Vereadores Taylon e Assis Car se pronunciam na Câmara sobre a cassação de seus mandatos

Na sessão ordinária desta segunda-feira (21) os vereadores: Taylon Oliveira de Andrade (Enfermeiro Taylon) e Francisco de Assis de Souza Oliveira (Assis Car) usaram a tribuna da Câmara Legislativa de Parnaíba para se pronunciarem sobre o processo de cassação de seus mandatos pelo crime eleitoral de fraude à cota de gênero, proferido pelo Exmo. Juiz Eleitoral, Georges Cobiniano. Dois vereadores de Parnaíba são cassados e chapa do PROS tem votos anulados na eleição de 2020.
Segundo o vereador Enfermeiro Taylon e Assis Car, não existe irregularidade eleitoral atribuída ao Partido Republicano da Ordem social (PROS), ao quais os dois vereadores pertencem.
Para o vereador Taylon, “outros partidos usaram da mesma estratégia, mas foi somente o PROS que incomodou. E é o PROS que está fazendo oposição aqui nesse momento e nós sabemos como é que acontece na política e no judiciário. Mas nós queremos dizer que nós vamos mostrar que o Partido Republicano da Ordem Social foi escolhido pela população e que esses dois vereadores irão continuar no seu mandato até o final da legislação”, pontuou Taylon.
O vereador Assis car corroborou com as palavras do vereador Taylon, chegando a falar que o Exmo. Juiz Eleitoral, que proferiu a sentença, deve ter se equivocado, mas não entrou em detalhes sobre esse equivoco. Ao final, Assis Car, se disse perseguido, mas não disse por quem.
Sobre as acusações proferidas pelos dois vereadores (que outros partidos cometeram o mesmo crime e que eles estão sendo perseguidos), faltou aos edis “dar nome aos bois” e não simplesmente jogar palavras ao vento, sem nenhum tipo de comprovação. (Por Walter Fontenele | Portalphb)

Deixe uma resposta