Investigação aponta que corpo de advogado pode ter sido jogado no mar

Advogado assassinado no litoral do PI

A delegacia de Luís Correia ainda tenta montar o quebra-cabeça da morte do advogado Raimundo Siqueira, onde o carro dele foi encontrado no começo do mês carbonizado, mas sem o corpo. Um policial que fazia companhia a ele no momento do crime já foi ouvido.

De acordo com delegado, Aldely Fontenele, a polícia também está trabalhando com a possibilidade de o corpo ter sido jogado no mar.”Continuamos fazendo a investigação e não podemos descartar nenhuma hipótese. Recebemos essa informação de uma das pessoas interrogadas que o corpo do advogado teria sido jogado ao mar. É um caso muito cheio de detalhes e o tempo é o nosso maior inimigo”, disse o delegado. 

 A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros do litoral já foram acionados para começar buscas no mar.

O delegado também informou que os suspeitos do crime já foram identificados e que seriam mais de quatro pessoas. “Os suspeitos já estão identificados. São de quatro para mais. Não podemos dar muitos detalhes para não atrapalhar na investigação”, informou.

Deixe uma resposta