Após criminosos invadirem domicílio no Piauí, vítima relata: ‘Nos deram 24 horas para sair de casa

Três pessoas foram presas e uma menor de 16 anos foi apreendida na tarde desta terça (14/06), na rua Silvestre Feitosa da Silva, no bairro São Vicente de Paula, em Parnaíba. A prisão aconteceu após denúncia anônima. Contra os conduzidos pesa a acusação por parte da polícia de terem invadido um  domicílio  momentos antes de serem presos, além  de supostamente terem ameaçado de morte o proprietário do imóvel, de 63 anos, e sua esposa, de 53.

Segundo o dono da casa, os criminosos chegaram no local a pé. O relato dá conta de que eles estavam encapuzados e dois deles, em posse de armas de fogo, teriam os ameaçado lhes dando 24 horas para irem embora do bairro – caso contrário, seriam mortos. Um dos invasores teria atirado para cima na tentativa de amedrontar ainda mais as vítimas. 

“Os meus netinhos estavam lá. Eles foram obrigados a deitar no chão junto com eu e meu marido […] Eles não precisaram arrebentar o portão, não. A porta ‘lá’ de casa sempre está encostada, pois nunca esperávamos que isso fosse acontecer”, relatou uma das vítimas ao Portal Costa Norte. 

Além da grave ameaça, de acordo com as vítimas, foram levados uma TV 32 polegadas e um aparelho celular,  que foram recuperados durante a noite pela Polícia Militar.

Os militares que participaram da ocorrência ainda garantiram que na verdade seis pessoas invadiram o imóvel durante a ação, no entanto, dois deles teriam conseguido fugir. No momento da fuga, um deles teria deixado cair uma arma de fogo do tipo garrucha  –  além de duas munições calibre 12.

O material e os conduzidos foram apresentados ao delegado plantonista da Central de Flagrantes para a realização dos procedimentos cabíveis. 

O dono da casa acredita que o crime foi uma espécie de retaliação contra uma de suas filhas, que segundo ele tem envolvimento com uma facção criminosa.

Deixe uma resposta