Deputado Marden denuncia a falta de professores na UESPI

Marden Menezes afirmou que já foram fechados vários cursos nos campi do interior

O deputado Marden Menezes (PP), na sessão plenária desta terça-feira (19) da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), afirmou que a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) está passando por dificuldades por causa do governo do Partido dos Trabalhadores (PT) no Estado. Segundo o parlamentar, várias denúncias têm chegado, como “de falta de professor, ameaça de fechamento de cursos, a completa falta de condições físicas para as aulas presenciais”, disse.

Marden Menezes afirmou que “já foram inúmeros cursos fechados Piauí afora. O curso de Direito na grande Picos agora está ameaçado. Na volta às aulas presenciais, as salas de aula, inclusive do campus da Uespi em Teresina, estão com goteiras, com as carteiras quebradas, com o piso depredado, com as estruturas físicas completamente inabilitadas para uma sala de aula”

O parlamentar propôs que uma Audiência Pública na Alepi seja marcada para debater a situação da Uespi. Para ele, medidas urgentes devem ser tomadas com o apoio de estudantes, de professores, do Ministério Público e do judiciário, pois, “da forma como está, o governo do PT vai acabar com a perspectiva de emancipação, de formação profissional das próximas gerações de piauienses”, argumentou.

O deputado Evaldo Gomes (Solidariedade) respondeu ao parlamentar do PP, afirmando que o governo Wellington Dias (PT) foi responsável por disponibilizar diversos cursos universitários pelo Piauí. “Quem não lembra que no passado você tinha apenas um campus em Teresina, Parnaíba e Picos? Houve uma extensão significativa de campi de ensino superior em vários municípios piauienses”, explanou. O parlamentar do Solidariedade disse que é importante haver o debate, pois os políticos da situação não fogem de suas responsabilidades e têm compromisso com os cidadãos que mais precisam.(Tereza  VAl)

Deixe uma resposta