HÁ 92 OBRAS DE PRESÍDIOS PARADAS NO BRASIL

CONCLUÍDOS, OS NOVOS PRESÍDIOS GARANTEM 42,5 MIL NOVAS VAGAS
OBRAS COMO ESTAS EM CONGONHAS (MG) SÃO PARALISADAS POR AÇÕES DO MINISTÉRIO PÚBLICO OU PELO TCU.
Anunciada em 2013 pelo governo Dilma, a obra da 5ª penitenciária federal no complexo da Papuda, em Brasília, ainda não foi concluída, a exemplo de outras 91 obras de presídios em todo o País – segundo dados do Ministério da Transparência. No caso da Papuda, faliu a construtora. Retomada nove meses depois, a construção do presídio está devagar, quase parando: só 65% dos projetos estão concluídos. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
As 92 obras de presídios, que geram 42,5 mil novas vagas, estão atrasadas ou paralisadas por ordem do TCU ou por iniciativa do MPF.
A conclusão da obra da penitenciária de segurança máxima na Papuda está prevista para outubro, e saltou de R$ 34 para R$ 39 milhões.
O presídio terá aparelhos de raio-x, coleta digital e detectores de metal de sensibilidade. Não se fala em instalar bloqueadores de celulares.

Deixe uma resposta