Projeto REpilhe comemora um ano com blitz educativa

A ação aconteceu nas proximidades da feira da Caramuru em Parnaíba
           Neste primeiro ano foram recolhidos 54 kg de insumos tecnológicos
Por: Sariny Leão 
Os cursos de Engenharia Civil, Direito, Arquitetura e Serviço Social e Sistemas de Informação da Faculdade Maurício de Nassau, unidade Parnaíba, comemoram um ano do projeto REpilhe, celebrado no dia 10 de maio. O projeto consiste na coleta e descarte correto de pilhas, baterias, carregadores de celulares, fones de ouvido, dentre outros objetos tecnológicos.
Na comemoração estudantes e professores da Faculdade percorreram os comércios na proximidade da feira da Caramuru, com o objetivo de incentivar a população sobre o descarte correto desse tipo de lixo tóxico. Eles ainda instalaram mais um ponto de coleta do REpilhe na agência dos Correios localizada na Pinheiro Machado.
O projeto iniciou com sete coletores espalhados na cidade de Parnaíba, com a finalidade de apoiar os cidadãos que desejavam descartar seus produtos e não tinham o local adequado.Atualmente o REpilhe possui oito caixas coletoras, o que mostra que a população está cada vez mais consciente em relação a esse lixo eletrônico. Durante esse primeiro ano foram recolhidos 54 kg de insumos tecnológicos.
De acordo com o coordenador do curso de Sistemas de Informação, Henrique Fontenele, esta consciência dos parnaibanos deixa o nosso ambiente mais sustentável e limpo, proporcionando assim uma prevenção da contaminação do solo e do lençol freático por lixo tóxico. “Estamos felizes com a adesão do projeto REpilhe pela sociedade, inclusive os feedbacks têm sido muito positivos devido a importância do projeto, e o pionerismo que o mesmo representa em nosso cenário regional”, finaliza.

Deixe uma resposta