e ação da Prefeitura de Parnaíba, para que sejam dadas explicações sobre o atraso no pagamento dos professores celetistas e dos estagiários da educação.

“Esse atraso compromete seriamente os serviços educacionais do município e reflete uma clara falta de valorização desses servidores. Em conjunto com essa demanda por esclarecimentos também propus a implementação de uma tabela de pagamento anual. Essa medida visa garantir que todos os servidores tenham conhecimento prévio das datas de recebimento de seus salários, proporcionando segurança financeira e planejamento adequado” – explicou a vereadora.

Fátima Carmino disse ainda ser essencial que o município assuma sua responsabilidade  e respeite aqueles que contribuem diariamente para a qualidade da educação em Parnaíba

“O Piauí é mais inseguro que o Rio de Janeiro” -diz Ciro Nogueira

Em postagem em seu perfil no Twitter/X, o senador Ciro Nogueira (PP) disse que o Piauí é mais inseguro que o Rio de Janeiro. Segundo ele, essa insegurança é resultado do baixo investimento em segurança pública, o que faz com que o estado viva um “conto de fadas” na segurança pública.

Foto: ReproduçãoCiro Nogueira

Ciro Nogueira

“O nosso estado se encontra hoje dessa forma, com as facções [criminosas] tomando conta de tudo, de todas as cidades porque o Piauí vive um conto de fadas em que não se investe maciçamente em segurança”, diz o senador.
Para justificar a afirmação de que o Piauí é mais violento que o Rio de Janeiro, o senador usou dados do Atlas da Violência com a taxa de mortes violentas intencionais por 100 mil moradores. No Piauí, 21,7 contra 21,1 no Rio de Janeiro. Em números absolutos, em 2023, o Piauí teve 711 homicídios contra 3.388 no Rio de Janeiro.
Ciro Nogueira questiona como um estado que tem como maior problema a segurança invista somente 0,2% do seu orçamento em obras de segurança pública no ano de 2023. Ele também criticou o fato de os valores investidos tenham sido destinados à modernização de presídios.

“Isso é a cara do PT: cuidar primeiro dos criminosos, depois dos homens de bem”, alfinetou o ex-ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro, atacando o “atual governador que, depois de 20 anos, tem a cara de pau de dizer que vai fazer um plano”. 
“Não existiam plano antes, nos governos de Wellington Dias?”, questionou, dizendo que não se faz segurança sem planejamento, destacando ainda que em qualquer cidade que vá ao Piauí tem recebido queixas de insegurança.

Fonte: Portal AZ

Pré-candidatura de Zé Hamilton se consolida em Parnaíba, mesmo com um grupo político pequeno

O ex-prefeito, Zé Hamilton junto com seu grupo, já escolheu seu candidato a vice, o vereador Ricardo Veras, e tem demonstrado liderança nas pesquisas de opinião pública. Hamilton desponta na corrida eleitoral, superando até mesmo o candidato do MDB, Dr. Hélio, que é apoiado pelo Palácio de Karnak.

Pré-candidato Zé Hamilton: Liderança consolidada

Nas sondagens, o candidato apoiado pelo prefeito Mão Santa, o ex-secretário Francisco Emanuel (conhecido como o Menino do Mão Santa), embora lançado recentemente, mostra desenvoltura, mas precisará surpreender muito para superar o desempenho do ex-prefeito Hamilton, atualmente no PSD.(Coluna do Silas Freire)

Wellington Dias: desafios na aproximação do governo Lula com evangélicos

Wellington Dias: desafios na aproximação do governo Lula com evangélicos

Wellington Dias comenta sobre missão de aproximar governo do público evangélico | Divulgação/Roberta Aline/MDS

A missão do Ministro do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias de aproximar o governo Lula do público evangélico se tornou prioridade devido ao aumento da rejeição desse segmento em relação ao governo, além de sua função de liderar o Bolsa Família.

📊 O QUE MOSTRAM AS PESQUISAS DE OPINIÃO: Pesquisas de opinião pública revelaram que, em março, a aprovação geral do governo diminuiu de 54% para 51%, enquanto a reprovação subiu de 43% para 46%, destacando-se uma crescente insatisfação entre os evangélicos, cuja reprovação passou de 46%, em agosto de 2023, para 62%, em março deste ano, de acordo com dados do IPEC.

🎙 ESFORÇO CONTRA “FÁBRICA DE MENTIRAS”: Em uma entrevista à BBC News Brasil, o ministro destacou que o esforço para aproximar o governo do público evangélico é dificultado pela disseminação do que ele descreve como uma “fábrica de mentiras”, que propaga informações falsas sobre a atuação do governo.

💬 REJEIÇÃO ENTRE EVANGÉLICOS: “Essa reprovação é mais presente em alguns segmentos como o religioso. E não apenas entre os evangélicos, mas entre os católicos também. Isso é muito mais resultado de uma disputa política que, como nunca na história do país, acabou indo para o campo religioso. E a gente precisa saber como trabalhar neste momento evitando que uma palavra fora do lugar venha a gerar alguma coisa [negativa] neste aspecto […]”.

🤝 “RESPEITAR OS DIVERGENTES”: O ministro ressaltou a importância de se conectar com o público evangélico. “De um lado, é preciso trabalhar uma coisa que o governo já faz que é respeitar as igrejas, respeitar a liberdade religiosa de qualquer denominação. Do outro, é preciso trabalhar com as lideranças com base nas necessidades do povo. […] A gente está trabalhando respeitando os divergentes, os líderes religiosos, sem perguntar em quem eles votaram e sem perguntar qual o partido da preferência”.

❗ OBSTÁCULOS: No entanto, ele reconheceu que as declarações do presidente Lula sobre a guerra na Faixa de Gaza tiveram um impacto negativo, contribuindo para o aumento da rejeição por parte desse público.

💬 “Não foi a posição do presidente, mas a forma deturpada que foi levada a muitos do povo evangélico. O Brasil sempre foi um país que teve uma relação respeitosa com Israel e isso não mudou. Mas há uma situação específica que o mundo inteiro está acompanhando. De um lado, houve um crime violento praticado contra Israel. Do outro, houve uma reação de Israel. Agora, qual é o ponto? Já não se trata mais de uma reação. Ali (Gaza) é uma região onde se está usando a fome como arma de guerra […] Por isso que o Brasil se posiciona muito claramente pelo cumprimento dos tratados perante a ONU, dos quais Israel é signatário”, afirmou.

💼 “RESPEITO À CONSTITUIÇÃO”: Dias também comentou sobre os ataques do empresário Elon Musk ao STF. “Somos um país soberano, respeitamos os outros países, respeitamos os empresários, os trabalhadores, as pessoas de todos os países. O que queremos em troca? Respeito. Nós temos uma Constituição e leis” […]Não sou eu que vou ficar avaliando a conduta dele. Estou falando de um fato a partir da informação de que ele não cumpriria decisões judiciais. […] Se alguém diz que não vai cumprir uma decisão judicial, isso não é aceitável na democracia do Brasil. E acredito que em nenhum país democrático do mundo”.(Virgínia Santos)

Governo tenta atrasar derrubada do veto à saidinha

Ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski e o presidente Lula. Foto: TSE

Ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski é o avalista do veto assinado pelo presidente Lula. (Foto: TSE)

Não há entre os aliados do governo quem aposte na manutenção do veto de Lula (PT) para manter uma das regalias da bandidagem, que usa as saídas temporárias ou “saidinhas” para cometer novos crimes. Diante da derrota iminente, o governo escalou Randolfe Rodrigues (AP) para convencer o aliado Rodrigo Pacheco (PSD-MG) a retirar a votação do veto da pauta da sessão do Congresso prevista para esta semana. O objetivo da jogada é ganhar tempo, ignorando que isso tranca a pauta.

O tempo urge

A pauta ainda não foi fechada, mas líderes de bancada pressionam Pacheco para que o veto seja agendado para esta semana, sem falta.

Pode esperar

Randolfe irá insistir na tecla de que o veto, como foi recente, não tranca a pauta. O governo quer esfriar o clima na Câmara antes da votação.

Desafeto pessoal

O Planalto viu chance de negociar o veto se esvair após tensão entre Arthur Lira (Câmara) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais).

Chama o reserva

Padilha foi escanteado das negociações do tema na Câmara. A função é tocada pelo líder de Lula, José Guimarães (PT-CE).(Cláudio Humberto)