Depois do bloqueio de R$ 10 milhões, Governo Bolsonaro corta mais R$ 5 milhões do IFPI

O Governo Federal cortou mais R$ 5 milhões do orçamento do Instituto Federal do Piauí (IFPI). Com o bloqueio de R$ 10 milhões já anunciado em maio, agora o IFPI sofrerá forte impacto, o que afeta o funcionamento da instituição. 

Por meio de nota divulgada neste sábado (25), a reitoria do IFPI manifestou repúdio e indignação com o corte de R$ 15 milhões.

“No mês de maio houve um bloqueio de R$ 10 milhões de reais, dos quais, agora, cinco milhões foram efetivamente cortados. Esse valor, infelizmente, não retorna à Instituição e que impactará diretamente o funcionamento da instituição, afetando diretamente contratos de água, energia, limpeza, vigilância, cozinha entre outros e que comprometerá os serviços prestados pelo IFPI à sua comunidade acadêmica como concessão de auxílios, atividades de visitas técnicas, aquisição insumos de laboratórios, organização e participação em eventos acadêmicos, fomento à extensão e pesquisa dentre outras ações”, diz trecho da nota.

O reitor do IFPI, Paulo Borges da Cunha, destaca que diferente do bloqueio realizado no mês de maio, agora ocorre um corte e este recurso não voltará mais para a manutenção da Instituição.

” Este é um total descaso e desrespeito com a comunidade acadêmica do IFPI. Coloca-se em risco com estas medidas, o futuro de milhões de jovens atendidos pelo IFPI e o sucateamento da nossa Instituição prejudicando assim o funcionamento das nossas unidades através da oferta de ensino, o desenvolvimento de pesquisa e de projetos de extensão. É urgente que a sociedade e os parlamentares da bancada federal reajam a esta medida para reaver os orçamentos das Instituições de Ensino Federais, em especial, as do Estado do Piauí”.

O IFPI tem 32 mil alunos matriculados em 20 campis. No total, a instituição possui 175 cursos técnicos, 57 cursos do nível superior, 43 cursos de pós-graduação e quatro mestrados. 

Deixe uma resposta