Deputado Franzé Silva apresentou na Assembleia nesta segunda(4) voto de repúdio contra Mão Santa

O deputado havia informado na última sexta (1°) que repudiaria, formalmente, ataques do prefeito de Parnaíba a Regina Sousa

Conforme anunciado em declaração dada à imprensa na última sexta-feira (1°), o deputado estadual Franzé Silva (PT) apresentou, nesta segunda-feira (4), na Assembleia Legislativa do Piauí, voto de repúdio a Mão Santa, após o prefeito de Parnaíba ter chamado a governadora Regina Sousa de “macumbeira”, em tom preconceituoso e difamatório.

“Desrespeitosas, misóginas e intolerantes declarações”, introduz o documento protocolado nesta manhã. “Fala, verdadeiramente, criminosa do prefeito de Parnaíba com ofensas à governadora Regina Sousa, às religiões de matriz africana e ao povo do Piauí”, prossegue o voto de repúdio ao ex-governador.

“Mão Santa usou a palavra ‘macumbeira’ em sentido pejorativo, a significar algo mau, perverso, que remonta ao Brasil colônia, e nada mais é do que expressão do racismo que ainda assola o país. A ofensa é dirigida a uma mulher, hoje mandatária do Estado, que a vida inteira enfrentou o machismo, a misoginia, o racismo”, fundamenta.

No repúdio, Franzé cita, também, a Lei Nº 7.690, de 23 de dezembro de 2021, de autoria sua e que institui no Piauí o Dia de Enfrentamento à Violência Política contra as Mulheres, visando, justamente, debater e combater esse e outros tipos de violências que, historicamente, impedem e excluem as mulheres de atuarem politicamente.

Na sexta, ao comentar as declarações de Mão Santa, Franzé Silva, em fala severa, disse que o prefeito “está perdendo a sua sanidade mental ou então está querendo ficar em evidência no mundo das notícias. Ele precisa entender que uma mulher precisa ser respeitada e, principalmente, esta mulher que está no cargo máximo do Estado”.(Assessoria de Comunicação)

Deixe uma resposta