Pré-candidato a vice, Themístocles Filho, diz que Rafael Fonteles precisar deixar Lula de lado

Ele ocupa uma cadeira na Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) desde 1986. Foi eleito e reeleito 8 vezes consecutivas presidente da Casa, o que lhe fez chegar à incrível marca de 18 anos no comando do Legislativo piauiense. Do alto de toda essa experiência, o deputado Themístocles Filho (MDB) acredita que a campanha de Rafael Fonteles (PT) ao governo deve mudar. Mais do que interessado numa vitória do PT por que é pré-candidato à vice na chapa, ele afirmou, numa entrevista na Band Piauí, que é preciso focar mais no nome do próprio candidato ao governo para que ele seja mais conhecido. A alusão excessiva ao nome de Lula, assim, deveria ser deixada de lado. Pesquisas eleitorais apontam que Rafael Fonteles ainda é desconhecido por mais de 50% do eleitorado do Piauí.

Segundo Themístoles, ele mesmo já aconselhou a Rafael a usar mais da sua própria história na campanha. “Eu digo muito para ele. O Lula é importante, mas você é muito importante também, sua vida, sua história. Tem que demonstrar sua capacidade. Ele tem competência de sobra”, justificou Themístocles.

Para o deputado, todos sabem que Rafael Fonteles ainda não é bem conhecido, mas acredita que isso vai mudar até a campanha. “O Lula é um chiclete, aqui no Piauí o povo gosta dele e do ex-governador Wellington Dias, mas o Rafael tem história para mostrar para o povo”, finalizou.

O presidente da Alepi reforçou ainda que esse é um momento de transformação no Estado e aposta que Rafael é o nome da nova geração para isso. Porém, vale lembrar que o pré-candidato é filho do ex-deputado Nazareno Fonteles (PT) e há sete anos é secretário estadual do governo do PT. Outro fato importante a ser analisado na campanha de Rafael Fonteles ao governo é que a imagem do candidato a vice, Themístocles Filho, quase nunca aparece nas artes de campanha ou mesmo nas propagandas do candidato.  A movimentação do deputado parece querer mudar isso também.

Nas redes sociais, marketing da campanha anuncia agenda do “Time do Povo” como se o Lula também fosse participar dos encontros com a população. (foto: Reprodução redes sociais) (Gil Oliveira)

Deixe uma resposta