O Fotógrafo agressor exonerado ganhava mais de 8 mil do governo do Estado

Fotógrafo Jorge Bastos (Reprodução/Redes Sociais)

O fotógrafo Jorge Bastos, exonerado do Governo do Piauí após a forte repercussão de um vídeo em que aparece agredindo uma estudante de jornalismo durante uma cobertura política em Parnaíba, tinha salário bruto de R$ 8.350. Ele era lotado no cargo comissionado de Gerente, símbolo DAS-3, na Secretaria do Governo. A exoneração de Jorjão, como é conhecido, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de ontem segunda-feira (17).

Ciro Nogueira afiado

Sen. Ciro Nogueira (Foto: Gustavo Almeida/Lupa1)

O senador Ciro Nogueira não falha um dia sequer nas críticas ao governo do presidente Lula (PT). Em publicação nas redes sociais nesta terça-feira (18), o político piauiense falou sobre os “otimistas”, os “pessimistas” e os “realistas” em relação à gestão Lula 3. “Os otimistas acham que o governo Lula acabou. Os pessimistas acham que nunca começou. Os realistas têm certeza de que nunca vai começar.”, escreveu o senador.

Fonte: Coluna do Gustavo Almeida

PL, de Bolsonaro, receberá R$ 886 milhões do Fundo Eleitoral; PT é o segundo do ranking

Urnas eletrônicas são prepradas

Urnas eletrônicas são prepradas

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou, nesta sexta-feira, 17, os valores do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), conhecido como Fundo Eleitoral. Segundo o órgão, o valor total destinado às campanhas será de R$ 4,9 bilhões.

O Partido Liberal (PL) receberá o maior valor, R$ 886,8 milhões, seguido pelo Partido dos Trabalhadores (PT) com R$ 619,8 milhões, União Brasil (União) com R$ 536,5 milhões, Partido Social Democrático (PSD) com R$ 420,9 milhões, Partido Progressista (PP) com 417,2 milhões, Movimento Democrático Brasileiro (MDB) com R$ 404,6 milhões e os Republicanos com R$ 619,8 milhões.

Valores propocionais

Ao todo, 29 partidos receberão verba para a eleições municipais de 2024. O valor que cada um terá acesso é estabelecido pela Lei 13.487 de 2017:

1 – 2% dividido entre todos os partidos registrados no TSE;
2 – 15% dividido entre os partidos respeitando a proporção de representantes no Senado Federal, considerando a legenda dos titulares;
3 – 35% dividido entre os partidos que tenha, no mínimo, um representante na Câmara dos Deputados, na proporção de votos de acordo com a última eleição da Casa;
4 – 48% divido entre as siglas respeitando a proporção de representantes na Câmara, considerando a legenda dos titulares.

Fundo Eleitoral foi criado em 2017 a fim de acabar com o financiamento privado de campanhas. Nas últimas eleições municipais, em 2020, o valor destinado ao Fundo foi de R$ 2 bilhões. Este ano a quantia é dobro da última e é equivalente ao destinado às eleições presidenciais de 2022.

Cada partido deverá prestar contas de tudo que for usado. A verba recebida só pode ser utilizada para a campanha eleitoral e, em casos de sobras, precisa ser devolvida ao Tesouro Nacional.

Fonte: Agência Brasil

Lula vem ao Piauí na próxima sexta (21) para caravana em Teresina e visita ao litoral

Presidente Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem ao Piauí na próxima sexta (21) e participa da programação da Caravana Federativa, evento que reunirá prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários dos 224 municípios piauienses com ministros, representantes dos ministérios e órgãos do governo federal.

Na agenda do presidente também há uma visita ao litoral do Estado, onde vai visitar o Porto de Luis Correia e a ZPE de Parnaíba. Em Teresina, o presidente deverá participar do encerramento da Caravana Federativa.

O objetivo da caravana é aproximar os gestores do governo federal e dos órgãos estaduais, para que eles tenham acesso a programas, informações e orientações sobre projetos e obras.

No primeiro dia do evento, quinta-feira (20), estão programadas palestras sobre a nova Lei de Licitações; os programas da Controladoria Geral da União (CGU) para os municípios; boas práticas municipais em compras públicas; Transfere Gov e captação de recursos para os municípios.

Já na sexta-feira (21), os visitantes poderão participar da palestra que irá abordar o Plano Municipal de Coleta de Resíduos Sólidos e do painel “Estratégia Nacional de Governo Digital: implementação nos municípios”. No mesmo dia, o Governo do Estado e Funasa entregam os 100 Planos Municipais de Saneamento Básico, que buscam universalizar o saneamento no Piauí.

Governo do Estado entrega segunda etapa do Porto Piauí ainda este ano

As obras do Porto Piauí, em Luís Correia, avançam dentro do cronograma previsto. Até o fim deste ano, a sede administrativa da instituição, o pátio de mercadorias e duas etapas do Terminal Pesqueiro de Luís Correia (TPLC) serão entregues.

Obras no Porto Piauí – Foto: Divulgação

O terminal pesqueiro irá permitir as atividades de processamento de pescados, gerando um significativo impacto social aos pescadores da região a partir do desenvolvimento da cadeia de pesca local.

No TPLC, o pescado será tratado em unidades industriais, com todas as preocupações sanitárias e de higiene necessárias, para que se obtenha selos de qualidade. Esse processo irá proporcionar a melhoria do produto acabado para a venda, aumentando o seu preço e gerando uma maior margem de lucro aos pescadores.

Obras no Porto Piauí – Foto: Divulgação

Ainda em 2024, duas etapas do Terminal Pesqueiro de Luís Correia serão entregues: a terraplanagem da retroárea e o cais pesqueiro. A terraplenagem consiste em retirar o excesso de terra de um terreno, com o objetivo de deixar o espaço nivelado.

O cais pesqueiro, com extensão de 180mx25m, também será entregue. O cais permitirá que embarcações de até 50 toneladas possam atracar e aportar para carregar e descarregar mercadorias.

Obras no Porto Piauí – Foto: Divulgação

Ainda no TPLC, as obras de urbanização da área do terminal devem iniciar também em 2024. As intervenções contemplam a pavimentação, rede de esgoto, distribuição de água tratada e iluminação.

“O terminal será inaugurado e entrará em operação em 2025, mas, antes mesmo disso, já teremos, até o fim deste ano, as instalações adequadas para que as empresas comecem a se instalar no terminal. Ao mesmo tempo em que estamos trabalhando na parte de infraestrutura, já estamos negociando com empresas para que possam se instalar e gerar emprego e renda aos piauienses, além de fomentar a cadeia da pesca”, destacou a presidente da Porto Piauí, Maria Cristina.

Obras no Porto Piauí – 

Simultaneamente, as obras de construção, pavimentação e urbanização do pátio de mercadorias do Porto Piauí serão finalizadas neste ano. O espaço irá permitir o recebimento de todos os tipos e tamanhos de cargas, sejam elas paletizadas, em containers e a granel, além de mercadorias especiais. A área também abrange um estacionamento que facilitará o acesso ao local.

Por fim, a sede administrativa também será entregue, ficando localizada ao lado do portal de entrada e saída do Porto Piauí. Enquanto a obra não é finalizada, a equipe técnica está instalada e exerce as suas atividades internas na Zona de Processamento de Exportações do Estado do Piauí (ZPE do Piauí).(Emanuel Oliveira)

Por quê é tão difícil a eleição de mulheres para a Câmara Municipal de Parnaíba?

Não dá para alegar falta de opções, afinal, a maioria do eleitorado do município de Parnaíba é formada por mulheres. Seria a indiferença delas para com a política, razão pela qual as que têm tido a coragem de se candidatar não se empenham na campanha, entrando com garra e vontade de vencer?! Por quê elas não “se tocam”, chutam o balde e se unem contra essa “macharada” que sempre inundou o parlamento parnaibano?!

Nos últimos 50 anos apenas tiveram a sorte de sentar numa cadeira do legislativo parnaibano, no exercício de um mandato, as mulheres: Iracema Feitosa (falecida), Nádia Mayara, Fátima Veras, Fátima Carmino, Neta Castelo Branco, e, temporariamente, por alguns meses apenas, como suplentes, Rejane Cavalcante, Ana Santana e Silvana Lira.

MULHERES VITORIOSAS

Em municípios menores que Parnaíba as mulheres já demonstraram mais força e união elegendo não só vereadoras como até prefeitas, como ocorreu na Ilha Grande do Piauí, Luiz Correia, Bom Princípio, Cajueiro da Praia, Buriti dos Lopes, Caxingó e Murici dos Portelas. Em Parnaíba, se há dificuldades para elegerem até mesmo vereadoras, imaginem prefeitas! Mas ainda há tempo de rever isso tudo, começando por não venderem mais a consciência, trocando seu próprio voto por uns trocados ou um outro benefíco qualquer.

Citando como exemplo o grupo do pré-candidato Zé Hamilton, ele tem como pré-candidatas a uma vaga no Legislativo, muitas mulheres preparadas,algumas já desenvolvendo, de forma voluntária,  algum tipo de trabalho comunitário. Muitas jovens que merecem uma oportunidade, por terem competência, capacidade e disponibilidade de darem vida nova ao legislativo parnaibano, que precisa se livrar de uma meia dúzia de vereadores caducos, que deveriam sair de lá espontaneamente, porque não honram o salário que recebem. Tem gente com mais de 25 anos de mandato consecutivosE ainda dizem que política não é profissão. Mulheres, UNI-VOS!!! (POR:B.Silva)

Haddad impõe ‘lei da mordaça’ à própria assessoria, no Ministério da Fazenda

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad (Foto: Marcelo Camargo/Ag. Brasil)

Fernando Haddad baixou portaria estabelecendo uma “lei da mordaça” na própria assessoria da comunicação do Ministério da Fazenda, como se não houvesse relação de confiança com os profissionais que a integram. A portaria nº 811 os proíbe de falar sobre temas de “fora de sua área de competência”, apesar de não ter havido qualquer episódio que justifique a medida e de serem servidores discretos, que até fogem da imprensa. A medida abrange as áreas de imprensa, comunicação digital, marketing etc.

Cale a boca, jornalista

A censura inclui proibição de comentários sobre “a honorabilidade e o desempenho de outras autoridades”, como se assessores fizessem isso.

Nada de vazamentos

A portaria da “mordaça” também proíbe assessores de tratarem de “mérito de questões ainda não decididas” pelas “instâncias superiores”.

Agressividade inútil

A agressiva portaria é também desnecessária: assessores têm cargos de confiança; se não a merecerem, podem ser demitidos a qualquer tempo.

Censura integrada

A portaria vem sendo mantida fora da mídia desde sua edição, no fim de maio, apesar de estabelecer curiosa “política de comunicação integrada”.(Cláudio Humberto)

Janja cobra do Congresso o direito ao aborto legal e sua realização pelo SUS

A primeira-dama, Janja da Silva, utilizou o X (antigo Twitter), na manhã desta sexta-feira (14), para posicionar-se sobre o Projeto de Lei (PL) 1904/24, que visa equiparar o aborto após a 22ª semana de gestação a homicídioJanja expressou preocupação com a tramitação acelerada do projeto na Câmara dos Deputados, destacando a ausência de discussões detalhadas nas comissões temáticas.

Primeira-dama Janja Lula - Foto: Antonio Cruz/Agência BrasilPrimeira-dama Janja Lula – Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

PL “ATACA A DIGNIDADE DE MULHERES E MENINAS”

Janja argumentou que a medida “ataca a dignidade de mulheres e meninas”, defendendo a necessidade de garantir o acesso ao aborto seguro pelo SUS, nos casos já permitidos por lei. Ela criticou os proponentes do PL, acusando-os de desconhecer as dificuldades enfrentadas por mulheres e suas famílias para exercerem seus direitos constitucionais.

“A cada 8 minutos uma mulher é estuprada no Brasil”, alertou Janja, enfatizando a urgência de políticas que facilitem o acesso ao aborto legal e seguro. Ela concluiu seu posicionamento ressaltando a importância de proteger e acolher as mulheres e meninas amparadas pela legislação vigente.

Janja da Silva, esposa do presidente Lula (PT), encerrou suas declarações reafirmando o compromisso na luta pelos direitos das mulheres.

Com presença de Rafael, Junta Parnaíba vai apresentar chapa Hélio/Flaviana

O governador Rafael Fonteles (PT) estará neste sábado (15), em Parnaíba, para o evento que marcará a apresentação da chapa Hélio Oliveira (MDB) e Flaviana Veras (PT). Com presença de Rafael, Junta Parnaíba vai apresentar chapa Hélio/Flaviana - Imagem 1

Denominado ‘Encontro Municipal para Organização do Processo Eleitoral’, o “Junta Parnaíba” – assim como ocorreu com o Junta Teresina, para Fábio Novo (PT), na capital – será a oportunidade de reforçar o apoio da base aliada ao emedebista.(Apoliana Oliveira)

Prefeitura e governo disputam asfaltamento

A Prefeitura de Teresina e o governo do estado estão protagonizando uma disputa pela realização de obras na cidade. O que tem preocupado os arquitetos e ambientalistas é justamente a obra de asfaltamento, que, nessa guerra de quem faz mais, parece ter perdido os critérios.

O asfalto é muito bom nas vias principais, mas em todas as vias trará prejuízos para a temperatura, além de atrapalhar a absorção das águas das chuvas, podendo causar enchentes. Vereadores e lideranças políticas andam com uma fábrica de asfalto debaixo do braço e não querem nem saber dos efeitos colaterais.(Silas Freire)

EM TEMPO: EM PARNAÍBA NÃO É TÃO DIFERENTE….

Jadyel detona Georgiano em entrevista: “Não pode ver uma sacola de voto… Piauí não pode virar fazenda de uma família”

O Deputado Federal Jadyel Alencar (Republicanos), disparou mais uma vez contra o deputado estadual Georgiano Neto (PSD). Nos bastidores, existe o rumor de que a briga entre os parlamentares, que se tornou pública, é para que o PSD seja pressionado a deixar a base do Palácio de Karnak em 2026.

Em entrevista ao programa Boa Tarde Piauí, da TV BAND Piauí, Jadyel fez previsões, como o fim do PSD no Estado.

“É um partido que tem a sua representatividade, mas que precisa respeitar o espaço dos companheiros de forma democrática, precisa utilizar da estrutura da base de governo de forma saudável para não maltratar os companheiros de luta do dia-a-dia. O time do governador não pode fazer política só com o PSD, pois temos vários outros partidos na base, mas ao longo dos anos, o PSD, principalmente na figura do deputado Georgiano, tem feito um plantio de pisar no calcanhar de muitos deputados e líderes, fazendo uma política muito agressiva, e esse modelo não é saudável. Eu sempre tenho dito que toda conta chega, e a conta do PSD chegou”, disse Jadyel, que também pontuou que na Alepi e na Câmara Federal, não existe chance dos deputados aceitarem uma formação de chapa para disputa majoritária em 2026 com o PSD.

Jadyel Alencar dispara contra Georgiano Neto em entrevista

O Deputado Federal também soltou o verbo contra Georgiano Neto, além de afirmar que o colega da bancada federal, o deputado Júlio César (PSD), pai de Georgiano, não será senador.

“Agora, recentemente em Cocal da Estação, o deputado Georgiano Neto tinha um compromisso palavrado com o Dr. Cristiano, nosso candidato pelo republicanos lá. E o deputado Georgiano Neto não pode ver uma sacola de voto, e ele viu uma sacola de voto em Cocal da Estação e vendeu o partido por esses votos para 2026 para o grupo do prefeito Douglas. E isso a sociedade piauiense não aceito. Eu vou combater isso, não aceito que o Piauí se torne uma grande fazenda de um grupo familiar. Então eu defendo que essa vaga de majoritária (para o senado), ela possa ser pleiteada pelo Deputado Federal Francisco Costa (PT). Eu sempre digo, quando se fala no nome Francisco Costa no Karnak, até as paredes mostram os dentes. Então não tenho dúvidas de que ele será o próximo Senador da República pelo Piauí”, concluiu.(OitoMeia)

No Piauí, roubo de celulares cai em 42% nos primeiros cinco meses do ano

Com as operações realizadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI), por meio da Superintendência de Operações Integrada (SOI), o índice de roubo de celulares, no Piauí, caiu em 42% nos primeiros cinco meses do ano. No mesmo período do ano passado, este índice registrou um aumento de quase 200%.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, (13), durante reunião entre o secretário de estado da Segurança Pública (SSP), Chico Lucas, e representantes de 11 estados brasileiros para conhecer o programa Cell Guard, utilizado para enfrentar o furto e roubo de aparelhos no estado.

Reunião com 11 estados brasileiros para apresentar o programa Cell Guard - (Ascom Governo do Piauí )Ascom Governo do Piauí

Reunião com 11 estados brasileiros para apresentar o programa Cell Guard

Segundo o delegado Matheus Zannata, superintendente de Operações Integradas (SOI), ao total, foram resgatados mais de 7 mil celulares no Piauí. “O Ministério Público da Argentina nos procurou também para conhecer o nosso projeto de recuperação de celulares”, destacou.

Para Chico Lucas, secretário estadual de Segurança Pública do Piauí, com a visita destes 11 estados, o Piauí já apresentou o programa Cell Guard para 18 estados da Federação.

“O Piauí está escrevendo um capítulo na história do Brasil com esse projeto, que é pioneiro e se tornou nacionalmente conhecido pela sua eficácia, tanto na apreensão dos celulares quanto no combate à criminalidade”, garantiu. (Marcia Gabriele)

Bom do governo Lula é que está acabando, diz Rosângela Moro

Deputada Rosangela Moro (União Brasil-SP) – Foto: Diário do Poder.

A deputada Rosângela Moro (União-SP) faz uma espécie de “jogo do contente” ao avaliar a crise econômica e política do País. Para ela, o lado bom do atual mandato de Lula (PT) “é que tá acabando”. E “não vai durar pra sempre”. A mulher do senador e ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro (União-PR) considera, no entanto, que é preciso o País olhar para frente, durante entrevista ao podcast Diário do Poder. Ela vê “descontentamento generalizado” na Câmara com os métodos e o desempenho do governo. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Veja a entrevista da deputada ao nosso podcast:

Ela listou derrotas de Lula, como na reoneração, mas lamenta que o petista não respeite decisões do Congresso, recorrendo sempre ao STF.

“O governo envia a MP [do fim do mundo] da noite pro dia. Pegou todo mundo de surpresa. Não fez articulação”, diz. A MP acabou devolvida.

Para Rosângela Moro, o PT finge ser aberto ao diálogo e ao debate, mas nunca os promove, fazendo sempre prevalecer seus interesses.(Diário do Poder)

Deputado denuncia que secretário estaria abusando do poder para paralisar obras no Piauí

Deputado Henrique Pires e secretário Daniel Oliveira – Foto: Reprodução

O deputado Henrique Pires (MDB) usou a tribuna na manhã de quarta-feira (12), durante a sessão plenária, na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), para falar sobre a denúncia feita pelo prefeito Dr. Felipe Alves.

“Hoje aqui me traz, pra gente que faz parte da base do governador Rafael, um momento difícil. O final de semana foi tumultuado naquela cidade. Uma coisa é disputa política. É você politicamente utilizar todo o seu esforço dentro da regra. Mas nós jamais podemos aceitar e tenho certeza absoluta que o governador Rafael não concorda com esse tipo de ação. Existe uma coisa chamada legislação que tem que ser cumprida você não pode querer se utilizando da máquina do Estado fazer ações ao arrepio da Lei” afirmou o deputado.

Segundo o deputado, em 2022 foi iniciado um convênio com a Caixa Econômica Federal e o município de Canto do Buriti. O objetivo é a recuperação de estrada vicinal com necessidade de construção de obra de arte com passagem molhada, ponte e bueiro.

Henrique Pires mostrou documentação na tribuna de que todo o processo foi cumprido, e os licenciamentos determinados também foram cumpridos, e mesmo assim, o secretário teria tentando usar o poder de polícia para embargar a obra.

Segundo o deputado, após interveniência do secretário de Segurança Chico Lucas, a questão foi solucionada para que a obra continuasse, mas que as medidas cabíveis serão judicialmente tomadas.(Emanuel Oliveira)

Operação da PF: Cidadão protocola na Câmara pedido de afastamento do prefeito de Cajueiro

None

Por:Rômulo Rocha

O cidadão Remo Carvalho da Silva protocolou nesta quarta-feira (12) na Câmara de Vereadores de Cajueiro da Praia pedido de afastamento imediato do prefeito do município Felipe Ribeiro, devido à investigação da Polícia Federal que tem como foco o núcleo central do governo municipal e que visa combater um grupo criminoso especializado em fraudar a obtenção de terras da União no âmbito do Programa de Regularizações Fundiárias (REURB).

A denúncia é pela prática de crime de responsabilidade, requerendo que seja decretada a perda do cargo, bem como a inabilitação para exercer função pública pelo prazo de oito anos.

– Clique e leia matéria completa

Lula não tem nada para entregar no Piauí após um ano e meio de governo

O presidente Lula está preparando sua vinda ao Piauí. Depois de um ano e meio de governo, Lula não tem absolutamente nada significativo do seu governo para entregar aos piauienses.

Lula promete fazer muitos anúncios de conquistas para o estado durante sua visita, mas são só promessas. Isso se assemelha muito ao terceiro governo de Wellington Dias, onde o cerimonial não gastava com placas, mas com papel de ordem de serviço. Nesse caso, será apenas a intenção de realizar conquistas. A esperança é a última que morre.(Silas Freire)

Presidente regional do PT destaca importância do deputado Florentino Neto

João de Deus (Foto: Gustavo Almeida/Lupa1)

O presidente regional do PT, ex-deputado João de Deus, se manifestou sobre nota publicada na coluna de ontem (11). A coluna relembrou uma conversa de julho de 2023 entre a deputada Gracinha Mão Santa e Dr. Hélio (MDB), que hoje disputa a prefeitura de Parnaíba. Na conversa citada, Hélio concordava com Gracinha, que considera o hoje deputado federal Florentino Neto (PT) um dos piores prefeitos que Parnaíba já teve. Contudo, nesta semana Hélio anunciou que a mulher de Florentino, Flaviana Veras (PT), será sua vice. Para João de Deus, o contexto atual é outro.

“Esse questionamento feito a posição do Dr. Hélio em relação à gestão do Florentino à frente da prefeitura de Parnaíba não cabe no atual contexto. Primeiro, porque o Florentino não é o candidato a prefeito de Parnaíba, segundo porque o Florentino é deputado federal e foi o mais bem votado pelo povo de Parnaíba para o cargo. Portanto, tem uma importância muito grande no processo eleitoral do município, e Dr. Hélio como uma pessoa inteligente não pode dispensar”, argumentou João de Deus. (Fonte; Gustavo Almeida)

Cidades de dez Estados estão sob investigação no EJA

Surto de matrículas 

Dez Estados, incluído o Piauí, estão na mira dos órgãos de controle que investigam o surto de matrículas na educação  de jovens e adultos. 
As investigações através da CGU, MPF, PF já vem ocorrendo há algum tempo, mas esta semana a Procuradoria Geral da República mandou investigar as taxas desproporcionais de matrículas em dezenas de cidades.

Foto: ReproduçãoEJA

Operação no Maranhão 

“Em maio, uma operação sobre esse tipo de desvio foi deflagrada no Maranhão. A suspeita é de que os envolvidos inseriam dados falsos no sistema das prefeituras e, depois, desviavam a verba da educação com contratos fraudulentos”, esse é trecho de reportagem do Uol, publicado nesta terceira. 

Em todo o Nordeste 

Agora, a PGR determinou que a investigação seja ampliada para nove outros estados no Norte e Nordeste. Uma análise mostra que 50 municípios declaram ter mais de 44% de sua população inscrita na educação de jovens e adultos.
A investigação alcança municípios na Bahia, Alagoas, Piauí, Paraíba, Maranhão, Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Sergipe e Pará.

Maranhão alopra 

Apenas no Maranhão, os valores recebidos indevidamente pelas prefeituras devido às matrículas falsas chega a R$ 1 bilhão, segundo investigação do MPF.

Percentual razoável 

Segundo a CGU (Controladoria-Geral da União), 9,22% seria o percentual máximo razoável da população, nessas regiões, que poderia integrar um programa de educação de jovens e adultos.

Mas no Piaui…

A CGU encontrou uma cidade do Piauí em que a prefeitura declarou que 73% de uma população de 3.800 pessoas estão inscritos  no EJA, por exemplo. Entre os municípios do Brasil, é o que tem a maior desproporção.
Não seria para menos, até mortos foram matriculados. 

Objetivo 

O objetivo do EJA, financiado pelo governo federal, é a alfabetização e o ensino de pessoas acima de 15 anos que não tiveram acesso à educação básica. Em média, no Brasil, 4% dos habitantes das cidades estão matriculados.

Aumento repentino 

Segundo o Uol, em muitos dos municípios indicados como suspeitos, houve um aumento repentino de matrículas, com mais de 1.500 novos alunos matriculados entre 2020 e 2023 em alguns lugares, o que também foi considerado como indício de irregularidade.

Alerta do secretário 

Soube-se que recentemente o secretário Estadual de Educação Washington Bandeira teria alertado em reunião com todos os Secretários Municipais de Educação que quem fizesse isso corria o risco de ser preso. 
Só se espera que a própria Seduc tenha encaminhado os fatos para o MPF para afastar a suspeita de conluio. O que se espera não haja. 
 Foto: DivulgaçãoWashington Bandeira, Secretário da Educação

Washington Bandeira teria alertado os secretários municipais de que esse procedimento no EJA é crime
Fonte:Portalaz

Secretário do Meio Ambiente é acusado de coronelismo no sul do Piauí

O secretário estadual de Meio Ambiente, advogado Daniel Oliveira, está sendo acusado pelo prefeito de Canto do Buriti, no sul do Piauí, Felipe Alves, de coronelismo no município.

Segundo a denúncia do gestor, o secretário de estado teria impedido a construção de duas passagens molhadas na zona rural do município, que já contavam com recursos da Caixa Econômica Federal, para que a Secretaria de Obras do estado fizesse a obra. De acordo com a denúncia, o secretário teria até levado a polícia para prender o secretário de Obras do município e os executores da obra municipal, tudo isso porque Oliveira tem um tio que é candidato a prefeito na cidade. Eita, Piauí para ter visagens.(Silas Freire)

Importar arroz era ideia fixa de Lula há mais de um mês, e sem relação com tragédia no RS

Lula discursando em São José da Tapera (AL), em 9 de maio de 2024 – Foto: reprodução da TV.

Há mais de um mês, em São José da Tapera (AL), Lula (PT) já defendia a importação de arroz com intrigante ênfase, mas não pela tragédia no Rio Grande do Sul e sim porque se disse “puto da vida” com o preço, segundo ele, de 33 reais por saco de 5 quilos. Sem admitir que preço alto tem a ver com pesados impostos do seu governo, Lula assinou medida provisória liberando R$7,2 bilhões para importar 1,3 milhão de toneladas. O leilão de importação foi anulado ontem (11) com indícios de corrupção.

Caso de polícia

A ligação de filho de Neri Geller, secretário de Política Agrícola, com importadores de arroz transforma as suspeitas em caso de polícia.

Brasil abastecido

Lula decidiu importar sem procurar saber se era necessário, e manteve a decisão apesar da garantia de que não havia risco de desabastecimento.

Colhido e a salvo

A Fenarroz, que representa 6 mil produtores gaúchos, informou desde o primeiro momento que quase toda a safra já estava colhida e a salvo.

Estava escrito

Sinais de corrupção surgiram nos leilões, com a opção de entregar R$ 732 milhões a uma loja de queijos de Macapá (AP) para importar arroz.(CláudioHumberto)

Audiência Pública Debate Políticas para ZPEs no Brasil

Através de Requerimento do Deputado Federal Florentino Neto, Comissão da Câmara dos Deputados Analisa Estratégias para as Zonas de Processamento de Exportação
A Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Desenvolvimento Econômico, realizou nesta semana uma audiência pública para discutir as políticas públicas direcionadas às Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs) no Brasil. A reunião, convocada pelo deputado federal Florentino Neto (PT/PI), contou com a participação de especialistas e representantes do setor, que debateram estratégias para aprimorar o funcionamento e a expansão das ZPEs no país.
As ZPEs são áreas de livre comércio com o exterior, destinadas à instalação de empresas voltadas para a produção de bens destinados à exportação e prestação de serviços associados à industrialização de mercadorias. As zonas têm como principais objetivos atrair investimentos estrangeiros, reduzir desequilíbrios regionais, fortalecer o balanço de pagamentos, promover a difusão tecnológica, criar empregos, fomentar o desenvolvimento econômico e social, e aumentar a competitividade das exportações brasileiras.
Florentino Neto, defensor de longa data do desenvolvimento das ZPEs, atualmente preside a Subcomissão de ZPEs e a Frente Parlamentar das ZPEs na Câmara dos Deputados. Durante a audiência, foram discutidos modelos de desenvolvimento e o andamento da instalação de novas ZPEs, além dos processos de alfandegamento.
O debate contou com a presença de Fábio Pucci, Secretário-Executivo do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação do MDIC; Helson Braga, Presidente da Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação (ABRAZPE); Álvaro Nolletto, Presidente da ZPE de Parnaíba (PI); Bruno Dauster, Diretor Comercial da ZPE de Ilhéus (BA); Ricardo Pinto de Oliveira, representante da ZPE de Seropédica (RJ); senador Jaime Campos; o deputado federal relator da subcomissão, Mersinho Lucena e outros. Eles abordaram questões como a instalação de novas indústrias nas ZPEs e os desafios para tornar essas zonas mais atrativas e competitivas no cenário internacional.
Os participantes ressaltaram a importância de políticas consistentes e incentivos fiscais para potencializar o impacto das ZPEs na economia brasileira. A audiência reforçou a necessidade de uma agenda proativa para garantir que essas zonas cumpram seu papel estratégico na promoção do desenvolvimento regional e no aumento da competitividade das exportações do Brasil.