Ciro Nogueira e filho de Bolsonaro se estranham e entram em guerra

Ciro Nogueira está batendo de frente com um dos filho de Bolsonaro. O ministro chefe da Casa Civil está tentando ganhar cada vez mais espaço, mas encontra dificuldades. A guerra entre ele e Eduardo se dá porque os dois querem assumir o controle da pré-campanha presidencial. Os estranhamentos passaram a ser frequentes e até bate-boca já aconteceu.

Ciro e Eduardo Bolsonaro

O clima vinha esquentando, segundo fontes do Planalto confirmaram ao DCM, mas a gota d’água foi na semana passada. Quando Eduardo foi um dos mentores de uma mensagem de Natal dura para o pai dizer na TV. Mas Ciro convenceu Bolsonaro de que o momento não era para guerra e colocou Michelle para falar numa aparição relâmpago.

Eduardo ficou incrédulo ao saber o que aconteceu e foi tirar satisfação. Pessoas ligadas ao parlamentar disseram que ele mandou uma mensagem malcriada para o ministro. A cobrança foi parar lembrar que quem comanda a campanha eleitoral é ele e não o outro. Como resposta, no entanto, Dudu recebeu apenas uma visualização e nenhuma mensagem de retorno.

Nogueira tem dito a aliados o mesmo mantra de quando aceitou entrar no governo. Não vai bater palma para maluco. A condição para ele entrar no grupo de Bolsonaro era não dar vazão a ideologias. E ele está disposto a seguir essa crença até o fim. Ele garante, no entanto, que não entregará para nenhuma ‘maluco’ a campanha presidencial.

Sejam os filhos ou bolsonaristas de carteirinha. O recado de Nogueira é um só: o Centrão vai comandar a campanha ou não terá o apoio do grupo. Mas para ser o chefe, ele terá que dobrar Eduardo, que conseguiu a autorização do pai.(pensarpiaui)

Deixe uma resposta