Petrobras desafia Bolsonaro e anuncia novo aumento no preço do diesel

Em clara resposta a novas críticas do presidente Jair Bolsonaro à política de lucros da Petrobras, a empresa anunciou na manhã desta segunda-feira (9) a decisão de aumentar os preços de venda de diesel para as distribuidoras, que continuam tendo a exclusividade na comercialização de combustíveis junto aos postos.

A política de preços e lucros da Petrobras, que registrou lucro de R$44,5 bilhões somente nos primeiros 90 dias de 2022, resultado 3.718% maior que nos primeiros 90 dias de 2021, foi fortemente criticada por Bolsonaro no fim de semana.

O novo aumento da Petrobras penaliza as empresas de transporte de pessoas e de cargas, cujos veículos são movidos a diesel, e principalmente os caminhoneiros, que constituem forte base de apoio ao atual presidente da República

De acordo com nota divulgada pela Petrobras, o novo aumento, o diesel começa a vigorar nesta terça-feira (10), quando  o preço médio de venda de diesel da Petrobras para as distribuidoras passará de R$4,51 para R$4,91 por litro.

A direção da estatal chega a alegar um certo “balanço global de diesel” está impactado por uma redução da oferta frente à demanda, o que na verdade impactaria na redução de preços. Mas a empresa diz que os estoques globais estariam reduzidos .

Deixe uma resposta