Vereadores silenciam sobre Licitação da Prefeitura de Parnaíba de 17 milhões suspensa pelo TCE

Não se tem notícia de nenhuma reação dos vereadores de Parnaíba, os da oposição, claro, a respeito de uma licitação que a prefeitura queria fazer, para aquisição de materiais elétricos, no valor de no valor de R$ 17.214.591,87 (dezessete milhões, duzentos e quatorze mil, quinhentos e noventa e um reais e oitenta e sete centavos) a qual conselheiro substituto Alisson Araújo, do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), determinou ao prefeito Mão Santa a suspensão do procedimento licitatório.

http://TCE manda prefeito Mão Santa suspender licitação de R$ 17 milhões-

A prefeitura de Parnaíba tem tanto dinheiro para “enfeitar” ou “maquiar” a cidade, o que parece ser a a prioridade maior da gestão, mas Mão Santa não tem a mesma disposição para manter em dia os estoques de remédios nos postos de saúde, tampouco melhorar a qualidade da merenda escolar, na rede pública municipal, que os professores e pais de alunos vivem denunciando. 

Aliás, tudo indica que as pessoas são as que menos interessa ao prefeito Mão Santa e à prefeita e agora candidata Gracinha. O que vale são pracinhas, parquinhos e varrer os principais corredores da cidade. Aí estão pessoas que fizeram concurso de 2019 reclamando que querem assumir seus empregos para os quais foram aprovados e até agora não convocados. Servidores efetivos cobrando direitos adquiridos, leis aprovadas na Câmara Municipal, as quais os vereadores não fiscalizam sua execução. Serviço de transporte coletivo péssimo, com pessoas passando até uma hora esperando ônibus passarem e nem um abrigo de passageiros foi construído nestes 5 anos e meio de gestão Gracinha/Mão Santa. 

Principal parada de ônibus de Parnaíba destruída na gestão Paulo Eudes, no início da década passada: Hoje é Praça dos poetas- sem poetas

Como se vê, caso houvesse oposição na Câmara Municipal muitas seriam as demandas a serem cobradas. Mas, com o omissão dos eleitores, que não acompanham o trabalho daquele em quem votaram, fica muito mais difícil. E daí os vereadores ficam à vontade e se contentam em fazer caras e bocas nas redes sociais, achando que estão cumprindo com a obrigação.

Deixe uma resposta