Os dilemas da terceira via

Por Miguel do Rosário, jornalista, no Cafezinho 

A semana que passou foi muito ruim para a terceira via, especialmente no último dia da janela partidária, período turbulento de trinta dias em que parlamentares tem liberdade para mudar de legenda sem perder o mandato.

Como já era previsto, os parlamentares procuraram um porto seguro: migraram para legendas com mais perspectiva de poder, a nível nacional ou local.

O gráfico final da migração dos deputados federais, com as colunas de antes e depois, não deixa dúvida. O PL, novo partido de Bolsonaro, foi o grande vencedor da janela, tornando-se o maior partido na Câmara dos Deputados, com 73 parlamentares, um aumento de 30 deputados em relação ao que tinha antes.

O PT experimentou crescimento modesto, de 3 deputados, e firmou-se como segunda maior legenda da Câmara. Mas ampliou a vantagem relativa sobre outros partidos de oposição.

Deixe uma resposta