Pesquisa ponta: Marina Brito venceria com folga na Ilha Grande e Kim do Caranguejo seria derrotado em LC

Um Instituto de Pesquisa denominado “Data Norte” está divulgando, segundo o jornalista Feitosa Costa do Lupa 1, que na  Ilha Grande do Piauí, município desmembrado de Parnaíba, a prefeita Marina Brito, do Progressistas, bateria com folga a sua adversária Bernadete Leal, do MDB.

Muito na frente

A prefeita Marina Brito, segundo o instituto Datanorte, está muito na frente: tem 54,33 % na pesquisa estimulada contra 31,67% de Bernadete Leal.

Em Luis Correia, Kim do Caranguejo seria derrotado

Kim do Caranguejo – Foto: Reprodução

O mesmo instituto pesquisou os eleitores de Luís Correia, também no litoral, detectando uma vitória folgada da prefeita Maninha.

O quadro

Na estimulada, Maninha teria 57,08% contra 25,06% de Kim do Caranguejo, apoiado pelo vice-governador Themístocles Filho.

Terceiro candidato

Em Luis Correia tem um terceiro candidato: Rafael Silva, que aparece com 9,2% dos votos e adota uma linha de oposição mais autêntica.(Feitosa Costa)

Bancada Federal do Piauí se reúne com prefeitos em Brasília

O deputado federal Florentino Neto (PT) coordenou a reunião da Bancada Federal do Piauí na 25ª Marcha dos Prefeitos, que está acontecendo esta semana em Brasília.  A reunião, realizada na noite de terça-feira (21), contou com a participação de todos os parlamentares piauienses e a presença do ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Wellington Dias.
Durante a reunião, Florentino Neto destacou a importância da Marcha dos Prefeitos, afirmando: “Hoje estamos recebendo aqui a Marcha dos Prefeitos, em Brasília, tivemos várias atividades. Estivemos no Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com o ministro Wellington Dias, discutindo com os prefeitos sobre os programas sociais.”
Na Câmara, a bancada recebeu os prefeitos piauienses e o ministro Wellington Dias para discutir a pauta da Confederação Nacional dos Municípios. Florentino Neto esclarece que foi discutida a pauta da Confederação e os prefeitos foram ouvidos sobre algumas questões particulares de algumas regiões.
O deputado destacou a união e a coesão da bancada em prol dos interesses dos municípios piauienses: “Nós temos uma bancada unida, uma bancada unida com os prefeitos e uma consciência conjunta do que é importante fazer pelos municípios piauienses e do que é melhor para o nosso povo.”
A reunião foi marcada por um diálogo aberto e produtivo, visando atender às demandas dos municípios do Piauí e fortalecer as políticas sociais e de desenvolvimento para a região.

Vereador Joãozinho do Trânsito volta a cobrar pela conclusão da Vila Olímpica de Parnaíba

O vereador Joãozinho do Trânsito voltou a cobrar a conclusão da Vila Olímpica de Parnaíba, que segundo ele, as obras estão paralisadas há mais de 13 anos e que nunca foi solucionado de vez  o problema.

A Indicação do vereador Joãozinho do Trânsito (logo abaixo), é destinada ao governador do Piauí, Rafael Fonteles. 

O vereador também citou na Indicativa, que o local está sendo usado por vândalos e dependentes químicos, e causa transtornos aos moradores nas imediações. Confira a indicativa logo abaixo:

 

 

Pesquisas sinalizaram a vaia dos prefeitos a Lula

O presidente Lula (PT) tem condicionado aparições públicas a eventos “controlados”, segundo o jargão de segurança de autoridades, onde não enfrente o risco de apupos. Mas a “25ª Marcha dos Prefeitos” ato em recinto fechado ao qual compareceu nesta terça em Brasília, mostrou que Lula já não está protegido de vaias e xingamentos nem mesmo nos  chamados “eventos controlados”. A situação pôde ser “lida” nas seguidas pesquisas nacionais, dos últimos meses, registrando crescente repulsa.

Até eles

As vaias causaram espanto porque prefeitos em geral vivem em Brasília de pires na mão, bajulando autoridades em busca de recursos.

Só gerou impostos

As pesquisas ainda não especificam as razões da reprovação de Lula, mas a taxação excessiva e a falta de entregas são fatores considerados.

Plateias vazias

Eventos “flopados”, culminando com o 1º de Maio vazio de gente no Itaquerão, já indicavam que os brasileiros estão irritados com Lula.

Ladeira abaixo

Em geral portadora de boas notícias, o Quaest apontou um alerta definitivo: 55% dos brasileiros acham que Lula “não merece ser reeleito”.(Cláudio Humberto)

Governador Rafael Fonteles escolheu mesmo perder a eleição em Parnaíba?!

Antes que tragédias ocorram o nosso Deus todo poderoso sempre envia sinais que nem sempre o homem sabe interpretá-los.É o caso da pré-candidatura do médico anestesista Hélio Oliveira, que o governador empurrou goela abaixo do parnaibano, passando por cima de interesses outros de líderes que igualmente pretendiam a indicação do governador para ser o candidato a prefeito de Parnaíba, a exemplo de Hilder Monção, Tererê, André Neves, Samaronne e Ricardo Veras, que cederam quase todos aos “afagos” do governador, após conversa entre quatro paredes no Palácio do Karnak.

Rafael Fonteles no lançamento da pré-campanha de Dr. Hélio em Parnaíba

É voz geral que, apesar do barulho que faz nas redes sociais e do “monte de gente” que Dr. Hélio diz que o apoia, é muito difícil a eleição dele. Não há empatia entre ele e a população mais pobre, que é realmente decide e quem precisa de ações governamentais. Pode é anunciar obras do governo, falando que em tudo houve interferência sua. O ganho político é pouco. 

Dos três pré-candidatos a prefeito, Zé Hamilton é o mais citado em pesquisas sérias

É voz geral também que o pré-candidato a prefeito Zé Hamilton, sem apoio da maioria dos vereadores, sem obras de governo a anunciar, segue liderando todas as pesquisas de intenção de votos no município. Então, por que o governador, num gesto de humildade, volta atrás e convence Dr. Hélio, já tão beneficiado pelo governo, abdique dessa vaidade e apoie Hamilton para vencer mais facilmente o candidato da deputada Gracinha? Oposição dividida é sempre uma temeridade. E não é segredo pra ninguém que, para não perder esta eleição, onde estaria seu futuro político, a deputada Gracinha será capaz de mover céus e terras para dar vitória à sua “cria”-  o novo Mão Santa. Os sinais estão aí. Saber interpretá-los requer também humildade, coisa que nem todo mundo possui. (Bernardo Silva)

 

Guaribas: a cidade que já foi a mais pobre do Brasil continua pobrezinha

O criador de fatos

Não tem jeito. Na sua mania de inventar ou aumentar os fatos que lhe interessam, o ministro Wellington foi o ponto fora da curva  a reunião do “G20”.  Ele publicou em seu perfil  dados irreais sobre a fome em Guaribas. 

Wellington Dia gravou um vídeo ilustrando manchete antiga de jornal e dizendo que a cidade de Guaribas, no interior do Piauí, já foi o símbolo da pobreza do Brasil. 
Nem a pau, Sandoval. Ele e Lula usaram a cidade para implantar o Fome Zero e lá mudou pouca coisa. 

Foto: ReproduçãoWellington Dias distorce os fatos sobre a cidade de Guaribas

Wellington Dias distorce os fatos sobre a cidade de Guaribas

Cara lisa 

Olha a fala do morubixaba: “A cidade mais pobre do país, onde muita gente não tinha o que comer ,não tinha luz, nem água, quase não tinha nenhuma oportubidade, tanto que há mais de 20 anos o Fome Zero foi lançado no Piauí depois de muito trabalho com a nossa participação no governo do Estado, com o presidente Lula presidente do Brasil, a gente conseguiu mudar essa realidade. Hoje a manchete é outra e a gente se prepara para compartilhar essa experiência do Brasil e do Piauí com outros países”.
Cara de pau. A cidade continua a mesma. 

Os dados reais 

Leia abaixo a real situação em que se encontra o município de Guaribas e diga se o ministro diz ou não a verdade: 

Guaribas (Dados do IBGE)

População – 4.276 habitantes (2022)
Salário médio mensal – 1,8 salários-mínimos (2021)
Proporção de pessoas ocupadas no total da população – 7,63%. (2021)
Pessoas formalmente ocupadas – 349 (2021)
Domicílios com rendimentos mensais de até meio salário-mínimo por pessoa – 61,4%.
PIB per capita – R$ 9.861,95 (2021)
Mortalidade infantil – 14,08 por mil nascidos vivos.
IDH (2000) – 0,214
IDH (2010) – 0,508
Incidência de pobreza (2003) – 54,37
Índice de Gini (2003) – 0,35 
Não há dados atualizados no IBGE sobre incidência de pobreza e concentração de renda (Índice de Gini). (Portalaz/Direto da redação)

G-20 em Teresina? Imprensa piauiense está pagando um dos maiores micos

Reunião corriqueira 

Cadê o Joe Biden? O Putin? Xi Jinping? Ou até mesmo o companheiro Lula? Não, esse não é um encontro do famoso G-20, trata-se apenas de uma reunião corriqueira da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional, um grupo que no organograma do G-20 está lá pelo 7º escalão. 
Essas reuniões geralmente acontecem de forma virtual e são totalmente desprezíveis sob a ótica mundial de desenvolvimento.

Foto: ReproduçãoReunião local que o Piaui quer transformar em evento internacional

Reunião local que o Piauí quer transformar em evento internacional

Cidade enfeitada 

Essa primeira reunião que ocorreu na Fiepi e fez com que o governo do Piauí enfeitasse toda a cidade de Teresina com as bandeiras dos países que compõe o seleto grupo das poderosas economias mundiais, nada mais é do que mais uma tentativa do ministro do desenvolvimento social, Wellington Dias dizer que está trabalhando, quando o país vive uma das maiores tragédias de sua história, com um estado inteiro em frangalhos, o Rio Grande do Sul.  Enfim, um mico para os piauienses.

Olha aí a Cintia Lages toda de G20

Olha aí a Cintia Lages toda de G20

Nota de rodapé 

Mas o desprezo da imprensa nacional pela “reunião do G-20 em Teresina”, que no máximo ganha destaque em uma nota de rodapé dos grandes jornais só se explica por um motivo: a mídia mafrensina tem que fazer o estardalhaço para justificar o que recebe. 

Repórter especial 

Por falar nisso, a MeioNorte, ops, Rede Meio, esse poderoso conglomerado de comunicação nacional destacou sua repórter especial para a cobertura da reunião histórica que aconteceu na Fiepi.(Portalaz)

A prefeita de Luís Correia quer reeleição com filho usando tornozeleira eletrônica como cabo eleitoral

É curioso o que acontece no município de Luís Correia. A prefeita Maninha, candidata à reeleição, está imersa na pré-campanha e conta com seu maior cabo eleitoral: seu filho Pedro Júnior. Ele foi preso quando ocupava a Secretaria de Finanças do município, em duas operações policiais.

Prefeita de Luís Correia e filho, Pedro Júnior

Uma delas foi realizada pelo Gaeco do MP Piauí, onde ele foi acusado de desvio de recursos da iluminação pública da cidade. No mesmo dia, a Polícia Federal o prendeu por lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e associação a facções criminosas. Júnior está cumprindo prisão domiciliar, mas há quem diga que circula articulando a reeleição da mãe. Acaba não, mundão. (Encarando)

Vai ter “todes”: Moraes suspende lei de MG que proibia ‘linguagem neutra’

Ministro Alexandre de Moraes

Alexandre de Moraes

Vai ter “todes” em Ibirité (MG). Pelo menos foi essa a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, no caso envolvendo a proibição do uso da chamada “linguagem neutra”, uma questão bizantina que impera entre a extrema direita desocupada, nas escolas públicas e particulares do município mineiro.

A bobajada cretina foi oficializada em terras ibiritenenses pela Lei Municipal 2.342/2022, que vetou o também denominado “dialeto não binário”. Mas o temido Xandão, como gostam de chamar os bolsonaristas, que vivem às voltas com esse tipo de luta contra moinhos de vento, derrubou a legislação, claramente inconstitucional. O magistrado foi claro em sua decisão, mostrando uma argumentação que não deixou brechas para questionamentos.

“Nesse contexto, os municípios não dispõem de competência legislativa para a edição de normas que tratem de currículos, conteúdos programáticos, metodologias de ensino ou modos de exercício da atividade docente”, despachou Moraes, frisando que a incumbência para legislar em questões relacionadas às diretrizes e bases da educação nacional é da União.

O assunto foi parar no STF depois que a Aliança Nacional LGBTI+ e pela Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas impetrou uma ação de Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), de número 1.155, afirmando que tal lei municipal impunha censura e comprometia a liberdade de expressão entre os cidadãos daquela cidade mineira.

Com informações da Forum

‘Rio Grande do Sul pediu apoio e não intervenção’, diz deputado

Deputado Osmar Terra (MDB-RS)

O gaúcho Paulo Pimenta, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, foi designado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro extraordinário da reconstrução do Rio Grande do Sul. Porém, de maneira surpreendente afirmou na reunião do Conselho, no dia 16/5 que “ a gente não sabe nem para que lado se mexer”,

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) comentou:

“Se Paulo Pimenta não sabe, deve deixar o Governo Estadual comandar as ações, como deve ser. O que não pode é ter dois governadores no Rio Grande do Sul, um eleito e o outro nomeado pelo Lula. Até onde eu sei, ainda não estamos sob intervenção.

Terra acrescentou,  “O povo do Rio Grande do Sul pediu apoio ao Governo Federal, que fica com mais de 60% de tudo que se arrecada em cada município do Estado. Pediu presteza nas ações que cabiam a Brasília. Nunca pediu intervenção nem discurso político em cima do seu sofrimento. Para o socorro e reconstrução do Estado não fará qualquer diferença ter um Ministério a mais e a promoção política de futuros candidatos do PT. Só será um custo maior para o bolso do contribuinte. Bastaria colaborar com o Governo do Estado e dos municípios em tudo que fosse possível. Simples assim.“(Diário do Poder)

Secretário rebate oposição e diz que viagens do Governador estão “gerando frutos”

Após mais uma semana de agenda internacional do Governador Rafael Fonteles, o secretário de governo, Marcelo Nolleto, revelou em entrevista que as agendas do gestor em outros países estão gerando benefícios para o estado. As viagens de Fonteles são criticadas por parlamentares da oposição que acusam o gestor de agendas excessivas no exterior.

No último sábado o Governador Rafael Fonteles encerrou sua agenda internacional nos Estados Unidos. O gestor esteve afastado do governo desde o último dia 11 de maio quando foi aos Países Baixos. Desde o início de seu governo Fonteles visitou vários países na Europa, Ásia, Oceania e América. Nas agendas o gestor tem como foco principal a economia, em diálogo com outros países Fonteles assinou parcerias e contratos para investimento no setor de energia renovável do Piauí.

Marcelo Nolleto revelou que a cúpula da gestão de Fonteles tem “plena convicção” do sucesso das viagens.

“As críticas são naturais, cada um fala o que pensa. O que importa para nós é essa internacionalização da agenda do governador Rafael Fonteles, essa internacionalização da economia do Piauí. Temos plena convicção, absoluta certeza, que já está gerando frutos a curto prazo, a médio prazo e a longo prazo nem se fala”

Marcelo NoletoSecretário de Governo
Secretário de Governo Marcelo Nolleto - (Assis Fernandes/ O DIA)Assis Fernandes/ O DIA

Secretário de Governo Marcelo Nolleto

Segundo o secretário as agendas internacionais continuarão, apesar das críticas. “Enquanto nós estivermos avaliando que serão essas agendas internacionais serão positivas para o Piauí, certamente o governador vai estar ampliando horizontes, trazendo riquezas, divisas, pensando na melhoria da qualidade de vida do povo do Piauí. Por enquanto não tem nenhuma outra viagem programada”, concluiu.

Você quer estar por dentro de todas as novidades do Piauí, do Brasil e do mundo? Siga o Instagram do Sistema O Dia e entre no nosso canal do WhatsApp se mantenha atualizado com as últimas notícias. Siga, curta e acompanhe o líder de credibilidade também na internet. (Tárcio Cruz)

Dr. Hélio lança plataforma para definir propostas de campanha em conjunto com a sociedade

Pré-candidato à Prefeitura de Parnaíba nas eleições municipais de 2024, o deputado estadual  Dr. Hélio Oliveira (MDB) lançou a  “Plataforma Parnaíba Pode Mais”,  para coletar demandas da população da cidade de forma cooperativa.  O lançamento aconteceu dentro do encontro setorial realizado na tarde deste domingo (19/05), e que contou com várias oficinas  para discutir 10 temáticas, divididas em 31 subtemas. 

O Plano Parnaíba Pode Mais, coordenado por Maria Helena Cortez, Carlos Eduardo Pinheiro e Roseane Galeno, conta com a participação de vários setores da sociedade parnaibana. Através de um decisão inédita do pré-candidato, a população local também poderá participar  da construção do plano de governo com sugestões que contemplem as necessidades de todos. 

FOTO: REPRODUÇÃOA página na internet disponibiliza um espaço para que cidadãos relatem os problemas enfrentados enquanto moradores da cidade, seja no bairro, na rua ou espaços públicos que utilizam. É possível ainda contribuir com ideias para projetos a serem implantados em Parnaíba nas áreas de saude, educação, ação social, segurança, saneamento, turismo, arte e cultura.  

“Queremos definir as ações em conjunto com a sociedade, levando em conta as suas necessidades e anseios, para que possamos melhorar a cidade e a vida da população, criando oportunidades iguais para todos os habitantes do município, sem distinções”, afirma Dr. Hélio.  

De acordo com ele, a plataforma será fundamental em todo o processo da pré-campanha para  dar voz  à população.  “A página na internet pode ser acessada através do endereço www.parnaibapodemais.com.br.

Joel Rodrigues não é páreo para Rafael em 2026

O ex-prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, presidente do Progressistas, supostamente estaria circulando pelo estado para se tornar o nome da oposição contra o governador Rafael Fonteles em 2026. No entanto, ele aparece nas pesquisas como o candidato mais fraco da oposição.

Nos levantamentos que a coluna teve acesso, Joel não pontua na pesquisa espontânea e, quando estimulado, tem percentuais inferiores aos da ex-deputada Iracema Portela e do deputado Júlio Arcoverde. A oposição pode precisar procurar outro nome, pois a boa votação de Joel para o Senado foi um protesto, e o eleitor piauiense não lembra mais de Joel e de sua história de carroceiro que contava na eleição.(Encarando)

Ministro Wellington Dias e Rafael Fonteles abrem G20 Social com reunião na FIEPI

De acordo com o ministro Wellington Dias, a agenda da Caisan contará com representantes de 24 ministérios, ocasião em que será apresentado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) um estudo que leva em conta 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável

Foto: Lucas Dias/GP1Abertura do G20 Social em Teresina

Abertura do G20 Social em Teresina

“Aqui o programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) estará divulgando um estudo, que leva em conta os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável e as experiências no mundo, o que que deu certo e o que que não deu certo. Subsidiando o G20, nós encomendados vários estudos feitos pela FAU, pelo Banco Mundial e um estudo feito pelo UNICEF. Então, esses estudos são balizadores do que que foi praticado nos vários países e que deram resultado”, explicou o ministro Wellington Dias.

 

“No momento que o presidente Lula coloca o social em pé de igualdade com as questões geopolíticas, as questões econômicas, é uma demonstração inequívoca do compromisso do presidente Lula e da sua equipe de ministros com a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Então, esse debate ser feito hoje aqui em Teresina no Piauí é uma grande honra para nós. O Piauí, nos últimos 20 anos, e isso tem muito a ver com as gestões do ex-governador Wellington Dias, deu grandes passos na redução da desigualdade, na erradicação da fome e na redução da pobreza. Então, nada melhor do que fazer aqui essa oportunidade de discutir, tecnicamente, com as delegações do mundo inteiro, o futuro documento que eu tenho certeza que será celebrado pelos chefes de estado dessa aliança global de enfrentamento a pobreza, redução da pobreza e erradicação da fome”, destacou o governador Rafael Fonteles.

Programação

Durante a manhã desta segunda-feira será realizado o seminário “Na rota para o G20: a experiência recente do Piauí no combate à fome e à pobreza” aberto ao público.

A partir das 10h, a pauta desse segmento envolverá a apresentação de pesquisa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnu), feita pelo pesquisador e consultor Antônio Claret, e também do estudo “Medidas de Desenvolvimento Humano e Políticas Públicas no Piauí (2000-2024)”.(Fonte:Gp1)

 

Parabéns, Zé Hamilton!

Esta é uma data especial para o cidadão da Parnaíba José Hamilton Castelo Branco. É o seu aniversário. E ele escolheu o melhor lugar do mundo para comemorar: na sua cidade, em sua casa, junto da sua família. Certamente neste momento em que vivemos, na iminência dele assumir novamente a grande tarefa de se candidatar a prefeito da cidade pela quarta vez, ZH deve estar recebendo cumprimentos a abraços de todos os cantos e de todos os lados. São merecidos, os cumprimentos sinceros.

COMO SURGIU ZH

Zé Hamilton surgiu na política local de forma diferenciada. Para mostrar sua descendência nunca usou o nome do pai, Epaminondas Castelo Branco, também político, quando resolveu pleitear um mandato eletivo, com mais de 40 anos de idade. Nunca ligou para as críticas, nem guardou ódio ou mágoa de quem o criticou. Sempre de cabeça erguida, aceitou xingamentos, achicalhes, deboches, execração pública, que foram patrocinadas nesta cidade pelos donos da Rádio Igaraçu, do atual prefeito Mão Santa. Mas, como tudo tem o seu limite, Hamilton chegou ao ponto máximo da paciência e, na justiça, conseguiu mandar prender um dos seus principais detratores. Isso ainda em seu primeiro mandato – de 1993 a 1996. Concluído o mandato, Zé Hamilton submergiu politicamente.

TRAJETÓRIA

Em 2004 volta a pleitear o mandato de prefeito, com mais 4 concorrentes, dentre os quais, o filho do atual prefeito (Mão Santa), o JÚNIOR Mão Santa. O pai era senador da República e trouxe a Parnaíba, para fortalecer a campanha do filho, o ex-presidente Sarney. Não adiantou. Zé Hamilton passou o rodo em todos, inclusive  no prefeito de então, Paulo Eudes, que queria a reeleição. Em 2008 Zé Hamilton foi reeleito, sendo o primeiro prefeito a conseguir o feito na cidade, derrotando também a hoje primeira dama, Adalgisa Moraes Sousa, que concorria naquele ano.

O FUTURO É AGORA

Quando todos pensavam que Zé Hamilton, com 70 e poucos anos, iria pendurar as chuteiras na política, como ele anunciou várias vezes, cai na “besteira” de ir assistir, com o médico Hamilton Filho,  o show  do Beatle oitentão Paul MacCartney, e viu o velhão pulando no palco e tocando rock, ele se tocou: “ainda tenho muito o que fazer pela minha cidade e vou cumprir minha missão”; Daí resolve se coloca mais uma vez à disposição de ser candidato a prefeito, certo de que as pessoas sérias e responsáveis da cidade o acompanharão. Até porque há também um outro foco: a renovação do quadro político local, mostrando e dando oportunidade aos mais jovens que desejam abraçam a política como meio de servir aos mais necessitados. É isso aí, meu caro ZH. O caminho a ser percorrido é longo, árduo e cheio de espinhos. Você vai precisar de todos para chegar lá e cumprir a missão que Deus lhe deu. Sem medo, sem vexames, certamente o caminho será percorrido, sem atropelar ninguém. Em Parnaíba, o futuro começa agora. (Por:Bernardo Silva)

 

 

Títulos de cidadania por reconhecimento a serviços prestados realmente ou por mera bajulação?

O ministro e o título 

Afinal, o que o ministro Lupi já fez por Teresina (e de resto pelo Piaui) para haver tanta puxação de saco dos políticos manfrensinos? 
Deveriam acabar essa concessão de título de cidadania porque a oferenda honorífica que serviria para homenagear quem verdadeiramente prestou (e presta) serviços ao Estado, há nuito foi desmoralizada.

Foto: Reprodução/InternetO ministro Carlo Lupi recebendo título em Teresina. Nada fez pela cidade. Apenas bajulação dos daqui

O ministro Carlo Lupi recebendo título em Teresina. Nada fez pela cidade. Apenas bajulação dos daqui

Mequetrefe 

Perdão, qualquer mequetrefe vira cidadão de Teresina ou do Piaui.  
Porque os mequetrefes vereadores e deputados se prestam mais para a bajulação que a prestação de serviços ao eleitor. (Portalaz)

Oito meses após o ciclone, governo Lula não construiu uma só casa prometida

O governo Lula (PT) é ruim de cumprir promessas, por isso o governo e prefeituras gaúchas receberam com ceticismo e desconfiança as juras para liberar dinheiro, em clima de comício eleitoral. O vice-governador Gabriel Souza, a quem coube coordenar iniciativas de reconstrução de cidades do Vale Taquari, disse que até hoje, oito meses depois, o governo federal não construiu uma só unidade residencial do Minha Casa Minha Vida devastadas pelo ciclone de setembro. Zero, nadica de nada.

Sem as casas prometidas

Lula chegou a anunciar a “liberação” de R$209 milhões para construir 857 casas no âmbito do “Minha Casa, Minha Vida Calamidades”. Lorota.

Não têm teto, não têm nada

Foram 13 municípios devastados pelo ciclone de setembro, oito deles no Vale do Taquari. Pobres que perderam suas casas continuam sem teto.

Esperando sentados

Na ocasião em que contou a lorota da construção de casas, Lula também prometeu R$134 milhões para refazer pontes e trechos de estradas.

Gentileza gaúcha

O vice Gabriel Sousa foi gentil: no Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes e TV Bandnews, culpou a “legislação” pelo estelionato político de Lula.(Cláudio Humberto)

Para refletir: Hora de mudar a composição da câmara Municipal dando oportunidade aos novos

Atual composição da Câmara Municipal/Parnaíba

Como cidadãos de bem, que desejamos a evolução de nossa cidade, devemos ir para mais uma eleição conscientes de que cabe somente a nós fazermos as modificações devidas no quadro político local, mudando o que não está dando certo. A Câmara Municipal de Parnaíba, por exemplo, paga em torno de 50 mil reais mensais a cada um dos 17 vereadores, para ter como retorno o quê?!

REUNIÕES

Além do salário milionário, eles ainda têm quase 3 meses de férias e se reúnem em sessões deliberativas apenas duas vezes da semana.Nosso Poder Legislativo atual não atua com a autoridade devida quando se trata dos desmandos provocados pelo Executivo, pecando por omissão. E são vários os deslizes. Até secretário municipal desrespeita o poder legislativo. São alguns velhos vereadores que lá se encontram, acomodados, alguns com mais de 30 anos de casa, acostumados com as mordomias e sem tesão mais para coisa alguma. Há exceções, é claro!

É HORA DE MUDAR?!

Nossa vizinha cidade de Luís Correia, a cidade que fez um prefeito, que concorria sozinho,  perder para os votos em branco, foi a mesma que em uma eleição derrotou todos os vereadores renovando a Câmara em 100 por cento. Deu exemplo. E por que isso não ocorre em Parnaíba? Porque eleitores vagabundos vendem o voto ou trocam por um benefício qualquer, por pura ignorância. E o que fazer? É só olhar a quantidade de gente boa, inclusive mulheres, que estão atualmente se apresentando como pré-candidatos a uma vaga na Câmara. É procurar conhecê-lo(a)s e escolher. Dá tempo. Faça um pacto consigo mesmo de ser diferente nestas eleições. Será um compromisso de cidadão. (BS)