Gracinha prega união dos parnaibanos para votarem nela e votará em candidato “de fora?”

Jorge Lopes, Gil Borges e Gracinha Mão Santa reunidos na terça-feira (3)

Jorge Lopes e Gracinha tendo ao meio o secretário de Finanças de Parnaíba, Gil Borges.

Causou surpresa, aos mais atentos, a informação publicada no Portal Meio Norte (Por Arimatéa Carvalho), terça-feira, de que “o pré-candidato a deputado federal pelo União Brasil Jorge Lopes e a pré-candidata a deputada estadual Gracinha Mão Santa (PP) alinharam dobradinha em diversos municípios”. Logo Gracinha que prega a união dos parnaibanos contra candidatos que só aparecem em Parnaíba a cada 4 anos? E quem é Jorge Lopes? Ao que consta, não é de Parnaíba, tampouco aqui reside. O nome disso não é contradição?!!!

E o Partido de Gracinha – o PP – do ministro Ciro Nogueira, o CIRIM, tem candidata a deputada federal de Parnaíba – a vereadora Neta Castelo Branco, 100 por cento afinada com Gracinha e a administração Mão Santa. Além dela, tem também mais dois candidatos federais da cidade, que são mãosantistas juramentados- o ex-vereador Joãozinho Unimagem e o jornalista José Luís de Carvalho. Por que não um deles? Tem que ser um de fora? Tem a ver alguma vantagem financeira?!!!

Deixe uma resposta